Books Brasil Books

Novidades

[News] “As Verdades”, com Lázaro Ramos e Bianca Bin, divulga trailer e cartaz oficiais

 

                                                       
                                                                           Trailer:


 

“As Verdades”, dirigido por José Eduardo Belmonte e estrelado por Lázaro Ramos e Bianca Bin, ganha seu trailer e cartaz oficiais. O filme teve sua première na 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, com exibição no festival no Vão Livre do MASP. O longa chega aos cinemas no dia 30 de junho com distribuição da Gullane.  


            O filme marca a volta de Lázaro Ramos como ator aos cinemas e a sua terra natal depois de “Ó Paí, Ó”.  A história é contada a partir de três versões diferentes dos suspeitos de um assassinato. Em cada hipótese, um novo acusado. O crime é contra Valmir (ZéCarlos Machado), candidato a prefeito da cidade. Cabe ao policial Josué (Lázaro Ramos) investigar quem está falando a verdade.   


O elenco também é composto por Drica Moraes, Thomás Aquino e Edvana Carvalho. Com roteiro de Pedro Furtado, “As Verdades” é uma produção da Gullane, em coprodução com Globo Filmes e Canal Brasil. 

Sinopse:  

Em “As Verdades”, o policial Josué tem que resolver um crime contra o empresário Valmir, em um pequeno município do sertão. A história acontece através de três pontos de vista. Primeiro: o crime é contado por Cícero, um matador de aluguel. Segundo: a história é narrada pelo ponto de vista de Francisca, a noiva do empresário. Terceiro: é revelado o ponto de vista de Valmir, que sobreviveu. 

 

Elenco: 

Lázaro Ramos, Bianca Bin, Drica Moraes, Thomás Aquino, Edvana Carvalho 

Participação Especial: ZéCarlos Machado 

 

Ficha Técnica: 

Diretor: José Eduardo Belmonte 

Diretora Assistente: Suzy Milstein 

1º Assistente de Direção: Gabriel Von 

Produtor de Elenco: Luciano Baldan 

Roteirista: Pedro Furtado 

Supervisão de Roteiro: Guel Arraes e George Moura 

Diretor(a) de Fotografia: Marcelo Corpanni, ABC 

Diretor de Arte: Dani Vilela 

Figurinista: Diogo Costa 

Som Direto: Abrão Antunes 

Diretor de Produção: Juliano Mundim 

Montagem: Frederico Ribeincher 

Supervisão de Imagem: Dirceu Lustosa 

Efeitos Visuais: Dirceu Lustosa e Renato Montoro 

Desenho de Som e Mixagem: Ricardo Cutz, A3pS 

Trilha Sonora: André Luiz Machado 

Maquiagem: Rosemary Paiva 

Produtor(a) Executiva: Daniela Antonelli Aun, Ana Saito, Gabriela Tocchio, Pablo Torrecillas 

Produtores: Caio Gullane, Fabiano Gullane 

Produtora: Gullane 

Coprodutoras: Globo Filmes e Canal Brasil 

Apoio: Telecine 

Distribuidora: Gullane 

 

Sobre José Eduardo Belmonte: 

José Eduardo Belmonte é um dos diretores mais ativos da indústria audiovisual brasileira. Em mais de duas décadas de atividade profissional, dirigiu alguns dos principais atores brasileiros e latino-americanos em dezenas de filmes e séries de TV. Tem treze longas-metragens e mais um em pós-produção. Belmonte venceu o Festival do Rio de Janeiro 2008 e o Festival de Cinema Brasileiro de Paris com o drama "Se nada mais der certo", que rendeu a Caroline Abras o prêmio de melhor atriz nos dois festivais e a Cauã Reymond e João Miguel o prêmio de melhor ator em festivais em Miami, Los Angeles e Toronto. Maior bilheteria do cineasta no Brasil, "Alemão" atraiu um milhão de espectadores nos cinemas em 2014. Adaptado três anos depois para a televisão, ganhou uma indicação ao Emmy. A sequência do blockbuster estreou nas telas em 2022. Na televisão, José Eduardo Belmonte também realizou vários trabalhos. Entre as principais realizações está a direção artística da série "Carcereiros", um dos maiores sucessos de audiência dos últimos tempos na TV Globo. Único latino-americano selecionado em 2017 para o Cannes MIPDrama Screenings (uma das principais feiras de televisão do mundo), o primeiro episódio da 1ª temporada de "Carcereiros" venceu o concurso do Grande Júri, feito inédito para o audiovisual brasileiro. Belmonte também dirigiu a série El Hipnotizador, da HBO Latin America, estrelada por Leonardo Sbaraglia ("Dolor y Gloria") e protagonizada por atores como Cesar Troncoso, Chino Darín e Marilu Marini. Nascido em 1970 em São José dos Campos (SP) e radicado no Rio de Janeiro, José Eduardo Belmonte é formado em cinema pela Universidade de Brasília e iniciou sua carreira no cinema com Nelson Pereira dos Santos, um dos maiores nomes na história do cinema brasileiro. 

Sobre a Gullane: 

A Gullane é uma das maiores produtoras e incentivadoras do mercado audiovisual brasileiro, além de uma das principais exportadoras de obras independentes. Fundada em 1996 pelos irmãos Caio Gullane e Fabiano Gullane, já soma em seu catálogo mais de 50 filmes lançados com destaque no cinema nacional e no exterior e 30 séries para televisão e plataformas digitais.   

Entre os filmes e séries de destaque estão "Carandiru", “Bicho de Sete Cabeças”, “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”; a franquia “Até que a Sorte nos Separe”; “Que Horas ela Volta?”, "Como Nossos Pais”, “Bingo - o Rei das Manhãs”; as séries “Alice” e "Hard" (HBO), "Unidade Básica - 1a e 2a temporada" (Universal Canal), “Carcereiros” (Globoplay), “Irmãos Freitas” (Space e Amazon Prime), “Ninguém Tá Olhando” e "Boca a Boca” (Netflix). Já coleciona mais de 500 prêmios e seleções em importantes festivais de cinema e televisão do Brasil e do mundo como Mostra de Cinema, Festival do Rio, Cannes, Veneza, Berlim, Sundance, Toronto, MIPTV e Emmy.   

 

Sobre a Globo Filmes: 

A Globo Filmes atua como produtora e coprodutora de filmes brasileiros com foco na qualidade artística e na diversidade de conteúdos que valorizam a nossa cultura, maximizando a audiência no cinema e demais janelas. 

Desde 1998, participou de mais de 400 filmes, levando ao público o que há de melhor do cinema brasileiro; comédias, romances, documentários, infantis, dramas e aventuras. Fazem parte de sua filmografia recordistas de bilheteria, como ‘Tropa de Elite 2’ e ‘Minha Mãe é uma Peça 3’ – ambos com mais de 11 milhões de espectadores –, sucessos de crítica e público como ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’ e ‘Carandiru’, e longas premiados no Brasil e no exterior, como ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar – e 'Bacurau', que recebeu o prêmio do Júri no Festival de Cannes. 

 

Sobre o Canal Brasil: 

O Canal Brasil é, hoje, o canal responsável pela maior parte das parcerias entre TV e cinema do país e um dos maiores do mundo, com 365 longas-metragens coproduzidos. No ar há mais de duas décadas, apresenta uma programação composta por muitos discursos, que se traduzem em filmes dos mais importantes cineastas brasileiros, e de várias fases do nosso cinema, além de programas de entrevista e séries de ficção e documentais. O que pauta o canal é a diversidade e a palavra de ordem é liberdade – desde as chamadas e vinhetas até cada atração que vai ao ar. 





Nenhum comentário