Novidades

[News] “Chão de Estrelas”, série de Hilton Lacerda, estreia no Canal Brasil

 
Com a trama inspirada no grupo de teatro apresentado em "Tatuagem”, a produção aborda temas como o desprezo à cultura por parte da sociedade conservadora e especulação imobiliária

“Chão de Estrelas”, uma provocação criada por Hilton Lacerda a partir do filme “Tatuagem”, estreia no Canal Brasil na sexta, dia 10 de setembro. A série gira em torno de um grupo teatral anárquico, formado por integrantes com origens e histórias diversas, que ocupa um casarão no Centro Histórico do Recife. Os sete episódios vão ao ar, sempre às sextas, às 22h30 – mas, na data da estreia, todos estarão disponíveis nos serviços de streaming Canais Globo e Globoplay +Canais ao Vivo.

“Criar a série ‘Chão de Estrelas’, uma leitura contemporânea e aprofundada do grupo de teatro do filme ‘Tatuagem’, foi um dos trabalhos mais excitantes que já realizei em minha vida. E o resultado desse esforço, ladeado pelo auxílio luxuoso de toda a equipe, é uma narrativa delirante, que representa bem minhas inquietações sobre o atual estado das coisas. ‘Chão de Estrelas’ é puro conflito, em todos os níveis, e mergulha num universo onde várias artes comungam do mesmo fim: promover uma incômoda festa que nos sirva de barricada no presente para nos escudar lá no futuro. E com arte. Muita arte”, descreve o diretor Hilton Lacerda.

Chão de Estrelas é um grupo teatral cujas montagens são voltadas ao experimento da linguagem. Eles ocupam o casarão de Dionísio (Paulo André), famoso e recluso artista plástico às voltas com os fantasmas de seu passado. Dentro da casa, um espaço vivo e pulsante, vivem, além de Dionísio, Adão (Giordano Castro), Thelma (Nash Laila), Ícaro (Gustavo Patriota) e a mais nova integrante, Sônia (Uiliana Lima). A eles, juntam-se outros integrantes como Ériko (Dante Olivier), Veludo (Matheus Félix), Eneida (Ana Paula Gaspar), Depressílvio (Mário Sérgio Cabral), e Leninha (Ana Marinho), que auxilia o grupo na manutenção do espaço, além de ser antiga moradora do casarão.

"A série nos provoca para experimentar e saborear a arte como uma arma. Uma arma que está ao nosso alcance para lidar com nossos fantasmas e com os fantasmas do mundo. Produzir cultura hoje no Brasil já é em si um ato de resistência. E produzir uma série que fale sobre o poder da criação como ferramenta de confronto e de construção social e política é um prazer e um necessidade", conta Nara Aragão, produtora da série.

Com o risco de perder o imóvel, arrematado por uma poderosa construtora, o Chão de Estrelas inicia um movimento pela manutenção do espaço. A partir daí passam a sofrer ataques externos, gerando atritos dentro e fora do grupo. Os pais de Soninha, casal de pastores midiáticos (Sandro Guerra e Titina Medeiros), junto com a família de Thelminha, uma tradicional família pernambucana ligada à construtora e comandada pela matriarca Pompéia (Esther Góes), lideram esses ataques.

Está posta a mistura perfeita para a batalha criativa, onde arte e resistência lutam para falar a mesma linguagem, e a memória é o combustível para enfrentar o presente e modificar o amanhã. No final de cada episódio, há depoimentos dos personagens sobre conflitos próprios e coletivos que ajudam a costurar a trama.

“Eu sinto uma alegria enorme em lançar uma série com quase sete horas de conteúdo no Canal Brasil, essa alegria tem o mesmo tamanho da minha preocupação ao perceber que não tenho respostas a dar quando alguém me pergunta pela segunda temporada (sim, temos uma história com potencial fantástico para uma segunda temporada). Olho no horizonte e não vejo como financiar novas obras audiovisuais independentes em curto tempo nesse cenário tão pessimista para a cultura brasileira, pois quem deveria estar defendendo nossos bens culturais, parece mais empenhado em fragilizar e paralisar a cadeia da produção cultural”, lamenta o produtor João Vieira Jr.

Chão de Estrelas (2021) (7x50’)
 
INÉDITO e EXCLUSIVO
 
Direção: Hilton Lacerda
Elenco: Nash Laila, Gustavo Patriota, Uiliana Lima, Giordano Castro, Lívia Falcão, Titina Medeiros, Paulo André e Sílvio Restiffe
Classificação etária:
Estreia: sexta, dia 10/09, às 22h30
Horário: sexta, às 22h30
Alternativos: madrugada de domingo/segunda, às 2h; madrugada de quarta/quinta, às 4h; e segunda, às 0h30

Sinopse episódio 01 – PEDRA NO CAMINHO: O Chão de Estrelas prepara uma nova montagem. Sônia, a mais nova integrante do grupo, rompe com os pais e se muda para o casarão que abriga a trupe. Os embates entre ela e Thelma são constantes, para a diversão de Ícaro, Adão, Eneida, Depressilvio, Veludo e Ériko e empurram Sônia a protagonizar o primeiro ensaio aberto da temporada e confrontar suas escolhas. Mas o que eles não imaginam é que Dionísio tem uma notícia que pode colocar tudo a perder.

