Books Brasil Books

Novidades

[Crítica] A Jaula

 

Sinopse:

Em A Jaula, Chay Suede interpreta Djalma, um ladrão que se envolve em um jogo psicológico de gato e rato com um rico médico. Era só mais um dia de roubo em São Paulo, o alvo é um carro de luxo que já estava nos planos de Djalma há um tempo.






   O quê eu achei?

O filme já começa com estatísticas sobre o crescente número de roubos e assaltos nos últimos anos, tanto em São Paulo quanto em outras cidades brasileiras.Conhecemos Djalma, uma assaltante que tenta roubar um SUV estacionado em uma pacata paulistana.Seria apenas mais um roubo de veículo qualquer mas a situação toma um rumo inesperado quando ele se vê preso dentro do carro-que passa a ser uma jaula no sentido literal da palavra-sem comida e sem água. Ninguém pode vê-lo ou ouvi-lo porque o carro além de ser à prova de fogo, é à prova de som e os vidros são anti-reflexo.Não adianta gritar, dar tiro ou chamar a atenção de alguém.

Já desesperado,ele atende a ligação e começa a conversar com o Dr.Henrique (Alexandre Nero,em mais uma grande atuação)o dono do carro, um médico que foi roubado 28 vezes na vida, sendo 4 delas de carro e se revoltou contra a violência e armou essa vingança.Ele pergunta à Djalma o que ele faria se pegasse seu filho roubado e não descansa até receber a resposta que quer.

Quando Alexandre vai encontrar Djalma pessoalmente, acaba colocando Djalma entre a vida e a morte;a polícia vê e se inicia uma operação de resgate inusitada.O filme levanta questões como a velha indagação:bandido bom é bandido morto?Quem é a vítima e quem é o algoz? Super recomendo essa produção de João Wainer,que conta com um final que pode render diversas interpretações.

Estreia dia 17 de fevereiro.


                       Trailer:






Nenhum comentário