Novidades

[News] Marcos Palmeira fala sobre o possível remake de “Pantanal”, no Canal Brasil

  
No “Cinejornal” ator comenta também sobre “O Barulho da Noite”, seu próximo trabalho no cinema

Marcos Palmeira é o entrevistado do “Cinejornal” da próxima quinta, dia 24, às 18h20, no Canal Brasil. A repórter Maria Clara Senra conversa com o ator a respeito dos desafios e aprendizados de 2020 e sobre seus recentes projetos, dentre eles o filme “Boca de Ouro”, de Daniel Filho, a websérie “Sala de Roteiro” (2020), de Fernando Meirelles, e “O Barulho da Noite”, ainda sem data de estreia.

Palmeira fala também sobre um dos assuntos mais comentados deste fim de ano entre os apaixonados por novela: um possível remake de “Pantanal”. Ele se mostra entusiasmado com a possibilidade de estrelar novamente a trama. “Eu acho maravilhoso! E poder voltar pelas mãos da Rede Globo, nesse momento, falando de Pantanal, trazendo as questões ambientais tão fortes, que o Benedito [Ruy Barbosa] adora fazer”, diz. Em 1990, o ator viveu Tadeu, um de seus primeiros papéis de destaque na TV.

Marcos comenta ainda a respeito do filme “O Barulho da Noite”, seu mais recente trabalho para o cinema. Dirigido por Eva Pereira e ambientado no Tocantins, o longa trata da complicada temática do abuso infantil: “É um filme inteiramente de arte que tem grande chance de dar certo. Eu e Emanuelle Araújo contracenamos com duas crianças geniais. Ele é passado no Tocantins, perto da cidade de Palmas. É um filme com a realidade daquele lugar, mas que reverbera no Brasil todo. Fala um pouco da pedofilia, do abuso. É bem dramático, eu adorei fazer.”

Ainda no cinema, Marcos Palmeira estrelou, ao lado de Malu Mader, Lorena Comparato e Fernanda Vasconcellos, o filme “Boca de Ouro”, de Daniel Filho. Baseado na obra homônima de Nelson Rodrigues, o longa-metragem é uma coprodução do Canal Brasil e Globo Filmes. “Acho que Nelson Rodrigues é muito atual porque ele fala de sentimentos básicos do ser humano. Ele mostra um pouco dessa hipocrisia social, que nós temos vários lados. Não é só o bom e o mau, nós somos um pouco de tudo”. E completa: “Tem um subtexto muito forte. Muito mais do que está sendo dito, é o que não é dito”.

Outro lançamento recente do ator é a websérie “Sala de Roteiro”, que estreou em julho deste ano no YouTube. Com texto de Antonio Prata e direção de Fernando Meirelles, cinco roteiristas, interpretados por Marcos Palmeira, Andréa Beltrão, Enrique Diaz, Mariana Lima e William Costa, discutem os rumos de uma série durante uma videochamada, como uma sátira da política brasileira.

Ele fala ainda sobre seu papel em “Intervenção”, longa-metragem de Caio Cobra com roteiro de Rodrigo Pimentel, autor dos livros que basearam “Tropa de Elite” 1 e 2. No filme sobre a situação das Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs) no Rio de Janeiro, ele interpreta o Major Douglas, ao lado do elenco composto por Bianca Comparato, Zezé Motta e Babu Santana.


Cinejornal - Marcos Palmeira

ENTREVISTA INÉDITA

Horário: Quinta, dia 24/12, às 18h20

Apresentação: Simone Zuccolotto

Classificação: Livre




Nenhum comentário