Books Brasil Books

Novidades

[News] “A Porta ao Lado” ganha teaser e cartaz oficiais

 

Crédito da foto: Desiree do Valle

                                               Teaser:

“A Porta ao Lado”, oitavo filme de Julia Rezende (“Depois a Louca sou Eu” e “Ponte Aérea”), acaba de ganhar teaser e cartaz oficiais. Produzido por Mariza Leão (“Depois a Louca Sou Eu” e “De Pernas pro Ar 3”) e Tiago Rezende, o longa-metragem participa da Mostra Competitiva do 50º Festival de Gramado e será exibido pela primeira vez no dia 16/08, durante a competição oficial do Festival. Além da diretora e dos produtores, estarão em Gramado os quatro protagonistas: Bárbara Paz, Túlio Starling, Dan Ferreira e Leticia Colin. 

 

O filme encontra Mari (Leticia Colin) quando ela é atravessada pelo desejo. Desejo erótico, desejo de mudança e de ressignificações. Ela vive um casamento estável com Rafa (Dan Ferreira), com quem divide a vida, a casa, os planos e um acordo de exclusividade. Ao se aproximar de seus novos vizinhos, Isis (Bárbara Paz) e Fred (Túlio Starling), um casal que vive um relacionamento aberto, que separa sexo de amor e que decidiu não ter filhos, Mari começa a questionar o seu casamento. O encontro dos dois casais irá provocar desejos, dúvidas, inseguranças, mentiras e transformações nos quatro personagens, fazendo com que cada um reavalie suas escolhas. 

 

“A Porta Ao Lado surgiu do desejo de seguir investigando as relações afetivas. De pensar sobre os diversos acordos possíveis entre casais. De questionar o que é traição para cada pessoa”, explica a diretora Julia Rezende.  

 

Dan concorda que o filme desperta reflexões e provocações acerca do que é a verdade e ressalta o paradoxo das distâncias em tempos de redes sociais. 

 

“O filme provoca o valor da verdade das relações que a gente escolhe ter, a importância de sermos verdadeiros com os nossos sentimentos e com os sentimentos do outro. É um filme bem provocador em um momento em que, mesmo com o avanço das redes sociais, a gente tem criado distâncias enormes, verdadeiros abismos nas relações pessoais. As relações sociais estão cada vez mais abrangentes e as pessoais cada vez mais distantes”. 

 

Apesar de viverem um relacionamento aparentemente bem resolvido, Bárbara lembra que nunca disseram que seria fácil se relacionar: 

 

“O filme fala sobre os dois lados de um relacionamento aberto”. 

 

Vivendo Fred na trama, Túlio Starling considera que o personagem traz uma sensibilidade que em um primeiro momento não é percebida. 

 

“O Fred leva um componente de delicadeza para essa brincadeira atrapalhada que o filme vai revelando. Mesmo sendo, à primeira vista, um pivô do desejo e do arrebatamento de Mari, aos poucos vamos percebendo na sua fluidez uma condição vulnerável e incerta sobre si mesmo”, lembra Starling. 

 

A primeira exibição do longa nas telonas será durante a Mostra Competitiva do 50º Festival de Gramado, no dia 16/08. 

 

“Estrear esse filme em Gramado é uma alegria enorme. Me sinto honrada por estar na seleção do festival que está no imaginário de todos que fazem cinema no Brasil”, comenta a diretora. 

 

A produção é da Morena Filmes, uma das maiores produtoras brasileiras, com sede no Rio de Janeiro e 47 anos de história, em coprodução com Telecine. A Manequim Filmes assina a distribuição. 

 

ELENCO PRINCIPAL 

Leticia Colin 

Bárbara Paz 

Dan Ferreira 

Túlio Starling 

Participação especial: Louise Cardoso e Dani Ornellas 

 

FICHA TÉCNICA 

Direção: Julia Rezende 

Roteiro: Patricia Corso, L.G. Bayão e colaboração de Leonardo Moreira 

Produção: Morena Filmes  

Coprodução: Film2B e Telecine 

Distribuição: Manequim Filmes 

Fotografia: Dante Belluti, Nonato Estrela, abc         

Montagem: Maria Rezende, EDT.           

Trilha Sonora Original: Berna Ceppas       

Direção de Arte: Marghê Pennacchi 

Figurino: Mel Akerman         

Maquiagem: Martin Macias Trujillo       

Produção Executiva: Cacala Carvana e Samantha Queiroz           

Coprodutora: Kiki Lavigne          

Produtora Associada: Ana Luiza Beraba          

Som Direto: Felipe Machado          

Edição de Som: Tomás Alem e Bernardo Uzeda          

Mixagem: Rodrigo Noronha         

Produção de Elenco: Marcela Altberg        

Produção de Finalização: Thiago Pimentel 

Produtores: Mariza Leão e Tiago Rezende 

BRDE, FSA e Ancine 

 

SOBRE A MORENA FILMES 

Com sede no Rio de Janeiro, 47 anos de história e 35 longas na bagagem, a Morena Filmes – fundada por Mariza Leão e Sergio Rezende, tem atualmente o reforço de Tiago Rezende como produtor associado da produtora.  Suas obras se destacam tanto na produção de cinema, Tv e streaming, dos mais variados gêneros: dramas, comédias, romances e épicos históricos. De grandes produções a filmes autorais, de blockbusters a obras intimistas, o foco sempre foi o mesmo: levar para a tela do cinema histórias que tenham relevância e mobilizem tanto o público quanto a crítica especializada. 

 

SOBRE A MANEQUIM FILMES 

A Manequim é o novo selo da Vitrine Filmes para a distribuição de filmes comerciais com um perfil de público mais amplo. A distribuidora teve sua estreia no mercado com “Alemão 2” e tem em seu line-up: “Nosso Sonho”, cinebiografia de Claudinho e Buchecha; “O Meu Sangue Ferve por Você”, cinebiografia de Sidney Magal; “Tromba Trem”, animação do mesmo estúdio de “Irmão do Jorel”, “A Porta ao Lado”, de Julia Rezende, e muito mais. 

 

A Vitrine Filmes, em dez anos de atuação, já distribuiu mais de 160 filmes e alcançou mais de 4 milhões de espectadores. Entre seus maiores sucessos estão “O Som ao Redor”, “Aquarius”; e “Bacurau” de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Outros destaques são “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz, representante brasileiro do Oscar 2020, “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, de Daniel Ribeiro, e “O Filme da Minha Vida”, de Selton Mello. Entre os documentários, a distribuidora lançou “Divinas Divas”, dirigido por Leandra Leal e “O Processo”, de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional. 

 

Além do cinema nacional, a Vitrine Filmes vem expandindo o seu catálogo internacional ao longo dos anos, tendo sido responsável pelo lançamento dos sucessos “O Farol”, de Robert Eggers, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia; “Você Não Estava Aqui”, dirigido por Ken Loach, e premiado com o Oscar de Melhor Filme Internacional 2021: “DRUK - Mais uma rodada”, de Thomas Vinterberg. 






Nenhum comentário