Novidades

[Divulgação] Para repensar a política




51% da população brasileira é composta por mulheres, 15% é a proporção de mulheres no congresso e apenas 2% das mulheres em cargos de tomada de decisão são negras. Somente em 2018, pela primeira vez na história, uma mulher indígena foi eleita deputada federal no Brasil, segundo dados do TSE. Em um momento de tanta discussão política e necessidade de mudanças neste cenário, a série documental “Eleitas - Mulheres na Política” mostra, em três episódios, a importância da presença feminina em posições de poder, e quão transformador pode ser abrir espaço para novas visões e vivências. 

 

Coproduzida pelo Instituto Update, Maria Farinha Filmes, Spray Content e Quebrando o Tabu, a série "Eleitas: Mulheres na Política" faz parte da pesquisa  do Instituto Update, que mapeou cerca de 600 mulheres eleitas  e entrevistou mais de 100 políticas e especialistas,  em seis países – Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia e México – em busca de transformações conquistadas por mulheres. O projeto está disponível no VídeoCamp e Youtube do Quebrando Tabu. 

 

***

Para refletir o sistema



Segundo a Oxfam, apenas 1% da população mundial detém a mesma riqueza que os 99% restantes. A desigualdade social é um fato, e é responsabilidade de todos refletir sobre o assunto e buscar soluções. O documentário “Um Novo Capitalismo”, de Henry Grazinoli - sócio da Social Docs, empresa de conteúdo e storytelling focada em contar histórias de transformação e impacto social -  traz histórias de empreendedores do Brasil, Índia e México, que buscam um sistema econômico mais justo, sustentável e humano. Negócios nas áreas de saúde, educação e moradia podem ser agentes da diminuição do desequilíbrio atual, capazes de unir lucro ao impacto social. O filme está disponível nas plataformas digitais Netflix, iTunes, Google Play, NET Now e VideoCamp.

 



Para rir com as histórias, só que em casa

 

As memórias mais inusitadas e inesperadas de personalidades brasileiras estão de volta à TV a partir do dia 4 de agosto. Os novos episódios do “Que História É Essa, Porchat?” ganham nova dinâmica: Fábio recebe convidados e plateia em projeções virtuais, para ouvir e compartilhar boas histórias. Já na estreia, comédia, gastronomia e música com Leandro Hassum, Rodrigo Hilbert e Fafá de Belém. Ao todo, serão 17 episódios, que trazem momentos divertidos vividos por Sandra Annenberg, Marcelo Médici, Monique Alfradique, Antônio Fagundes, Sheron Menezes, Luis Miranda, Grazi Massafera, Andreia Horta, Tom Cavalcanti, Nelson Motta, Armando Babaioff, Alexandre Nero, apenas para citar alguns. A direção do programa, feita por Gigi Soares, também é realizada de forma remota. 

Com produção do Porta dos Fundos, o conceito permanece o mesmo, com convidados da plateia e famosos interagindo e se divertindo, só que agora cada um de sua casa. Os episódios inéditos vão ao ar às terças, às 22h30, no GNT. Às quintas, no mesmo horário, o público confere a reapresentação do episódio da semana anterior.

***

Para celebrar os nossos pais

Com produção da Café Royal e direção de Joca_Georgia Guerra-Peixe, a campanha #MeuPaiPresente, da Natura, mostra que o isolamento social trouxe um inesperado benefício: a renovação da intimidade entre pais e filhos. Seja nos afazeres domésticos, conversas e brincadeiras, as imagens registram o carinho e cumplicidade de momentos que, mesmo cheios de incertezas, vão marcar nossas vidas e relações para sempre. O afeto entre pais e filhos de diversas gerações é reforçado pela a música “Velha Infância”, dos Tribalistas, na voz das “famílias reais” que participaram da campanha -  que teve gravações remotas. O filme pode ser visto AQUI.



Nenhum comentário