Novidades

[Crítica] Arrhythmia

Sinopse: Oleg está chegando aos 30 e quer promover algumas novidades em sua vida monótona: casado com Katya, que assim como ele é paramédica, ele está pensando seriamente em pedir o divórcio. O problema é que as coisas não serão tão simples quanto ele imaginava.

O que achei? Dirigido por Boris Khlebnikov com o elenco formado por Alexander Yatsenko, Irina Gorbacheva, Nikolay Shraiber, o filme conta a história de Oleg, um paramédico russo (interpretado por Alexander Yatsenko), que ignora as regras e protocolos de atendimento que o impede de atender e ajudar as pessoas cujas vidas estão por um fio. Enquanto ele foca em seu trabalho, há a dúvida se ele também tem a mesma paixão sobre seu relacionamento com sua esposa, Katya (Irina Gorbacheva), que trabalha como médica em um hospital local. Fora do turno, Oleg é praticamente um alcoólatra.

Arrhythmia é inicialmente uma comédia, mas, conforme progride, ele se torna mais pesado e obscuro quando passamos a ter mais acesso às vidas dos profissionais de saúde da Rússia, onde eles lutam todos os dias para manter sua humanidade em situações de vida ou morte ao mesmo tempo que lidam com problemas em suas vidas pessoais.

Oleg e Katya vivem em conflito ao ponto de ela pedir divórcio por mensagem de texto após Oleg passar vexame em um jantar com a família. Mas, apesar disso, nunca está claro no filme o motivo porque ela quer o fim do casamento. Assim como Oleg, o espectador pode ter uma dificuldade para entender a razão de Katya focar tanto no divórcio. O problema dele com abuso de álcool pode ser uma das razões, mas Katya não parece ver isso como um problema em algumas cenas do filme.

O filme é repetitivo em alguns momentos, como nos atendimentos médicos de Oleg e Katya, mas suas performances de Alexander Yatsenko e Irina Gorbacheva fazem com que as cenas onde mostram as complexidades do relacionamento de seus personagens é o que mais prende a atenção. Os atores têm carisma e química e é uma pena que o filme não foca mais nessa dinâmica.

Alexander Yatsenko tem uma ótima performance como um homem imaturo cuja bebedeira pode facilmente cair em autocomiseração e Irina Gorbacheva reflete muito bem uma mulher cujo amor é testado até o ponto de ruptura.

Arrhythmia teve sua estreia internacional em 2017 no Karlovy Vary Film Festival. 
 
Trailer:  
 

 

Escrito por Michelle Araújo Silva
 

 

Nenhum comentário