Books Brasil Books

Novidades

[News] PREMIADO EM TIRADENTES, NOVO FILME DA SESSÃO VITRINE, SEGUINDO TODOS OS PROTOCOLOS, GANHA NOVA DATA DE ESTREIA, DIA 30 DE JUNHO

 

Vinheta:
 

Foi da solidão do isolamento social na fase mais aguda da pandemia que nasceu o filme SEGUINDO TODOS OS PROTOCOLOS, primeiro longa solo que o recifense Fábio Leal dirige. Mas o filme vai além de ser apenas sobre o momento da Covid-19. “É também outras ‘solidões’ contemporâneas. Para isso eu resolvi trazer dois personagens do meu último curta metragem, ‘Reforma’. Não é exatamente uma continuação do curta pois não é necessário tê-lo visto para ver o longa, mas o protagonista e seu ‘par romântico’, digamos assim, são os mesmos.” O longa faz parte da edição de 2022 da Sessão Vitrine, e chega aos cinemas em 30 de junho. Antes disso, será exibido no 11o Olhar de Cinema, que acontece entre 01 e 09 de junho.

Ganhador do Prêmio Helena Ignez, no Festival de Tiradentes de 2022, o filme tem como protagonista Chico, um personagem interpretado também por Leal, que, sozinho em seu apartamento, vê os dias passando, com marasmo e ansiedade em um momento de recrudescimento da pandemia. Em sua solidão, é cada vez mais tomado pelo desejo do contato humano, e, em especial, do sexo. Disso, nascem formas alternativas de reencontros, e a procura de uma maneira de tocarmos uns aos outros com segurança.

“Foi muito tempo sozinho com medo da morte, medo do desgoverno brasileiro, medo do encontro com o outro. Achei que uma boa forma de enfrentar esses medos todos seria fazendo um filme e tentando achar formas de distensionar através da ficção e da comédia.”

Leal explica que as cenas de intimidade entre os personagens foram filmadas com respeito e delicadeza respeitando a maneira como cada um lida com seu corpo. “Procuro desde a primeiríssima conversa com os atores deixar muito claro o que eu quero com cada cena, a forma como eu filmo, saber os limites de cada um. E a partir disso criar um ambiente de ensaio em que eles se sintam seguros inclusive pra mudar de ideia, voltar atrás. Desde o meu primeiro curta eu me interesso muito por filmar cenas de sexo. Ir além do que geralmente se filma no cinema narrativo tradicional. Sexo é drama também.”

Leal, que já fez curtas, como “O Porteiro do Dia”, explica que não sentiu um peso grande ao dirigir seu primeiro longa sozinho – ele já fez “Deus tem AIDS” (codirigido por Gustavo Vinagre) e o coletivo “Furious Desires”. “Foi um desdobramento natural. Acho que já tinha tanta tensão pelo momento em que estávamos da pandemia, o orçamento restrito do filme e eu dirigir e protagonizar ao mesmo tempo que eu nem me permiti pensar em nada mais.”

Como ator, Leal trabalhou em seus curtas, e também no longa “Aquarius”, de Kleber Mendonça Filho, e conta que atuar o ajuda, como diretor, a compreender que não existe uma fórmula. “Cada ator tem sua forma própria de trabalhar, seu jeito de ser, não dá pra chegar impondo nada. Como diretor eu proponho um norte e juntos vamos chegar onde conseguimos. O fato de ser ator também me dá um senso de improviso muito grande, de ler o momento e às vezes mudar completamente uma cena na hora de filmar se surgir uma ideia melhor do que a prevista antes.”

O filme fez sua estreia no Festival de Tiradentes, que aconteceu de forma on-line em janeiro, e presencial, em abril. SEGUINDO TODOS OS PROTOCOLOS foi muito bem recebido. O cineasta Kleber Mendonça Filho disse que não via um filme brasileiro tão engraçado há anos, e completou: “Fábio é um cineasta que entende o que quer fazer e executa as suas ideias com muita autoridade e desenvoltura, mesmo que essa autoridade desenhe um personagem - Chico - incerto e inseguro sobre o que se passa na sua/nossa biologia.”

A Sessão Vitrine 2022 foi contemplada pelo PROAC Direto 38/2021, programa de fomento do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

SEGUINDO TODOS OS PROTOCOLOS é um lançamento da Sessão Vitrine.

Sinopse

Após ficar 10 meses sozinho em quarentena, Francisco quer transar.

Ficha Técnica

Direção: Fábio Leal

Roteiro: Fábio Leal

Produção:  Fábio Leal, Juliana Soares

Produção Executiva: Juliana Soares

Direção de Produção: Amanda Guimarães

Elenco: Fábio Leal, Paulo Cesar Freire, Marcus Curvelo, Lucas Drummond, Vitória Liz, Bruce de Araújo

Direção de Fotografia: Gustavo Pessoa

Montagem: Matheus Farias e Pedro Giongo

Gênero: drama, comédia

País: Brasil

Ano: 2022

Duração: 75 min. 

Sobre Fábio Leal

Fábio Leal é diretor, roteirista e ator. Escreveu, dirigiu e atuou nos curtas metragens O Porteiro do Dia (lançado comercialmente em 10 países) e Reforma (pelo qual ganhou os prêmios de Melhor Ator e Melhor Roteiro no Festival de Brasília e Melhor Curta, Direção e Roteiro no Mix Brasil). Seu primeiro longa-metragem, o documentário Deus tem AIDS (codirigido por Gustavo Vinagre) foi exibido no maior festival de documentários do mundo, o IDFA, em Amsterdam, e ganhou os prêmios de Melhor Filme pelo Júri Oficial e pelo Júri Popular no Queer Porto, em Portugal. 

