Novidades

[Crítica] Caminhos da Memória

 

Sinopse:

Em um futuro distópico no qual Miami sofreu severas consequências com o aquecimento global e tornou-se praticamente submersa, um investigador particular de Miami é uma das maiores referências quando se trata de recapturar memórias perdidas ou distantes e devolvê-las a seus contratantes. Mas quando ele percebe um conflito pessoal com uma de suas clientes, a situação torna-se complicada.


     

                             O quê eu achei?

É um dos roteiros mais inteligentes dos últimos tempos! .


Nick Bannister (Hugh Jackman) é um investigador particular residente numa Miami distópica em que a população vive protegida dos alagamentos por barreiras,dono junto com sua sócia Watts (Thandiwe Newton).Eles oferecem os serviços de resgate de memórias;o cliente entra uma câmara que lembra uma daquelas de bronzeamento artificial e revivem suas memórias,que são projetadas em hologramas e esses são arquivados em um cofre em discos de vidro porque ele é meio analógico.


-O tempo não é mais uma corrente de sentido único.A memória é o barco que nada contra a correnteza e eu sou o barqueiro.O passado é apenas uma série de momentos,cada um mais perfeito do que o outro,uma conta no colar do tempo.Nada é mais viciante do que o passado.Memórias são como perfumes,melhores em pequenas doses.


Existem barões que controlam as barreiras e reivindicam as terras secas e cobram impostos pela proteção.O mais poderoso deles é Walter Sylvan (Brett Cullen)envolvido em todo tipo de tráfico e corrupção.A esposa dele Tamara (Marina de Tavira) e um filho,Sebastian (Mojean Ária) que aprendeu com o pai a não fazer seu próprio trabalho sujo.Walter uma amante,Elsa (Angela Sarafyan) e um jovem filho ilegítimo.


Há alguns meses uma bela cantora,Mae (Rebecca Ferguson) contratou os serviços para resgatar a memória de onde ela tinha colocado suas chaves; ela e Nick acabaram se conhecendo e se apaixonando. Ela sumiu e meses após seu desaparecimento,ele se envolve em uma rede de intrigas tentando descobrir o paradeiro dela.

Super recomendo!


Obs: Descobri que o talento para contar histórias que envolvam viagens no tempo é de família: a diretora e roteirista Lisa Joy é cunhada do Christopher Nolan,casada com o irmão dele,Jonathan!


Nenhum comentário