Novidades

[News] Diogo Nogueira lança o single "Meu Instinto"

Diogo Nogueira pensa muito sobre as decisões que toma. Reflete, pesa prós e contras, analisa os contextos, mas acaba sempre cedendo ao que manda seu instinto. Artista de verdade é assim: usa todas as ferramentas racionais para, no fim, se deixar levar pelo coração. É a arte aplicada à vida.

Foi assim que, na juventude, contrariou as expectativas de que virasse cantor para apostar na carreira de jogador de futebol. Tinha boa voz, era afinado, filho de sambista e criado no meio do samba – natural que enveredasse pela música. Mas o jovem Diogo preferiu seguir a intuição e se jogar de cabeça no mercado da bola. Foram mais de dez anos dedicados ao esporte, disputando campeonatos Brasil afora.

Mas o samba o chamava, piscava o olho, seduzia. Uma gravação aqui, um show ali, uma participação especial acolá. O batuque sabia que precisava conquistar o coração do rapaz. Foi só em 2007, aos 26 anos, que o instinto avisou Diogo de que chegara a hora de se dedicar à carreira de cantor. Engana-se quem pensa que a decisão foi tardia. A jornada anterior, dedicada ao futebol, trouxe o amadurecimento necessário para enfrentar os palcos – tarefa árdua em país que tão pouco valoriza a arte. Quando a oportunidade apareceu, ele estava pronto para se jogar no mundo, sem rede de proteção. O instinto de Diogo esteve sempre certo.

Agora, já com 12 anos de carreira, nove indicações ao Grammy Latino no currículo, Diogo Nogueira segue deixando falar a voz do coração. Neste mercado imprevisível da música, ele é vento procurando tempestade, é paraquedas sem medo de cair. E vai à luta num caminho nada fácil, apostando em lançar canções inéditas e prestigiando a nova geração de compositores de samba.

Este novo single “Meu Instinto” – o primeiro do EP que será lançado no início de novembro, com mais três músicas inéditas – é resultado disso, composição de Diogo com Claudemir (autor de sucessos como “Ogum” e “Ser Humano”); André Lara (neto de Dona Ivone); e Bruno Castro (último grande parceiro da Dama do Samba). A produção também é da “jovem guarda” dos estúdios: os talentosos Rafael dos Anjos e Alessandro Cardoso, os mesmos do elogiado álbum “Munduê”. Já o arranjo é de um craque cheio de história pra contar na música brasileira: Jota Moraes.

A nova canção nasceu numa noite regada a vinho e rabada – afinal, todo bom sambista sabe que é preciso molhar a palavra e alimentar o instinto. E chega às plataformas digitais, neste 27 de setembro, com potencial para virar hit, juntando romantismo e malícia, provável sucessora de “Pé na Areia” nas rodas de samba – a música que misturou cerveja e água de coco com caipirinha, e deixou o Brasil na maior ressaca... de alegria.

E assim o coração segue guiando a carreira de Diogo Nogueira, trazendo novidades para seu público e valorizando sua geração, que é a responsável por continuar levantando a bandeira do samba. O novo single foi lançado com uma ação criativa nas redes sociais. Estrelas como Zeca Pagodinho, Martinho da Vila, Mumuzinho, Alcione, Dilsinho, Bruno do Sorriso Maroto e Elba Ramalho invadiram os perfis oficiais de Diogo para revelar alguns versos da canção, dando um gostinho para os fãs do que vem por aí. A julgar pela qualidade das companhias, o instinto está levando Diogo Nogueira para o caminho certo.


Nenhum comentário