Books Brasil Books

Novidades

[Crítica] O Exorcismo Sagrado

 

Sinopse:

Peter Williams é um padre local que trabalha no México. Ele acabou sendo possuído por um demônio que tentava expulsar e acaba cometendo o mais terrível sacrilégio. Dezoito anos depois, as consequências de seu pecado voltam para assombrá-lo, desencadeando a maior batalha interior.




  O quê eu achei?

O título original é "The Exorcism of God"(O Exorcismo de Deus), o que é bem chamativo para um filme dessa temática. E você só vai entendê-lo lá pela metade.

Flashback:O padre americano Peter Williams9Will Beinbrink,de It-Capítulo 2) trabalha no México e no ano de 2003,é convocado para lidar com o exorcismo de uma mulher chamada Magali (Irán Castillo). Mas durante o ato, ele cai em tentação e se deixa seduzir pelo mal.E ele tinha sido avisado pelo Vaticano que não tinha autorização para realizá-lo por não ter feito o treinamento necessário.

Dezoito anos depois, em 2021,Williams continua na ativa. Quando ele recebe um pedido de socorro de uma detenta chamada Esperanza (María Gabriela de Faría,de Deadly Class)em uma penitenciária feminina, descobre que ela é o fruto de sua relação com Magali 18 anos antes.E tem mais:o mesmo demônio que possuíra sua mãe, Balban,regente das mentiras,está no corpo da garota.Agora Peter terá que enfrentá-lo com a ajuda de seu colega, o padre Michael Lewis (Joseph Marcell,o Geoffrey de Um Maluco no Pedaço)que também tem um passado obscuro.

Peter começa a ter pesadelos com um Jesus carregando a cruz e possuído; as crianças do orfanato também parecem estar sendo afetadas de alguma maneira pelos acontecimentos.Em meio à esse cenário,padre Williams vai ter que desenterrar uma culpa pelo que fez anos atrás.

Embora o filme seja uma clara tentativa de fazer uma crítica à Igreja Católica-especialmente de sua corrupção-ele acaba caindo por vezes nos clichês do gênero, como gosma sendo cuspida,símbolos religiosos corrompidos,etc,mas também não é uma história de redenção, pois mostra que todos podem ser corrompidos pelo Mal-que pode estar mais perto do que imaginamos.

Logo nos primeiros dois minutos, tem uma homenagem ao Exorcista clássico de 1973 que os fãs irão reconhecer na hora:a icônica cena do padre Merrín segurando a maleta na frente da casa.

Recomendo para quem gosta de terror e a cena final dá a entender que pode haver uma possível sequência.

                        Trailer:





Nenhum comentário