28 setembro 2018

[News] ¨De punhos cerrados¨ de Marco Bellocchio, divulga cartaz nacional


"De Punhos Cerrados"
estreia no Net NOW !
Considerado uma obra-prima do cinema italiano, o primeiro longa-metragem de Marco Bellocchio é estrelado por Lou Castel e tem trilha sonora de Ennio Morricone. O filme que estreou no Festival de Locarno em 1965 e foi aclamado pelos críticos, pode ser conferido em versão remasterizada no Net NOW.
Destaques na Imprensa Internacional
"Deslumbrante primeiro filme, onde Bellocchio já anunciava sua precisão cirúrgica como diretor."                                                           (Télérama)
"De Punhos Cerrados capta a complexidade do conflito entre a morte e instinto da vida no momento da adolescência." (Le Monde)
"A obra de carga violenta contra o conformismo italiana por excelência merece ser assistida."
(Le Point)
"Bellocchio criou um filme intimista, grandioso e apoiado por um elenco de atores impecáveis." (Critikat.com)
"Uma obra-prima onde Bellocchio reúne grandes nomes do cinema italiano." (CineMagazine)
"Um emocionante thriller psicológico." (Cinephilia)

                      Sinopse:
Uma mãe de quatro filhos que não consegue educá-los nem administrar a casa. Uma filha, aparentemente normal, que age de maneira infantil e possui um sentimento mórbido em relação ao irmão. Um filho atormentado por desejos conflitantes que toma medidas drásticas para livrar sua família disfuncional de seus tormentos.

                      Sobre o Filme:
Carregado por um estilo de perversidade chocante e humor negro selvagem, “De Punhos Cerrados” de Marco Bellocchio foi um reluzente picador de gelo nos olhos dos valores familiares e da moral Católica da burguesia, um trabalho verdadeiramente único que continua a ser classificado como uma das grandes realizações do cinema italiano.

                 SOBRE MARCO BELLOCCHIO
ROTEIRISTA/DIRETOR
Da rebeldia adolescente às instituições religiosas e à subversão política, os filmes do diretor italiano Marco Bellocchio exploram as contradições políticas e sociais de seu país. Seus prolíficos 50 anos de carreira estão intimamente ligados às complexidades e discrepâncias da história italiana.
Os trabalhos de Bellocchio são conhecidos por serem politicamente engajados e por constantemente atacarem símbolos do conformismo italiano. Seu filme de estreia, repleto de humor negro, De Punhos Cerrados, de 1965, sobre um adolescente existencialmente atormentado, é geralmente lembrado por ter antecipado a revolução da juventude que abalaria as estruturas da sociedade italiana. Durante os anos 70, o cinema de Bellocchio explorou o tumulto político da época. Ele condenou a religião em Em Nome do Pai, de 1971, e o exército em Marcha Triunfal, de 1976.
A partir dos anos 80, os filmes de Bellocchio frequentemente se concentram em aceitar um passado pessoalmente e politicamente turbulento. Ele questionou ideologias e questões morais, e lutou para que as motivações de seus personagens fizessem sentido. Contrapôs o conflito entre a Igreja e a esquerda radical sem se alinhar com nenhuma das duas. Seus filmes compõem uma investigação rica, fascinante e humana sobre a vida italiana, tanto moderna quanto histórica.

Bellocchio nasceu em Piacenza, Itália, em 1939. Em 1959, largou o curso de Filosofia na Universidade Católica de Milão para estudar no Centro Experimental de Cinematografia, em Roma. Realizou diversos curtas-metragens no início dos anos 60 e estudou na Slade School of Fine Arts, em Londres. Bellocchio recebeu o Leão de Ouro pelo conjunto de sua obra no Festival Internacional de Veneza, em 2011.


Nenhum comentário

Postar um comentário