28 setembro 2018

[Resenha] Como se livrar de um escândalo

Sinopse:
“Não importa o quanto você tente controlar suas próprias emoções, não vai conseguir controlar as minhas.”

Na noite do baile na Mansão Parkhurst houve um encontro escandaloso na biblioteca.
Será que Lady Canby teve um caso com um criado? Ou a Srta. Fairchild tinha um romance secreto? Talvez um casal de criados tenham aproveitado o momento de distração dos patrões para se encontrarem…
Tudo o que Charlotte Highwood sabe é que não foi ela. Mas os rumores apontam o contrário. A menos que descubra a verdadeira identidade dos amantes, a jovem será forçada a se casar com o marquês Piers Brandon, também intitulado Lorde Granville – o cavalheiro mais frio, arrogante e lindo que ela já teve a infelicidade de conhecer.
Quando começam as investigações dos verdadeiros amantes envolvidos no escândalo, Piers revela esconder muitos segredos. E guarda ferozmente a verdade sobre seu passado sombrio.
O escândalo na biblioteca parecia um mistério simples de resolver, mas logo perigos perturbadores surgem na vida de Piers e Charlotte.
A paixão é intensa. O perigo é real. Charlotte arriscará tudo para provar sua inocência nesse caso escandaloso ou irá se entregar a um homem que jurou nunca amar?

O que eu achei
Como se livrar de um escândalo é o quinto volume da série Spindle Cove e quarto da Castles Ever After-é um crossover das duas, misturando personagens e locações tanto de Spindle Cove quanto de Castles Ever After. Ele nos apresenta a Charlotte Highwood, uma jovem cansada das atitudes de sua mãe de dar uma de Cupido, insinuando-a para todos os solteiros da alta sociedade londrina-e por causa disso, acabou recebendo o infeliz apelido de Debutante Desesperada. Quando ela vai passar alguns dias no campo com um amigo da família, o Marquês de Granville, Charlotte decide que ele é um bom partido. Ela aposta que sua mãe pensará a mesma coisa e como ele é uma alternativa melhor do que Piers Brandon, um homem extremamente frio.

Quando ela visita lorde Granville na biblioteca, mostra que está interessada e tenta se afastar rapidamente mas o lorde a provoca e ela decide ficar mais um pouco no recinto, E é aí que toda a situação se complica.Um casal (que eles não conseguem reconhecer a princípio) entra na biblioteca e eles se escondem atrás das cortinas. Bem, eles não estão tendo um caso(pelo menos não ainda)mas o casal sim, são amantes e estão ali em um encontro secreto pois ambos estão traindo pessoas a quem já são comprometidas.

Depois de um tempo, o casal acaba indo embora e Charlotte e Granville acham que não vai dar mais problemas mas se enganaram: Edmund, filho do dono da casa, pega-os no flagra e conta para o pai e para a Sra.Highwood que ouviu ruídos de um assassinato.Quando tentam sair da biblioteca, são descobertos e Piers, em uma tentativa de amenizar a situação, pede a mão de Charlotte em casamento.Essa cena foi uma das mais hilárias do livro. Mas ela está determinada a descobrir a identidade dos amantes antes de ser forçada a casar com Piers. Ela está certa de que caso consiga provar que não foram eles que estavam produzindo aqueles sons guturais, estará livre para procurar o homem ideal e libertar Pier da obrigação.

Embora não seja necessário ler os volumes anteriores das séries para entender, recomendo não fazê-lo porque há pequenos spoilers durante as narrativas dos outros livros. Mas é uma leitura deliciosa, os protagonistas são o completo oposto um do outro mas se complementam. Ideal para os fãs de Tessa Dare.



Nenhum comentário

Postar um comentário