Novidades

[News]Thicia - conheça o novo nome da Warner Music Brasil

BIOGRAFIA | THÍCIA



Uma viajante aprendiz, em constante processo de autoconhecimento, na busca da melhor versão que pode ter. Essa é Thícia, nascida Letícia Pedro dos Santos, 31 anos. Natural de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, a artista é uma guria-mulher indo para a vida e pronta para compartilhar com o público o seu mundo.

Aposta da Warner Music Brasil para o cenário fonográfico, a artista coloca em composições autorais a forma do que vê e sente ao redor. Ela é e leva, principalmente, por meio da música, amor. Extremamente sensível, intensa, espontânea, sincera, ansiosa, impulsiva e até, como ela mesmo descreve, ‘chatinha’ algumas vezes, Thícia é sempre autêntica. Ariana destemida, lésbica e militante da causa LGBTQIA+, compositora e cantora. Ela se coloca à serviço dos outros por meio da voz, ajuda as pessoas a se conectarem com os próprios sentimentos.

Acreditando na arte como um poderoso portal, capaz de transportar o público para mundos diversos, Thícia está pronta para apresentar frequências incríveis para equalizar os ouvidos atentos. A relação com a música é antiga, em casa, sempre existiu. Aos 13 anos, aprendeu a tocar violão de tanto ver o seu irmão dedilhando o instrumento. “Sempre achei incrível o poder deste instrumento em reunir as pessoas numa roda para cantar e se divertir. Lembro como se fosse hoje, minha mãe sentada comigo me ensinando acordes básicos e na frente o caderno antigo de músicas dela. Confesso que meu irmão tentou me ensinar antes, mas não tive paciência para sempre ficar tocando ‘Marcha Soldado’ e ‘Noite Feliz’. Pensava: quem vai querer cantar comigo?! Só no Natal e olhe lá”, diverte-se a cantora.

Dos ensinamentos da mãe às revistas de cifras. Nelas, Thícia aprendeu Legião Urbana e RBD, com a última, a idenficação foi imediata, as letras românticas e melodias grudentas começaram a traçar a personalidade musical da artista ainda em formação. “Ali, entendi o que eu queria pra minha vida: viver envolvida pela música”. Desde criança, ouvi de tudo e, por isso, as influências musicais são diversas, de Donna Summer, Lulu Santos, Toquinho e Chico Buarque à Abba, Bon Jovi, The Beatles, Clara Nunes, Roupa Noca e SPC. Para as referências musicais, além do grupo mexicano, Roxette, Taylor Swift, Jesse & Joy, Sandy & Junior, Melim e Day, com estruturas musicais (início, pré-refrão e refrão) – do arranjo, harmonia e melodia, chamando para o sentimento junto com a letra e cantando história de amor, moldam o perfil da artista.

As primeiras composições surgiram entre 2012 e 2013, neste período, produzia os próprios vídeos para o canal do YouTube e fazia inscrição para a edição do The Voice Brasil (TV Globo) daquele ano. Apesar de ter passado por algumas etapas, não chegou a se apresentar no palco do programa, no Rio de Janeiro.

Ainda em 2013 compõs “Quem Sabe”, música que Anitta gravou para o DVD “Meu Lugar” (2014). A faixa fez parte da trilha sonora da novela Malhação – “Sonhos” (TV Globo). Envolvendo dois mundos, físico e espiritual, assuntos que a artista gosta muito, a música tem um lugar especial para Thícia, “eu amo a história dessa canção, além de envolver dois mundos que eu amo, após compor, escutei uma voz masculina no meu ouvido esquerdo, dizendo: ‘essa música não é para você, menina. Deixe-a de canto’. Perguntei para quem seria a canção, já que não era pra mim, mas a voz não respondeu, me deixando no vácuo bonito (risos)”, comenta. “Passou um tempo, escutei a música ‘Zen’ e a voz voltou: ‘a música é para ela, menina’. Na hora eu ri, porque seria, na minha mente, dificílimo chegar nela e, ainda mais, ela querer gravar. Ao participar do concurso de cover da música ‘Zen’, fiz amizades nos fã clubes, que acabaram me ajudando a encontrar os profissionais envolvidos com a Anitta. Mandei para todo mundo, até que, para a minha felicidade, de alguma forma ela ouviu e gostou. Sou muito grata a todos que fizeram parte disso!”.
Foram os retornos de direitos autorais de “Quem Sabe” que permitiram com que Thícia investisse na gravação de material independente, mesmo não conseguindo dar continuidade na época. Em 2017, voltou para a Faculdade de Licenciatura em Música, no IPA, após ter trancado em 2014. Onde segue estudando.

Em 2019, o universo presenteou, mais uma vez, a trajetória de Thícia. Foi neste ano em que ela começou a se apresentar em bares e restaurantes, dando início ao propósito que tem na vida: ser e levar o amor. Em um vídeo gravado na casa de amigos, enquanto cantava uma música autoral, a artista chegou ao experiente diretor artístico Jorge Davidson, responsável ao longo de da carreira por revelar talentos tais como: Paralamas, Legião, Marisa Monte, Fernanda Abreu, Planet Hemp, Skank, Jota Quest, Chico Science e Ana Carolina entre tantos outros. JD se encantou com o talento da “cantautora”, não perdeu tempo e de imediato se tornou seu empresário. No final do ano, a assinatura de contrato com a Warner Music Brasil aconteceu. Estreando com um pop good vibes sem igual, Thícia apresentará em breve ao público “Me Diz”, uma balada composta para uma guria que morava em outro estado, uma história sobre o amor platônico. Este é só o primeiro passo de uma carreira promissora.

PR/WMB

Nenhum comentário