Novidades

[Divulgação] Escritor mexicano reúne diferentes emoções no lançamento O Caderno dos Pesadelos

 



"É difícil dizer se este é um livro de histórias para crianças ou, como sugere o título, uma pavorosa coleção de pesadelos. Mas uma coisa é certa: não se recomenda sua leitura à noite, na cama, antes de dormir. Genial, O caderno dos pesadelos é uma obra que fica reverberando na mente do leitor, que consegue ser, ao mesmo tempo, aterrorizante e bela." - André Caramuru Aubert, tradutor da obra. 

Título: O caderno dos pesadelos 

Autor: Ricardo Chávez Castañeda 

Ilustrador: Israel Barrón 

Tradutor: André Caramuru Aubert 

Editora: SESI-SP Editora 

Páginas: 76 

Ano: 2021 - Lançamento 

Formato: 17 x 23 cm 

Acabamento: capa dura 

ISBN: 978-85-504-1225-2 



Quinze pesadelos aterrorizantes. Histórias que não precisam de papel nem de palavras para existir, pois nascem em nós quando fechamos os olhos.  

O caderno dos pesadelos, do autor Ricardo Chávez Castañeda, evidencia medos – comuns ou não – da infância e que nessa obra são permeados por detalhadas ilustrações do artista Israel Barrón.  

Com tradução de André Caramuru Aubert, O caderno dos pesadelos consegue ser simultaneamente assustador, sugestivo e belo, com histórias no formato de contos que, com certeza, vão mexer com as emoções do leitor. 


SOBRE O AUTOR 

Ricardo Chávez Castañeda é escritor mexicano. Ele estudou psicologia na Universidade Nacional Autônoma do México. Seus principais temas oscilam em torno da adolescência, da linguagem e da fantasia, com uma voz pessoal e que se destaca na cena literária contemporânea em espanhol. 


SOBRE O ILUSTRADOR 

Israel Barrón é artista plástico e ilustrador mexicano de livros infantis. Seu trabalho foi exibido em exposições pessoais em várias cidades do México como Xalapa, Puerto de Veracruz Pachuca e Tuxtla Gutiérrez e, no exterior, em Victoriaville e Québec (Canadá) e em Yokohama (Japão). Participou de mais de cinquenta exposições coletivas. Seu trabalho como ilustrador inclui pôsteres, livros, revistas, suplementos culturais e edições eletrônicas. Ele fez ilustrações para editoras de prestígio no México, Colômbia e Itália. Também desenhou cenários e capas de álbuns ilustrados. Recebeu o Prêmio CANIEM (Câmara Nacional da Indústria Editorial Mexicana) de Arte Editorial em 2012 e 2015, com livros dos quais participou como ilustrador. Em 2017 foi o vencedor da Placa de Ouro na Bienal de Ilustração de Bratislava. 


SOBRE O TRADUTOR 

André Caramuru Aubert é bacharel e mestre em história pela Universidade de São Paulo (USP). Publicou sete livros, entre eles o romance Poesia chinesa, pela SESI-SP Editora. Traduziu diversas obras, entre elas: Areias movediças, de Octavio Paz, e O caderno dos pesadelos, de Ricardo Chávez Castañeda, ambas pela SESI-SP Editora. Atualmente, trabalha na revisão final de seu novo romance. É colaborador dos jornais O Estado de S.Paulo e do Rascunho. 

SOBRE A SESI-SP EDITORA 

A SESI-SP Editora tem como ação principal organizar conhecimento nas áreas de cultura, educação, esporte, nutrição e saúde, cumprindo sua missão de apoiar a Entidade em seus mais diversos campos de atuação. Com mais de mil títulos em seu catálogo, em diferentes formatos (e-books, audiobooks e impressos), tornou-se referência na edição de livros educacionais, infantojuvenis, de alimentação, de HQs nacionais e europeias, e de obras de interesse geral. Saiba mais em: www.sesispeditora.com.br

Para conhecer os livros da SESI-SP Editora, visite o site: www.sesispeditora.com.br e as redes sociais @sesispeditora (Instagram e Twitter) e @editorasesisp (Facebook).  





Nenhum comentário