Novidades

[News] Dicas para cuidar bem do ouvido

 Dicas para cuidar bem do ouvido



Dra.Tanit Ganz Sanchez medica Otorrinolaringologista com doutorado e livre-docência pela USP, especialista em zumbido, alerta para problemas do ouvido que podem  afetar a qualidade de vida do indivíduo e a importância do diagnóstico precoce.

Sobre o ouvido:

Muito se conhece sobre grandes partes do organismo, como o sistema nervoso, cardiovascular e digestório. Porém, pouco se fala sobre um dos menores órgãos do corpo, o ouvido, que esconde sua parte principal (cóclea e labirinto) atrás da orelha, do canal auditivo, do tímpano e dos três menores ossos do corpo (martelo, bigorna e estribo). Essa parte nobre do ouvido é do tamanho de uma bolinha de gude infantil, mas trabalha 24h por dia, 7 dias por semana (até durante o sono).

O ouvido é um órgão de respostas sutis e precoces; seus sintomas não matam, mas ele é um dos primeiros a mostrar que algo não está bem no organismo.

O que você sente quando algo está errado na parte externa do ouvido?

Dor, coceira, sensação de tampado ou saída de secreção (clara, pus ou sangue), conforme descrito abaixo:

Rolha de Cera

A cera não é sujeira, ela é uma proteção contra bactérias. O ouvido usa a cera como hidratante ou lubrificante; depois, os pelos a expulsam para fora do canal. Por isso, não remova a cera que está dentro do canal com nenhum objeto (hastes de algodão, grampos, palitos etc). O jeito certo de limpar o ouvido é esperar a cera ser expulsa (porque já foi usada) e remover apenas essa parte com toalha ou lenço umedecido, sem colocar nada dentro do ouvido. Assim você não se machuca, não perfura o tímpano e nem empurra a cera mais para dentro. Algumas pessoas produzem excesso de cera e ela se acumula no canal, causando ouvido tampado, perda auditiva ou zumbido. Só nesses casos, ela deve ser removida.

 

 

 

Descamação da pele

A pele do canal do ouvido é como a do resto do corpo: ela também descama de vez em quando. Às vezes, pedaços de pele descamada ficam presos no canal do ouvido e precisam ser removidos da mesma maneira que ocorre com a cera.

Sensação de água no ouvido

Se a água ficar presa no canal do ouvido, pingue algumas gotas de álcool com um conta-gotas. Como ele evapora rápido, o ouvido seca logo e o desconforto melhora. NÃO FAÇA se o tímpano estiver perfurado!

Eczema

A pele do canal também pode ter alergia: ela coça, solta uma “aguinha” e descama. Pode ser algo simples, mas o uso de hastes de algodão para aliviar a coceira pode provocar dor e piorar o problema. Procure seu médico!

Fungos (otomicose)

Os fungos gostam de locais úmidos e quentes, por isso a micose afeta várias partes da pele, inclusive os ouvidos. Ela é mais trabalhosa para tratar do que as infecções por vírus e bactérias. Quando ela se repete na mesma pessoa, deve-se avaliar se o sistema imunológico (nossa defesa) está alterado.

Perfuração do tímpano

o tímpano é uma membrana fina que protege 3 pequenos ossos (martelo, bigorna e estribo). Ele pode perfurar por infecção (otite), acidente com hastes de algodão ou mudança abrupta de pressão e altitude. Pode cicatrizar logo ou ficar perfurado. Nesses casos, não deve entrar água para evitar infecções e uma cirurgia pode ser necessária.

Procure seu otorrinolaringologista de confiança!

Quanto antes tratar, melhor!

 

 

 

Sobre a Dra. Tanit Ganz Sanchez:

•          Médica Otorrinolaringologista formada pela Universidade de São Paulo;

•          Profa. Livre Docente e Associada da Otorrinolaringologia da Universidade de São Paulo

•          Orientadora de pós-graduação da Fonoaudiologia da Universidade de São Paulo;

•       Pesquisadora dos incômodos dos ouvidos há mais de 25 anos, reconhecida internacionalmente como referência para assuntos relacionados sobre a “Quadrilha do Ouvido; 

•          Fundadora e Diretora do Instituto Ganz Sanchez que há mais de 10 anos que é direcionado exclusivamente ao estudo e atendimento de pessoas com Zumbido, Misofonia e Hiperacusia;

•          Criadora e coordenadora do: - GANZ: Grupo de Apoio Nacional a Pessoas com Zumbido;

•          Idealizadora do  Novembro Laranja (Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido); -

•          Idealizadora da TV Zumbido (www.tvzumbido.com.br);

•          Blitz do Ouvido (no Programa Bem Estar Global)

•          Membro da ABORL-CCF;

•          Membro do Corpo Editorial das revistas científicas: Clinics, International    Archives of Otorhinolaryngology e Brazilian Journal of Otorhinolaryngology;

•          Pesquisadora incansável sobre o comportamento humano e seus desdobramentos em saúde.

 

Sobre o Instituto Ganz Sanchez:

É o primeiro centro latino-americano de investigação e tratamento de zumbido no ouvido e intolerância a sons (hiperacusia e misofonia). Também atende pacientes com perda auditiva, tontura, ouvido tampado e distúrbios do sono.

Foi fundado em 2009 pela Dra. Tanit Ganz Sanchez, que é a pioneira no desenvolvimento de pesquisas científicas e na criação de inúmeras ações de conscientização sobre zumbido no Brasil, desde 1994.

http://www.institutoganzsanchez.com.br/

Nenhum comentário