Books Brasil Books

Novidades

[News]Músico Elian Woidello estreia turnê “Caminho sem Volta” em Curitiba, no Guairinha, no dia 5 de março

Músico Elian Woidello estreia turnê “Caminho sem Volta” em Curitiba, no Guairinha, no dia 5 de março

                


Elian Woidello

 

Elian Woidello começa a turnê do show “Caminho Sem Volta” com músicas dos seus três álbuns e destaque para as canções do álbum homônimo, no dia 05 de março de 2022 no Guairinha, em Curitiba.

“Caminho Sem Volta” é uma mensagem de esperança, de libertação e de possibilidades! O show leva ao público uma ideia de entender as coisas através das músicas, transportar o espectador a uma realidade desejável, uma ideia de Brasil possível, um Brasil unido com a América Latina, mostrar esse jeito tão diferente de ser brasileiro que Elian carrega em si.

Com influências ecléticas como Bélla Bartok, Beatles, Charly Garcia, Belarmino e Gabriela, Eriberto Gismonti, Arrigo Barbabé, entre outros, suas raízes aparecem muito fortes, mas o olhar curioso e afiado para o que vem de fora, imprimem uma universalidade que  marcam suas canções.  No show “Caminho Sem Volta”, Elian passeia desde o rock clássico e rocksteady até a música caipira do Sul brasileiro, mexendo com o conceito da música popular brasileira.

São 25 canções entre autorais (álbuns Caminho Sem Volta, Deleuze e a Televisão, Terra do Quase e Guria do Interior) e releituras de artistas como: Zé Rodrix, Benito di Paula, Charly Garcia,  Fito Paez e outros.

A banda que acompanha Elian é formada por um time de primeira, com Marlon Siqueira nas guitarras, Jefferson Sassá, baixista, Fernando Wadouski, bateria, Edu Schmidt, guitarra base e a voz intensa e criativa de Gabriela Terzian, uma das pessoas mais queridas da nova geração de Curitiba.

 

 


Serviço:

Show: Caminho Sem Volta

Data: 05/03/2022

Horário: 20h

Censura: livre

Ingressos: R$20,00 meia e R$40,00 inteira

Venda: Bilheteria CCTG e TicketFacil

Endereço: Rua XV de Novembro, s/n, Centro, Curitiba-PR

 

Elian Woidello

Romântico com voz ativa e um inconformado com as mazelas humanas, Elian quer, através das suas músicas, fazer pensar e refletir, incitar o debate sobre esses tempos duros que estamos vivendo.

Tocando na noite o curitibano Elian experimentou de tudo, Bailão, Sertanejo, Rock, MPB, Bossa-nova. Essa mistura foi que permitiu chegar no seu lugar musical e criar uma estética própria, difícil de definir. Poesia e melodia das mais diversas pautam o seu trabalho.

Ajudou a fundar alguns movimentos artísticos como o Viola e Cantoria e o Movimento Autoral Curitibano. Fez o arranjo de alguns espetáculos como o show da banda Paralelo 25 e Como se Fosse um Poema. Elian também produziu inúmeros artistas da cena musical.

Em 2015 gravou “Eu Mando Noticias” em parceria com o músico Vinicius Manhães.  O disco gravado com baixíssimo orçamento lhe rendeu duas de suas principais composições, Guria do Interior e A Carta.

Morando em Buenos Aires mergulhou na música contemporânea argentina e se juntou a nomes como Hilda Lizarasu, Fito Paez e Charly Garcia.

Em 2017, quando voltou da Argentina, o piano se tornou parceiro indispensável e Elian se vê pela primeira vez à frente de uma banda formada por baixo, bateria, violão, guitarra, teclados e etc. As canções passeavam entre o rock, a MPB e a música tradicional do sul do Brasil. Mas o que mais marcou a trajetória de Elian foi a publicação do ensaio “Manifesto da Terra do Quase’’ com um texto que faz uma veemente crítica de costumes e tradições do sul do Brasil em paralelo com algumas experiências pessoais.

Em 2018 lançou o programa de rádio Estado Crítico, que embora tenha tido vida curta, foi sucesso em Curitiba.

Em, 2019 lança o álbum "A Terra do Quase’, uma consequência do “Manifesto da Terra do Quase”. Gravado de maneira totalmente independente e distribuído pela OneRPM gerou grande burburinho ao contestar e polemizar o contexto político e cultural vivido no Brasil e principalmente no sul da América do Sul. Canções como Deleuze e a Televisão, Gilda, Nuestro Peligro tiveram ampla aceitação do público, além da política e contestadora faixa título "Terra do Quase", no álbum que traz temas como o fascismo, a solidão, o desejo e são apresentados de maneira quase obscura e visceral.

Em 2020, fez trabalhos musicais com nomes como: Giselle Tigre, Marcos Valle, Erasmo Carlos entre outros, em um especial em homenagem ao cantor e compositor brasiguaio Taiguara.

“Caminho Sem Volta”, álbum lançado em dezembro de 2021, marca a volta de Elian para a música. Com produção de Jefferson Sassá e Marlon Siqueira, o álbum traz 9 músicas onde o rock predomina. As músicas com referências do Kaballa falam de perda e renascimento, que é como o músico se sente no momento. “Caminho Sem Volta” é uma mensagem de esperança, de libertação de possibilidades. Como prévia do álbum, Elian lançou dois singles: “Você Sabe o Porquê” e “Onde Está Você”.

Nenhum comentário