Novidades

[News]Trilogia Gaia foi inspirada na mitologia grega e na Ilha de Creta

Trilogia Gaia foi inspirada na mitologia grega e na Ilha de Creta
Telma Brites revelou que uma viagem pela Grécia lhe deu inspiração para a história




Lançada em nova edição pelo Grupo Editorial Coerência nos últimos meses de 2020, a Trilogia Gaia, escrita por Telma Brites, é uma fantasia com mitologia grega que ganhou traços e contornos após uma viagem da autora, em 2014, pela incrível Ilha de Creta, considera a ilha de Zeus devido todo o seu histórico com os deuses mitológicos.

Telma Brites tinha a ideia de escrever um livro há muito tempo antes da viagem, e apesar de ter traçado os seus personagens ainda não sabia qual seria o contexto de toda a trama. Foi durante um passeio de férias na Grécia que a tese do enredo despertou em sua mente, assim, dando vida a Trilogia Gaia.

"Ficamos na ilha de Creta, considerada a ilha de Zeus. Pois foi lá que Réia, a esposa de Cronos, escondeu seu filho Zeus, recém nascido, para evitar que o esposo o engolisse como fez com os outros filhos, para escapar de uma profecia.", disse a autora.

Zeus foi criado em Creta pela cabra Amalteia e as ninfas, cada parte da ilha emanava uma energia diferente para a autora e no último dia de viagem ela foi para uma parte elevada do hotel que dava vista para o mar. Foi nesse momento de tranquilidade, meditação e admiração que ela avistou uma rocha e imaginou uma rocha no vilarejo vizinho e imaginou ser um gigante adormecido com a cabeça virada para o mar e as mãos postas sobre a barriga.

"Naquele momento, eu soube que meus personagens se envolveriam em uma história ligada à mitologia grega, envolvendo mitos e profecias.", relatou Telma Brites.

A trilogia é composta por “Gaia – A Roda da Vida”“Gaia – O Templo Esquecido” e “Gaia – A Cidade da Luz”, a história gira em torno da jovem Gaia passando por diversos questionamentos em relação a sua realidade, na qual parte em uma aventura para saber sobre a sua origem ao lado de um amigo. Os livros foram indicados ao Coerência Choice Awards 2020 como Melhor Fantasia.





Sinopse “Gaia – A Roda da Vida”
Após perder os pais, Gaia Gottesstein é obrigada a abandonar a América para viver em uma cidadezinha da Alemanha. Lá, a jovem lida com os habituais dilemas da adolescência enquanto se adapta à nova rotina em um cenário paradisíaco e aparentemente inofensivo, mas que pode esconder segredos. Ao tentar revelá-los, Gaia descobre antigas histórias relacionadas ao passado de sua família e se vê entre deuses e monstros, que saltam das páginas dos livros de mitologia para influenciar diretamente sua vida. É então que ela passa a contar com a ajuda de Jaison, um rapaz de personalidade forte e de passado difícil, sem saber se esse amor será capaz de mantê-la forte o bastante para aplacar a fúria do Olimpo.

Sinopse “Gaia – O Templo Esquecido”
Atormentada pelos pesadelos cada vez mais frequentes, Gaia Gottesstein percebe que uma misteriosa profecia sugere que os deuses do Olimpo estão vivos e que isso pode custar sua vida. Decidida a investigar o desaparecimento de seus pais, mergulha de cabeça no passado de sua família. O que ela não poderia prever é que novas perdas e tensões a levariam à ilha de Ares, local onde suas habilidades e sentimentos serão colocados à prova. Separada de seu amado Jaison, o único que entendia suas agonias, é atraída para uma trama repleta de vingança e redenção, na qual jamais imaginou se envolver.

Sinopse “Gaia – A Cidade da Luz”
Aos sete anos, Gaia parece uma criança comum, mas, ao perder a mãe em um misterioso acidente aéreo e, nove anos depois, ver o pai desaparecer no fundo do oceano sem deixar vestígios, sua vida se transforma. Durante uma temporada com os tios na Alemanha, ela enfrenta inúmeros desafios e descobre que a trajetória de sua família está atrelada às épicas histórias da mitologia grega. Prestes a se lançar em uma cratera que põe em risco a sua vida, Gaia confronta um destino do qual nem mesmo o seu amado Jaison pode a proteger. A fúria doentia do deus do mar é implacável, mas a morte é a chave para ultrapassar a última porta que desvendará o enigma profético. Gaia e Jaison estarão preparados para confrontar as leis quânticas e sair ilesos dessa odisseia?

Sobre a autora
Telma Brites Alves nasceu em 1963 na Bahia, onde passou a infância, entre Cafarnaum e o Morro do Chapéu. Aos 10 anos de idade, mudou-se para Salvador, onde fez teatro amador e se formou em Ciências Sociais na UFBA, especializando-se em antropologia médica. Já na adolescência, diferente da maioria dos colegas da mesma idade, gostava de ler Kafka, Simone de Beauvoir e Sartre. Em 1997, mudou-se para a França e conseguiu a titularidade CAPES para lecionar língua portuguesa. Atualmente mora em Sechtem, na Alemanha, onde ensina português em uma escola particular e dedica seu tempo livre para cuidar da família, e realizar o sonho de ser escritora. É casada e tem três filhos.

Saiba mais em:
@telma_brites
@comunicahype
http://editoracoerencia.com.br/author/telma-brites/

PR/Hype

Nenhum comentário