Sobre a Sessão Vitrine

A Sessão Vitrine é um projeto inovador de distribuição coletiva de filmes brasileiros e coproduções nacionais em salas de cinema comerciais e plataformas digitais. A iniciativa do Grupo Vitrine Filmes pretende promover a democratização do Cinema Brasileiro através de lançamentos com ingressos a preços reduzidos, sessões com debates, e diversas ações que potencializam a formação de público em nosso país.

Em 2022, a curadoria do projeto segue prezando por um recorte descentralizado e atual da produção audiovisual independente, apresentando ao público novos clássicos do cinema nacional.

Sobre a Vitrine Filmes

A Vitrine Filmes, em dez anos de atuação, já distribuiu mais de 160 filmes e alcançou mais de quatro milhões de espectadores. Entre seus maiores sucessos estão 'O Som ao Redor', 'Aquarius' e 'Bacurau' de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Outros destaques são 'A Vida Invisível', de Karim Aïnouz, representante brasileiro do Oscar 2020, 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho', de Daniel Ribeiro, e 'O Filme da Minha Vida', de Selton Mello. Entre os documentários, a distribuidora lançou 'Divinas Divas', dirigido por Leandra Leal e 'O Processo', de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional.

Além do cinema nacional, a Vitrine Filmes vem expandindo o seu catálogo internacional ao longo dos anos, tendo sido responsável pelo lançamento dos sucessos ‘O Farol’, de Robert Eggers, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia; ‘Você Não Estava Aqui’, dirigido por Ken Loach, e 'DRUK - Mais uma rodada', de Thomas Vinterberg, premiado com o Oscar de Melhor Filme Internacional 2021.

Sinopse

Após ficar 10 meses sozinho em quarentena, Francisco quer transar.

Ficha Técnica

Direção: Fábio Leal

Roteiro: Fábio Leal

Produção:  Fábio Leal, Juliana Soares

Produção Executiva: Juliana Soares

Direção de Produção: Amanda Guimarães

Elenco: Fábio Leal, Paulo Cesar Freire, Marcus Curvelo, Lucas Drummond, Vitória Liz, Bruce de Araújo

Direção de Fotografia: Gustavo Pessoa

Montagem: Matheus Farias e Pedro Giongo

Gênero: drama, comédia

País: Brasil

Ano: 2022

Duração: 75 min. 

Sobre Fábio Leal

Fábio Leal é diretor, roteirista e ator. Escreveu, dirigiu e atuou nos curtas metragens O Porteiro do Dia (lançado comercialmente em 10 países) e Reforma (pelo qual ganhou os prêmios de Melhor Ator e Melhor Roteiro no Festival de Brasília e Melhor Curta, Direção e Roteiro no Mix Brasil). Seu primeiro longa-metragem, o documentário Deus tem AIDS (codirigido por Gustavo Vinagre) foi exibido no maior festival de documentários do mundo, o IDFA, em Amsterdam, e ganhou os prêmios de Melhor Filme pelo Júri Oficial e pelo Júri Popular no Queer Porto, em Portugal. 

Sobre a Sessão Vitrine

A Sessão Vitrine é um projeto inovador de distribuição coletiva de filmes brasileiros e coproduções nacionais em salas de cinema comerciais e plataformas digitais. A iniciativa do Grupo Vitrine Filmes pretende promover a democratização do Cinema Brasileiro através de lançamentos com ingressos a preços reduzidos, sessões com debates, e diversas ações que potencializam a formação de público em nosso país.

Em 2022, a curadoria do projeto segue prezando por um recorte descentralizado e atual da produção audiovisual independente, apresentando ao público novos clássicos do cinema nacional.

Sobre a Vitrine Filmes

A Vitrine Filmes, em dez anos de atuação, já distribuiu mais de 160 filmes e alcançou mais de quatro milhões de espectadores. Entre seus maiores sucessos estão 'O Som ao Redor', 'Aquarius' e 'Bacurau' de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Outros destaques são 'A Vida Invisível', de Karim Aïnouz, representante brasileiro do Oscar 2020, 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho', de Daniel Ribeiro, e 'O Filme da Minha Vida', de Selton Mello. Entre os documentários, a distribuidora lançou 'Divinas Divas', dirigido por Leandra Leal e 'O Processo', de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional.

Além do cinema nacional, a Vitrine Filmes vem expandindo o seu catálogo internacional ao longo dos anos, tendo sido responsável pelo lançamento dos sucessos ‘O Farol’, de Robert Eggers, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia; ‘Você Não Estava Aqui’, dirigido por Ken Loach, e 'DRUK - Mais uma rodada', de Thomas Vinterberg, premiado com o Oscar de Melhor Filme Internacional 2021.

Em 2022, a Vitrine Filmes apresenta ainda mais novidades para a produção e distribuição audiovisual. Entre as estreias, cinco novos longas da Sessão Vitrine: ‘Como Matar a Besta’, de Augustina San Martín; ‘Seguindo Todos os Protocolos’, de Fábio Leal; ‘Tantas Almas’, de Nicolás Rincón Gille; ‘Virar Mar’, de Philipp Hartmann e Danilo de Carvalho; e ‘A Morte Habita à Noite’, de Eduardo Morotó. Além dos filmes do Sessão Vitrine, estão confirmados para 2022  ‘A Viagem de Pedro’, de Laís Bodansky; e ‘O Livro dos Prazeres’, de Marcela Lordy, entre outros títulos.




Nenhum comentário