Novidades

[Programação] Filmes em Destaque no Canal Brasil –03 a 09 de agosto

A GLÓRIA E A GRAÇA (2017) (93’)
 
Horário: Segunda, dia 03, às 19h25
Direção: Flávio R. Tambellini
Classificação: 14 anos
 
Quando descobre que tem um aneurisma fatal, Graça (Sandra Corveloni) precisa, mais do que deixar sua vida em ordem, deixar os filhos – Papoula (Sofia Marques), de 15 anos, e Moreno (Vicente Demori), de oito – amparados. Ela entra, então, em contato com Luis Carlos, o irmão com quem não fala há 15 anos. Só que Luis Carlos agora é Glória (Carolina Ferraz).
 
COMO VOCÊ É (AS YOU ARE) (2016) (105’) 
 

Horário: Terça, dia 04, às 22h
Direção: Miles Joris-Peyrafitte
Classificação: 16 anos

Jack (Owen Campbell) é um introvertido menino de 16 anos que mora apenas com a mãe, Karen (Mary Stuart Masterson), em um bairro simples de um subúrbio americano. Quando a mulher se apaixona por Tom (Scott Cohen), um agente de segurança, ele ganha um meio-irmão até então desconhecido, Mark (Charlie Heaton), um rapaz da mesma idade, mas de comportamento agressivo. Logo surge uma amizade marcante, a qual se junta Sarah (Amandla Stenberg). O inseparável trio passa por alguns dos principais momentos da adolescência: a descoberta da sexualidade e das drogas, a rebeldia, os tabus e bullying. Toda essa história é contada a partir dos depoimentos concedidos a um detetive em uma investigação policial misteriosa.
 
ADONIRAN, MEU NOME É JOÃO RUBINATO (2019) (95’) 
 

Horário: Quarta, dia 05, às 20h
Direção: Pedro Soffer Serrano
Classificação: 12 anos

Adoniran Barbosa, o maior sambista paulista de todos os tempos, é protagonista do documentário de Pedro Soffer Serrano coproduzido pelo Canal Brasil. A cinebiografia desse nome cuja história se confunde com a da própria música brasileira resgata os detalhes da personalidade e da carreira do compositor de clássicos como Trem das Onze, Samba do Arnesto e Saudosa Maloca, entre tantos outros. A partir de imagens raras de sua vida, desde a infância em Valinhos, em 1910, até seu falecimento, em 1982, o diretor remonta a trajetória de João Rubinato – seu nome de batismo – e resgata os traços de sua personalidade, a vontade de viver de música, a verve cômica de seus sambas e a malandragem típica de um verdadeiro bamba. O filme traz depoimentos de quem conviveu de perto com o pai do samba paulistano, como ficou conhecido.
 
AMOR, PLÁSTICO E BARULHO (2015) (90’)
 

Horário: Quinta, dia 06, 20h30
Direção: Renata Pinheiro
Classificação: 14 anos

Seguindo os passos de Jaqueline (Maeve Jinkings), sua companheira de banda e musa inspiradora, Shelly (Nash Laila) sonha virar uma grande cantora de música brega. Ela entra para o show business em busca de fama e fortuna mas, inserida em um mundo onde tudo é descartável, incluindo o amor e as relações humanas, ela vai encontrar grandes dificuldades para atingir a fama.
 
O OLHO E A FACA (2019) (96’) 
 

Horário: Sexta, dia 07, às 20h20
Direção: Paulo Sacramento
Classificação: 16 anos

Rodrigo Lombardi interpreta um protagonista dividido entre a vida em terra firme e em uma plataforma de petróleo no mais recente longa-metragem de Paulo Sacramento, também estrelado por Maria Luisa Mendonça, Caco Ciocler, Debora Nascimento e Luis Melo. Roberto (Rodrigo Lombardi) trabalha embarcado na extração do recurso natural mais disputado do planeta e seu ofício exige que ele passe boa parte de seu tempo ausente dos compromissos familiares. Em alto mar, ele tem uma rotina não apenas em algum lugar entre Rio de Janeiro e Santos, mas entre duas realidades completamente distintas. De um lado, em São Paulo, estão a esposa, Cris (Maria Luisa Mendonça) e o filho. Do outro, no Rio de Janeiro, a amante (Debora Nascimento).
 
CONFIA EM MIM (2013) (86’) 
 

Horário: Sábado, dia 08, às 23h15
Direção: Michel Tikhomiroff
Classificação: 12 anos

Mari (Fernanda Machado), uma promissora chefe de cozinha, trabalha duro e sonha em abrir seu próprio restaurante. Até que acaba se envolvendo com Caio (Mateus Solano), um carismático rapaz, que dará as condições para ela realizar o seu sonho. Mas as coisas nem sempre são o que parecem ser.
 
10 SEGUNDOS PARA VENCER (2018) (115’)
 
 
Horário: Domingo, dia 09, às 22h20
Direção: José Alvarenga Jr.
Classificação: 14 anos

Eder Jofre (Daniel de Oliveira) viveu desde criança entre as cordas dos ringues de boxe. Filho do respeitado pugilista argentino Kid Jofre (Osmar Prado), passou boa parte de sua infância assistindo aos treinamentos do pai e desferindo socos na tímida academia da família, onde o brigão Antonio Zumbano (Ricardo Gelli), estrela em ascensão no esporte, também trocava ganchos, cruzados e diretos. O talento do homem, no entanto, era inversamente proporcional ao seu comprometimento e, após mais uma confusão em um bar do bairro do Peruche, em São Paulo, o atleta morre, vítima de uma garrafada. O “galinho de ouro”, então, como o principal boxeador do centro de esportes e, com grande determinação e uma cobrança imparável do pai, começa a despontar como um talento da nobre arte. O filme percorre a vitoriosa carreira do peso-galo nos ringues mundo afora, adicionando pitadas de drama familiar a cada duelo.


Nenhum comentário