Novidades

[News] Atriz francesa Adèle Haenel é a estrela do filme “A Revolução em Paris”, que estreia hoje

Adèle Haenel é a protagonista de “A Revolução em Paris”, drama histórico de Pierre Schoeller, que narra os primeiros anos da Revolução Francesa e que estreia nos cinemas brasileiros nesta quinta, 28/11. Premiada com o César de Melhor Atriz Coadjuvante em 2014 pelo filme "Suzanne" e de Melhor Atriz em 2015 pelo longa "Amor à Primeira Briga", a jovem interpreta Françoise; uma mulher do povo que, ao lado de outras pessoas, se revela contra a monarquia de Luís XVI e exige transformações na sociedade baseada nos princípios de liberdade, igualdade e fraternidade. Representantes do povo participam da revolução e têm seus destinos cruzados com figuras históricas da França. O elenco feminino conta ainda com Céline Sallete, Julia Artamonov, Noémie Lvovsky e a pequena Emma Stive.

A Bonfilm, responsável pela distribuição do longa no país, divulga cena que ressalta o importante papel das mulheres neste momento histórico. A Marcha de Mulheres em Versalhes, realizada em outubro de 1789, marca o primeiro grande evento feminino aos olhos de todos - deputados, nobreza e burguesia de Paris. O feito foi a irrupção de mulheres na cena política, que provocou também um evento impensável para a época: o rei e a rainha deixariam Versalhes para voltar à Paris. É um ponto de grande virada na revolução porque, pela primeira vez, mulheres jardineiras, lavadeiras, vendedoras e artesãs, promoviam a erupção da energia popular no coração do poder francês. “Eu realmente queria filmar o surgimento de uma consciência política, uma liberdade nascente, intoxicante e envolvente. Desde o início do projeto, sempre desejei que a coragem, a diversidade de sensibilidades, a esperança e o entusiasmo dessas mulheres ressoassem no filme”, ressalta o diretor Pierre Schoeller.

“A Revolução em Paris” teve exibição exclusiva no Brasil durante a décima edição do Festival Varilux de Cinema Francês, realizado em junho deste ano e contou com a presença do diretor Pierre Schœller - sendo o filme mais assistido não apenas desta edição como também dos dez anos de evento: 20.751 espectadores. Apresentado também em seleção oficial na Mostra di Venezia, “A Revolução em Paris” foi um dos filmes franceses recentes de maior orçamento de produção, com cerca de 17 milhões de euros, o que permitiu reconstituir cenas históricas em cenários autênticos nas ruas de Paris e arredores. 

A REVOLUÇÃO EM PARIS
Un peuple et son roi
De Pierre Schoeller
Com Gaspard Ulliel, Adèle Haenel, Olivier Gourmet, Louis Garrel, Izïa Higelin, Noémie Lvovsky, Laurent Lafitte
2018 – Drama histórico – 2h01
Distribuição no Brasil: Bonfilm
Classificação indicativa: 16 anos

Sinopse
Em 1789, sob o reinado de Luís XVI, o povo francês rebela-se contra a monarquia e exige uma transformação na sociedade baseada nos princípios de liberdade, igualdade e fraternidade. Un Peuple et Son Roi cruza os destinos de homens e de mulheres comuns com figuras históricas. No meio da história, há o destino do rei e o surgimento da República.

Sobre o diretor
Pierre Schoeller começa sua carreira como roteirista para o cinema e a televisão. Em 2008, dirige seu primeiro filme para o cinema, “Versailles”, com 130 mil espectadores e duas indicações ao César, de Melhor Ator para Guillaume Depardieu, e de Melhor Primeira Obra. Com seu segundo longa-metragem, “O Exercício do Poder”, Schoeller chega ao sucesso e atrai mais de 500 mil espectadores, com o apoio de uma crítica entusiasta. O filme é selecionado em Cannes na prestigiosa categoria Um Certo Olhar.  Pierre Schoeller conseguiu conjugar uma exigência artística e um assunto profundo com um sucesso de público. O Exercício do Poder também suscitou o interesse da Academia do César, dessa vez com oito indicações, e três estatuetas recebidas: Melhor Som, Melhor Roteiro, e Ator Coadjuvante para Michel Blanc. Em setembro de 2018, lança seu terceiro longa-metragem, “A Revolução em Paris”, filme ambicioso, com um orçamento de 16,9 milhões de euros, que trata da Revolução Francesa.

Sobre a Bonfilm

Além de distribuidora, a Bonfilm é realizadora do Festival Varilux de Cinema Francês e Festival Ópera na Tela, projeções de filmes ao ar livre em uma tenda no Rio de Janeiro, em São Paulo, e em cinemas de todo Brasil. Este ano, já foram lançados nos cinemas “Asterix e o Segredo da Poção Mágica”, “Amor à Segunda Vista” e “Meu Bebê”.


Nenhum comentário