Novidades

[News]Guil fala sobre o começo de uma história de amor em seu novo Single "epílogo”!

Guil fala sobre o começo de uma história de amor em seu novo Single "epílogo”!

A composição é uma parceria com Mateus Melo (48K) e Sabrina Lopes


A cantor e compositor Guil apresenta seu novo single "epílogo", que faz parte de seu disco recém lançado, Ikarus. A letra é o fruto de uma colaboração com Mateus Melo, da produtora 48K, e Sabrina Lopes. A canção conta sobre o início de um amor e tudo que vem após o famoso “felizes para sempre”. A produção musical é assinada pela 48K.

 

"Essa música é o fechamento perfeito do meu disco e, visto que ela começa contando como esse amor que eu vivo surgiu, achei válido que fosse o primeiro single oficial após o lançamendo do meu álbum", diz o cantor sobre o fato de “epílogo” ganhar um clipe oficial no dia 10 de Junho desse ano, e ainda complementa: "Dia 12 é o dia dos namorados e isso pede uma história com a qual todos os casais possam se identificar".

 

Outro fato bastante especial sobre esselançamento é o de que o clipe foi roteirizado e editado pelo próprio Guil, que se arrisca com a expansão da sua arte para outros diversos setores da carreira: “Foi um desafio editar um clipe e escolher as cenas de modo que tudo se encaixasse bem,mas posso dizer que foi feito de coração e, no fim, assistir foi muito gratificante”.

 

Na última semana, no dia 4 de Junho, foi lançado o primeiro álbum de estúdio de Guil, Ikarus, que narra, em 11 faixas, capítulos da vida do cantor e compositor, abordando temas como sexualiade, aceitação e amor. O disco está disponível em todas as plataformas digitais e vizualisers das músicas se encontram no canal de Guil, no YouTube.

 

 

O clipe oficial de “epílogo” estará disponível no mesmo canal, às 11 da manhã do dia 10 de Junho de 2021


Letra - épilogo:

 

Quando eu te olhei foiassim

Como se faltasse uma parte de mim

Pra mim

 

Tanto que eu rodei

Pra cair em si

Só você conseguiu me ver Alguém me puxou

Pra te conhecer

Eu relutei sem nem saber Que no fim

 

É você

É você

É você

É você

 

Uns verões depois

Eu me vejo aqui Escrevendo pra te dizer Tudo que passou

Tudo que mudou

E o que ainda há pra viver Com você

 

Com você

Com você

Com você

Com você

 

E se a gente olhar pra trás O que machuca não tem mais

Com toda nossa liberdade Que venham vícios e saudades

O que o futuro traz, tanto faz

Agora eu já sei p que me traz paz

Me traz paz

 

Quando eu te olhei foi assim

Como se faltasse um pedaço de mim

Pra mim

 

 

Ficha Técnica: epílogo

 

Compositores: Guilherme Veras Fontes, Mateus Melo e Sabrina Lopes

Interpretação: Guil (@guiloficial)

Produção: 48K (@48kproducaomusical)

Beats/Programação: Raul Alaune e Mateus Melo

Baixo: Waldir Junior

Violões: Waldir Junior

Guitarra: Mateus Melo

Teclas: Raul Alaune; Mateus Melo; Marina Jacintho; Di Zapata

 

 

SOBRE GUIL

 

Nascido em Brasília (DF), Guil tem uma boa vivência territorial. Ainda bebê, foi morar em Natal (RN). Depois, foi para Recife (PE), onde ficou até os 23 anos, quando se mudou para São Paulo (SP) para se dedicar à carreira musical, abrindo mão de seu cargo C-Level em uma empresa multinacional. Além disso, já estudou na Nova Zelândia e na Alemanha. Essa mistura lhe deu uma rica base cultural, que se reflete muito em sua sonoridade. Apesar de não ser de uma família de músicos, Guil é compositor desde os 13 anos de idade, quando começou a tocar violão, já tendo ideias em inglês para músicas autorais. No entanto, com o tempo, foi passando a se interessar mais e mais pela música nacional. Não tardou muito para fazer seu primeiro show, aos 19 anos, cantando com uma banda na festa de 15 anos de sua irmã. O gosto pela coisa, com o passar do tempo, foi crescendo cada vez mais e esse interesse deu origem não apenas à sua carreira solo, mas também ao seu projeto paralelo ALTEREGO, com base no rock inglês. Guil sempre se assumiu como compositor, refletindo profissionalmente um traço forte de sua personalidade, que é o de colocar sua perspectiva em tudo que faz. Após lançar alguns singles dentro do time de uma grande gravadora até o fim de 2020, ele focou mais em sua carreira independente e passou a pôr em prática o trabalho autorial que sempre quis, com maior autonomia e liberdade. Atualmente, integra o time da produtora 48K junto à colega Sabrina Oliveira e mais nomes incríveis. Neste novo momento de sua carreira, já lançou dois singles e recentemente, seu disco de estreia “ikarus”.


PR/Elisangela


 

Nenhum comentário