Sinopse episódio 02 – PAREDES DA MEMÓRIA: Abalados com as recentes notícias, o Chão de Estrelas precisa encontrar saídas para o atropelo de seu projeto. Enquanto Eneida, cenógrafa e iluminadora, propõe que os ensaios abertos ocupem a rua como forma de chamar a atenção, Thelma encontra sua avó, Pompéia, desconfiada de que a construtora da família possa ter algum envolvimento na situação. Quando a performance do grupo toma as ruas, o choque entre arte e realidade ganha contornos explosivos.

Sinopse episódio 03 – MOTO-CONTÍNUO: A confusão com a polícia gerou visibilidade e comoção popular. A disputa pelo imóvel que abriga o Chão de Estrelas agora ocupa os noticiários e redes sociais. Como estratégia, iniciam um movimento pelo tombamento do casarão como patrimônio histórico e cultural e, para conseguir adesão, decidem produzir um vídeo-manifesto. Mas, enquanto a luta exige a união do coletivo, desejos individuais começam a aprofundar as rachaduras do grupo.

Sinopse episódio 04 – A LOUCURA DA RAZÃO: Apesar do sucesso da campanha pelo tombamento, os membros do Chão de Estrelas travam batalhas particulares: A participação no vídeo manifesto gera problemas no trabalho de Adão, Ícaro viaja para o Rio de Janeiro as escondidas para um teste, Ériko tem problemas de saúde e a visita da mãe de Thelma revela segredos sobre sua família. Para piorar, a prefeitura proíbe o funcionamento do Chão de Estrelas. O grupo precisa tomar uma decisão: desistir ou transgredir?

Sinopse episódio 05 – A MÃE DE TODAS AS CULPAS: A situação do casarão do Chão de Estrelas se agrava, o prazo para deixarem o imóvel está acabando e as estratégias de defesa do grupo vão sendo minadas. Como último recurso, convidam o público para ocupar o casarão. Durante esse processo, as relações internas entre os integrantes se deterioram e segredos vem à tona. Quando a saúde de Ériko piora e a polícia bate na porta, o descontrole toma conta e os conflitos explodem com violência.

Sinopse episódio 06 – FLOR DA PELE: A ocupação do casarão continua, mas o cansaço toma conta de todos. Enquanto a vida pessoal de cada um dos membros do Chão de Estrelas parece desmoronar, forças externas estão empenhadas em acabar com o movimento de resistência que se formou. A água e a luz do casarão são cortadas, dificultando ainda mais a convivência e forçando o grupo a tomar medidas drásticas.

Sinopse episódio 07 – PRECIPÍCIO: O prazo para se retirarem do casarão esgota, as relações pessoais chegam ao seu limite. Tudo que resta ao grupo Chão de Estrelas é fazer sua última apresentação, um espetáculo na rua, desafiando a lei e finalizando seu processo de criativo. Seus opositores também preparam uma manifestação pública de repúdio ao grupo. O que acontece quando a arte e a intolerância conflitam? O que é real, o que é encenação e o que é memória se transformam num mesmo corpo. É o fim ou o princípio?

FICHA TÉCNICA

Elenco Grupo Chão de Estrelas

Giordano Castro (Adão)
Nash Laila (Thelminha)
Uiliana Lima (Soninha)
Gustavo Patriota (Ícaro)
Dante Olivier (Ériko)
Mário Sérgio Castro (Depressílvio)
Matheus Tchoka (Veludo)
Ana Paula Gaspar (Eneida)

Elenco
Paulo André (Dionísio)
Ana Marinho (Leninha)
Sílvio Restiffe (Evandro)
Lívia Falcão (Eugênia)
Sílvia (Titina Medeiros)
Sandro Guerra (Pastor Josias)

Participações Especiais
Esther Goés (Dona Pompéia)
Esperança (Soia Lira)

Equipe Técnica
Direção: Hilton Lacerda e Milena Times
Produção: João Vieira Jr. e Nara Aragão
Roteiro: Anna Carolina Francisco, Dillner Gomes e Hilton Lacerda
Direção de Fotografia: Ivo Lopes de Araújo
Direção de Arte: Karen Araújo
Som direto: Pedro Moreira e Moabe Filho
Elenco: Letícia Simões
Montagem: Natara Ney
Espetáculos: Grupo Magiluth
Música: DJ Dolores 
 
 

 


Nenhum comentário