Books Brasil Books

Novidades

[News]Espetáculo de marionetes Gabinete de Curiosidades, criação da Cia Tu Mateixa Marionetes com direção de Carla Candiotto, faz sessão única no Teatro Sérgio Cardoso

Espetáculo de marionetes Gabinete de Curiosidades, criação da Cia Tu Mateixa Marionetes com direção de Carla Candiotto, faz sessão única no Teatro Sérgio Cardoso

Para ingressar no Teatro Sérgio Cardoso, é obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação contra COVID-19





Crédito: Laura Faleiros



O Teatro Sérgio Cardoso, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerido pela Amigos da Arte, traz apresentação única do espetáculo Gabinete de Curiosidades no dia 27 de março, domingo, às 11h, com entrada gratuita.


Gabinete de Curiosidades, criação da Cia Tu Mateixa Marionetes, é um espetáculo de marionetes de fios que tem como temática o tempo, com uma história que se passa dentro de um relógio. Diversas personagens vivem o exato instante em que as engrenagens param e a partir disso, coisas muito curiosas passam a acontecer.


Criado por Júlia Barnabé e Rocío Walls, com direção de Carla Candiotto, o espetáculo convida o público a transitar de formas mirabolantes pela passagem do tempo e, com marionetes construídas à mão, instiga a curiosidade pelo que é feito engenhosamente de forma artesanal.


Marionetes-relógios, um mago feiticeiro, uma funambulista, uma trapezista, uma palhaça de monociclo e um conjunto de bailarinas, ganham vida através das mãos das marionetistas em cenas cômicas, circenses e líricas, se relacionando de maneira real e emocionante, convidando o público a entrar em uma brecha do tempo, onde o extraordinário é possível.


“O espetáculo proporciona uma reflexão sobre as novas dimensões e formas de sentir o tempo em nossas vidas hoje em dia. Esse encontro com a ludicidade das marionetes é capaz de parar o tempo por alguns instantes e fazer até as pessoas com mais idade voltarem a ser crianças”, comentam as marionetistas, que construíram as 14 marionetes que compõem a peça.


A trilha sonora original, inspirada em ritmos balcânicos e composta pelos musicistas Danielle Siqueira, Danilo Rodrigues e Domingo Duclos, traz uma atmosfera cigana para a obra em que duas excêntricas inventoras abrem seu pequeno gabinete de curiosidades e apresentam peculiares bonecos de madeira. “O termo gabinete, que deriva do francês cabinet, remete ao “quarto das maravilhas”, lugar onde se guardam coisas preciosas, sejam concretas ou simbólicas”, explicam as artistas.


Carla Candiotto, a premiada diretora e atriz que dirige a peça, conta com cinco prêmios APCA, oito Prêmio São Paulo de Teatro Infantil e Jovem (antigo Coca Cola Femsa) e um Prêmio Governador do Estado para a Cultura. Ela já atuou e dirigiu espetáculos em diversos países da Europa, além de China e Austrália, e é cofundadora e co-diretora da Cia Le Plat Du Jour.


A Cia Tu Mateixa Marionetes foi criada a partir da união entre as linguagens de bonecos, teatro físico, circo e humor. A Cia. leva o nome catalão “tu mateixa”, que significa “você mesma”, pois as marionetes e a cenografia são construídas à mão, em madeira, pelas artistas da companhia que também assinam a dramaturgia autoral de seus espetáculos.


Desde que estreou o seu primeiro espetáculo “Laia e o Voo da Imaginação” em 2016, a companhia circulou por diversos festivais de teatro e circo em mais de dez países entre América Latina, Europa, Ásia e África.


Em 2019, a marionetista argentina Rocío Walls passou a integrar a Cia Tu Mateixa. As artistas fundaram o Atelier das Marionetes Viajantes, em São Paulo, onde construíram cerca de 25 marionetes nos últimos dois anos. Ministram oficinas de construção de marionetes de fios, manipulação de bonecos, teatro físico e palhaçaria, realizam orientação e consultoria para projetos culturais e confeccionam marionetes sob encomenda. Em 2021, participaram como atrizes-manipuladoras de bonecos na série de tv "Partimpim'' com canções de Adriana Calcanhoto para a Globo Play e canal Gloob.


Júlia Barnabé é formada em pedagogia Jacques Lecoq de Teatro Físico na escola internacional Estudis Berty Tovías e em confecção de marionetes de fios na Casa-Taller de Marionetas de Pepe Otal, ambas na Espanha. Também estudou construção de marionetes com o inglês Stephen Mottran, na Itália, técnicas de manipulação de marionetes de fios com Angel Navarro, na Espanha e seu principal tutor foi o catalão Lope de Alberdí. A artista que já foi integrante do Buzum! da Cia Pia Fraus, é integrante do coletivo Casa das Marionetistas Livres, da Rede de Bonequeiras Brasileiras, da organização Palhaços Sem Fronteiras Brasil, da Cia Cromossomos e já se apresentou em mais de dez países da América Latina, Europa, Ásia e África.


