Novidades

[News] Poliamor: livro quebra tabu e transcende as convenções sociais

O que separa a ficção da realidade é o fator tempo”, profetiza Clóvis Nicacio, escritor paulistano. Autor de As Cinco Esposas de Nathan – As Guardiãs da História, lançada pela Editora Casa do Escritor, Clóvis tem certeza que no futuro amar mais de uma pessoa será uma situação normal. A obra, que envolve fantasia, ficção científica, ação, alienígenas, viagens no tempo e romance, chega para quebrar um dos maiores tabus sociais: o poliamor.

Clóvis admite que a palavra é nova para ele, mas que ao escrever a obra, sentiu a necessidade de levantar o tema. “O ápice das histórias de poliamor acontece no livro As cinco esposas de Nathan. São cinco mulheres militares com capacidade de voltar no tempo e ajudar a formar a carreira do marido, uma pessoa com deficiência física transformado por elas em uma espécie de James Bond futurista”, relata. Além de estarem casadas com ele, elas também são casadas entre si, e vivem juntas em harmonia, sem competição ou preferências.

No livro, o poliamor é consequência de um cataclismo, mas para o escritor, num futuro próximo, a condição será uma “consequência da evolução humana”. “Esse tipo de comportamento, quando adotado em larga escala, pode indicar a diminuição ou o fim de muitos problemas atuais como divórcios, ciúme, traição e até feminicídio”, prevê.

Adepto de abordar temas polêmicos em suas obras, em As Cinco Esposas de Nathan – As Guardiãs da História o escritor faz o leitor viajar por reinos feudais no espaço sideral, paradoxos temporais, naves invisíveis, canhões desintegradores e uma deusa manipuladora que se alimenta de amor desde a pré-história.

Clóvis lançou seu primeiro livro em 2013, Alana Ghosten e o sorriso da vampira. Dedicou-se durante quase metade da vida à tecnologia da informação e acredita ter aprendido que só o que não se torna obsoleto é a necessidade de pensar, materializada na Literatura.

Ficha técnica:
Título: As Cinco Esposas de Nathan
Autor: Clovis Nicacio
ISBN: 9788592229375
Editora: Casa do Escritor
Altura: 22,9 cm
Largura: 15,2 cm
Preço: 54,00
Link de venda: http://bit.ly/clovisnicacio

Sinopse do livro: Quer conhecer mulheres empoderadas? Tem cinco militares ativas que mandam e desmandam, e ainda conseguem tempo para amar, chorar e sorrir.
Quer fantasia? Tem um reino feudal, onde o Rei envia a Princesa herdeira para uma colônia no espaço distante.
Quer ficção científica? Temos naves invisíveis voando no hiperespaço mais rápidas que a luz, armadas com canhões desintegradores, pistolas sônicas, interferótipos e envelopadas por neutrinos.
Quer mais ciência? Entenda paradoxos temporais criados apenas porque sabemos deles.
Quer tabus? Saiba como é um casamento poligâmico entre seis pessoas onde não existe preferências nem competição. Ou como a fé faz milagres quando tudo está perdido.
Quer ação? Tem fuzileiros se caçando e se matando em florestas, terroristas combatidos em terra, no ar e no espaço, perseguição e bloqueios por esquadras espaciais, acrescentado de traições e disputas sanguinárias.
Quer alienígenas? Está cheio de lagartanos, reptilianos, kerns, transmorfos, tarântulos, espectros e outras espécies, amigos e inimigos. De todas as cores, tamanhos, docilidade e ferocidade.
Quer romance? Descubra como a deusa manipula todos para se alimentar de amor, desde a pré-história.
E isso é só o primeiro volume. Ainda vem muito mais por aí.

Sobre o autor: Clovis Nicacio lançou o primeiro livro em 2013, apenas para provar que vampiros não é um tema morto. Alana, a vampira curada, mudou o mundo. Várias personagens se destacaram naquele universo novo e ganharam aventuras próprias. A Terra ficou pequena. Então surgiu um Recruta espacial sem nome, vítima de preconceito, para quem tudo termina bem, seja pela capacidade dele ou por forças provenientes do cosmo.

Vieram os clones, as entidades providas de Inteligência Artificial, as viagens no tempo e as cortinas de neutrinos. Isso até agora, pois o futuro continua mandando mensagens. Desenvolver tudo isso só foi possível graças a mais de meia vida aprendendo a pensar, estudar, ler e escrever relatórios, trabalhando com TI para uma Multinacional.  Aprendeu que Tecnologia passa e se torna obsoleta, mas a necessidade de pensar e aprender são eternas. É hora de usar a experiência adquirida em algo útil e perene: Literatura. O futuro já foi ficção, no presente é possibilidade e amanhã será passado.


Nenhum comentário