Books Brasil Books

Novidades

[News] Telecine fecha o mês da mulher premiando jovens da periferia com bolsa integral em curso de cinema


Em parceria com o Cinema Nosso, a ação ocorreu durante o mês de março e contou com a avaliação de cinco curtas produzidos pelas alunas do projeto sociocultural por mulheres da indústria audiovisual

O Telecine anunciou nesta quinta-feira (31/03) as ganhadoras de uma bolsa integral em um curso profissionalizante de cinema na Academia Internacional de Cinema (AIC). Naira Fernandes, autora do curta Café da Tarde, e Vitória Régia, autora de Intimidade, alunas do Cinema Nosso, parceiro do Telecine na ação realizada durante o mês de março, em comemoração ao Dia da Mulher, foram as escolhidas. A seleção foi feita por uma banca de juradas formada por cinco mulheres da indústria audiovisual: a atriz e roteirista Karine Teles, a cineasta Sabrina Fidalgo, a influenciadora digital e empresária Monique Evelle, a coordenadora de projetos do Cinema Nosso Gabriela Gonçalves, e a jornalista e apresentadora do Telecine Renata Boldrini.

“O projeto Mulheres Fazem Cinema tem como missão dar protagonismo às mulheres do setor audiovisual e entendemos que o problema começa na origem, na formação dessas mulheres. De acordo com a Ancine, as mulheres representam 53% dos graduados em cinema no Brasil atualmente. Ainda assim, o maior percentual de filmes nacionais lançados comercialmente dirigidos por mulheres não passa dos 30%. Por isso, firmamos essa parceria com o Cinema Nosso no intuito de contribuir para a mudança desse cenário. Este ano, tivemos uma mulher como vencedora do Oscar de Melhor Direção, mas esta é apenas a terceira vez na história que isso acontece. Então, é fundamental darmos visibilidade às mulheres que fazem cinema e esta ação deixa um legado através destas jovens, que têm o potencial de multiplicar o conhecimento adquirido com o curso em suas comunidades”, afirma Ana Beatriz Parente, gerente de comunicação e branding do Telecine.

Já Mércia Britto, diretora do Cinema Nosso, lembra dos 20 anos trabalhados para potencializar carreiras de mulheres no audiovisual e novas tecnologias. “A necessidade de uma turma só para mulheres negras veio do desejo de dar luz para narrativas insurgentes. Acreditamos que as nossas histórias precisam de visibilidade para romper com silenciamentos históricos e as hierarquias de conhecimento, valorizando assim diversas sabedorias e memórias. Por isso, é importante criar laços com empresas que também enxergam essa necessidade e esta ação com a Telecine trouxe oportunidade para algumas de nossas talentosas alunas. Esperamos que o mercado audiovisual as receba bem e que elas conquistem seus sonhos. Quanto à parceria com o Telecine, só temos gratidão por acreditar no Cinema Nosso e esperamos que seja o início de muitas ações futuras”.

As concorrentes ao prêmio foram pré-selecionadas pelo Cinema Nosso através de seus projetos de conclusão do curso Empoderamento e Tecnologia - Jovens Negras no Audiovisual, que contempla mulheres negras, de baixa renda e moradoras da periferia. As finalistas produziram curtas-metragens baseados em suas próprias vivências. As jovens também gravaram depoimentos respondendo à pergunta “Como o cinema me inspira?”, que também foram avaliados pelo júri. A ação reforça o apoio do Telecine à causa Mulheres Fazem Cinema, promovendo uma grande rede de inspiração com histórias de mulheres que movem outras mulheres, e ocorre não só em março, o Mês da Mulher, mas durante todo o ano.

Cinema Nosso

O Cinema Nosso é uma instituição sociocultural que trabalha com Juventudes, Educação e Audiovisual e já formou mais de 10 mil jovens periféricos ao longo de 20 anos de história. Já o projeto Empoderamento e Tecnologia -- Jovens Negras no Audiovisual, tem o objetivo de proporcionar uma visão ampla das diferentes vertentes e possibilidades narrativas e estéticas do cinema, games e séries, através da elaboração dos projetos audiovisuais e tecnológicos. O projeto é destinado a jovens negras e pardas, mulheres ou não-binárias, de 18 a 29 anos de todo o Brasil. Para saber mais sobre a instituição e os projetos, acompanhe o Cinema Nosso através das redes sociais ou no site
 
 

 


Nenhum comentário