Rocío Walls, argentina residente no Brasil, é marionetista, bonequeira, palhaça e atriz. Fundadora da Na Cia das Marionetes, já se apresentou em sete países da América Latina e Europa, e tem passagens de formação pelo Circo Migra, Los Hermanos Arana Marionetes, Eslipa Escola Livre de Palhaços, Pigmalião Escultura que mexe, entre outras. Trabalhou em Minas Gerais com o Grupo Giramundo chegando também a ministrar oficinas e espetáculos no Museu Giramundo. Participou do Circuito Sesc de Artes em 2019, fez orientação de construção de bonecos para o grupo Desembargadores do Furgão e atualmente integra a Casa das Marionetistas Livres.


Sinopse


Gabinete de Curiosidades é um espetáculo de marionetes de fios que tem como temática o tempo, com uma história que se passa dentro de um relógio. Diversas personagens vivem o exato instante em que as engrenagens param e a partir disso, coisas muito curiosas passam a acontecer. Marionetes-relógios, um mago feiticeiro, uma equilibrista,  uma palhaça de monociclo, uma trapezista e um conjunto de bailarinas, ganham vida através das mãos das marionetistas em cenas cômicas, circenses e líricas, se relacionando de maneira real e emocionante, convidando o público a entrar em uma brecha do tempo, onde o extraordinário é possível.


Ficha técnica
Confecção e manipulação de marionetes: Júlia Barnabé e Rocío Walls
Direção: Carla Candiotto
Concepção e Dramaturgia: Carla Candiotto, Júlia Barnabé, Rocío Walls
Trilha Sonora Original: Danielle Siqueira, Danilo Rodrigues e Domingo Duclos
Cenografia: Pierre Franclet, Valentin Fileteado, Júlia Barnabé e Rocío Walls
Autômato: Eduardo Salzane
Figurinos: Elisa Rossin
Costureira: Ateliê Belas Modas
Adereços de figurinos e cenografia: Laura Alves - Ateliê Clã das Cores
Fotos e Vídeos: Marina Decourt - Multiversos Audiovisual
Produção Geral: Cia. Tu Mateixa Marionetes


SERVIÇO
Gabinete de Curiosidades
Teatro Sérgio Cardoso
 - Sala Paschoal Carlos Magno - Rua Rui Barbosa, 153 - Bela Vista | São Paulo – SP
Dia 27 de março de 2022, domingo, às 11h
Ingressos: Entrada gratuita | 50% da sala disponível no site da Sympla (https://site.bileto.sympla.com.br/teatrosergiocardoso/) e 50% da sala disponíveis na bilheteria do teatro para retirada com 1 hora antes da apresentação.
Classificação: Livre
Duração: 45 minutos


Sobre a Amigos da Arte
A Amigos da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão dos teatros Sérgio Cardoso e de Araras e diversos programas em difusão cultural e economia criativa, trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos. Em seus 17 anos, a entidade desenvolveu 12 mil ações culturais, atingindo mais de 25 milhões de pessoas.


Sobre o Teatro Sérgio Cardoso
Localizado no boêmio bairro paulistano do Bixiga, o Teatro Sérgio Cardoso foi inaugurado em 13 de outubro de 1980, com uma homenagem ao ator. Na ocasião, foi encenado um espetáculo com roteiro dele próprio, intitulado “Sérgio Cardoso em Prosa e Verso”. No elenco, a ex-esposa Nydia Licia, Umberto Magnani, Emílio di Biasi e Rubens de Falco, sob a direção de Gianni Rato. A peça “Rasga Coração”, de Oduvaldo Viana Filho, protagonizada pelo ator Raul Cortez e dirigida por José Renato, cumpriu a primeira temporada do teatro.


Sobre #CulturaEmCasa
Lançada em 21 de abril de 2020, a plataforma tem a missão de ampliar o acesso da população a conteúdos culturais de qualidade, 100% gratuitos e difundir a intensa produção cultural do Estado de São Paulo, seus equipamentos e municípios. Até o momento, a plataforma registrou 5,6 milhões de visualizações em 3 mil conteúdos disponibilizados, atingindo 3.500 cidades e em 157 países. E envolvendo 15.483 profissionais do setor. Este ano, em comemoração ao aniversário de um ano, o #CulturaEmCasa, transmitiu lives de artistas como Tom Zé, Angela Ro Ro, Oswaldo Montenegro e Camila Pitanga.


A ferramenta reúne também conteúdos do Teatro Sérgio Cardoso e das instituições da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, entre as quais a OSESP, a Jazz Sinfônica, a Pinacoteca, a São Paulo Companhia de Dança, o Conservatório de Tatuí, o Projeto Guri, Fábricas de Cultura, TV Cultura, Poiesis, Bibliotecas, e os Museus da Imagem e do Som, do Futebol, Índia Vanuíre, Casa de Portinari Felícia Leirner/ Auditório Claudio Santoro.


A ideia de difundir o conteúdo produzido por São Paulo se expandiu e a plataforma #CulturaEmCasa firmou parcerias com outras Secretarias Estaduais de Cultura, dentro do projeto Ponte Aérea. Atualmente a plataforma detém e transmite conteúdos do Rio Grande do Sul, como por exemplo, o “Festival de Cinema Negro em Ação” e os concertos da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre; o projeto “Música Conecta” com o Espírito Santo Este mês também foi lançada parceria com o estado do Ceará, em que são transmitidos eventos artísticos de grande porte do cenário cearense como o “Cineteatro São Luiz”, “Porto Dragão Sessions” e “Zona de Criação”.


Redes Sociais TSC
Instagram | Facebook | Site

Nenhum comentário