Novidades

[News]Máquina de hits: Fancy Inc conquista os brasileiros com produções cheias de personalidade

Máquina de hits: Fancy Inc conquista os brasileiros com produções cheias de personalidade

Apesar do momento em que nos encontramos, o ano de 2020 pode ser considerado um divisor de águas na carreira da dupla brasileira Fany Inc, onde conquistaram lançamentos em grandes gravadoras e somaram milhares e milhares de plays em suas músicas. Sua sonoridade bem progressiva evidencia que os brasileiros estão mais do que prontos para mostrar o groove único do Fancy Inc e conquistar as pistas de dança mais exigentes do mundo. Hoje, com mais de 1.8 milhões de ouvintes mensais no Spotify, os DJs e produtores seguem surpreendendo os fãs com produções marcantes e de tirar o fôlego.

O maior hit na carreira é sem dúvida a track “In The Dark”, em parceria com Vintage Culture pela Spinnin’ Records, e que já soma quase 34 milhões de plays somente no Spotify. Com ela, a dupla entrou para a história da música eletrônica, sendo um dos primeiros artistas brasileiros a alcançar o primeiro lugar na Billboard Dance Chart. Outra queridinha dos fãs é “My Girl”, também em colaboração com Lukas Ruiz, e que já soma mais de 23 milhões de plays.

Nas últimas duas semanas, Fancy Inc presenteou os fãs com duas novas músicas que carregam sua excêntrica personalidade. A primeira, Happy, em colaboração com Drunky Daniels e Vintage Culture pela Spinnin’ Records, e o remix oficial de “Let’s Love” de David Guetta e Sia, também em parceria com Vintage Culture, e que está recebendo uma chuva de feedback positivos.

“Happy” tem os vocais do artista Mszi’Kay do Zimbabwe e carrega uma vibe africana na batida. “A oportunidade de participar dessa track veio à convite do pessoal do Drunky Daniels, que tinha esse incrível vocal do Mszi’Kay. Adoramos e começamos a amadurecer a ideia, mas no meio do processo decidimos mostrar para o Lukas que imediatamente se apaixonou e pediu para colocar seu sabor nela também”, conta Adriano. “A música fala acima de tudo de esperança, pensamento positivo, amor, de você ser o protagonista da sua felicidade e das pessoas que estão ao seu redor. Essa é a vibe que tentamos transmitir em todos os elementos que compõe o canvas em volta dessa melodia tão bonita”, adiciona Matheus.

Já o remix oficial para David Guetta de seu último hit, “Let’s Love”, evidencia a notoriedade que Fancy Inc. está conquistando na cena mundial. “Foi bastante desafiador produzir esse remix. O vocal original tem 90 BPM e de início achamos que seria impossível, mas conseguimos traduzir para uma velocidade que dialoga com a dance music. A proposta que trouxemos foi manter o clima original no break e adicionar elementos sintéticos modernos à essa vibe retrô, tentando traduzir em uma versão mais focada para a pista de dança”, explica Matheus. “Nessa pandemia, trabalhamos em uma série de remixes com o Vintage Culture que foram super bem sucedidos nas plataformas, como ‘Oxygen’ e ‘Head & Heart’, então há um mês surgiu o convite da Warner para remixar ‘Let’s Love’ e, claro, nós topamos o desafio. Demos uma pegada mais progressiva pra ela e esperamos que vocês curtam”, adiciona Adriano.

A singularidade é o principal atributo que distingue o profissional no universo da música eletrônica, e o Fancy Inc. pode ser caracterizado por sua sonoridade única. Descobrindo sua verdadeira essência, Adriano Dub e Matheus Rodrigues esbanjam talento e garantem um futuro próspero na indústria mundial. Subindo nas paradas e nas plataformas digitais, contando com o apoio de grandes DJs, Fancy Inc. tornou-se referência no mercado atual, com tracks de alta qualidade em várias gravadoras de prestígio como Spinnin’, Universal, Sony, Sola, Toolroom, e Elrow Music, para citar algumas. Antes da pandemia, o duo fez diversas turnês pela Europa, América do Sul e Ásia, e depois de ficar o ano todo no estúdio, estão prontos para retornarem com tudo em 2021. Fique de olho e acompanhe o trabalho da dupla através das redes sociais, aqui!
https://www.instagram.com/fancyincmusic/?hl=pt-br
PR/Rodolfo

Nenhum comentário