Novidades

[News] Xande de Pilares e Tássia Reis conversam neste domingo pelo projeto SEGUINDO A CANÇÃO

 

No dia 22 de novembro, domingo, 20h, será realizada a quarta edição do Seguindo a Canção, uma parceria de conteúdo entre a Casa Natura Musical e a  Faculdade Descomplica. Os convidados desse episódio, que integra as comemorações do Mês da Consciência Negra, são Xande de Pilares e Tássia Reis. A exibição será reproduzida no Youtube da Faculdade Descomplica. Já foram promovidos anteriormente encontros virtuais entre Mc Tha e Leci Brandão, Zélia Duncan com Liniker e Mc Carol com KL Jay.

O mediador da conversa será Fabrício Oliveira, professor da Faculdade Descomplica e do Descomplica Pós. Formado em marketing, é especialista em gerenciamento de projetos pela FGV, MBA em negócios pela Universidade da Califórnia e mestre em sistemas de gestão pela UFF. Doutorando em sistemas de gestão sustentáveis pela UFF, tem sua própria marca de roupas, já deu palestras no TEDx sobre sua carreira e desafios como empreendedor.

O projeto Seguindo a Canção entende que a graduação vai além do estudo técnico e, por isso, propõe ao público a imersão em conversas entre artistas mediados por um dos professores da Faculdade apresentando algumas de suas principais canções e reverenciando músicas que marcaram a história do país. O ponto de partida de cada programa é uma grande canção brasileira e a temática abordada por ela, mas a ideia é que as trocas musicais e de histórias inspiracionais aconteçam de maneira fluida e acabem levando a audiência por uma viagem pela cultura e contexto político de outras épocas e pelas mais diferentes regiões e realidades sociais.

Nesta edição, a conversa será em torno do samba clássico Olhos Coloridos, sucesso na voz de Sandra de Sá em 1982 e composto por Macau após sua experiência de um episódio racista que fez com que passasse uma noite na cadeia sem nenhuma acusação ou prova. O tema A verdade é que você tem sangue criolo, inspirado em um dos versos da canção, abre os caminhos para que os artistas discutam a Música Preta Brasileira – ou seja, o reconhecimento da forte influência na MPB de ritmos e instrumentos oriundos da África que durante séculos foram se misturando e se diversificando em solo brasileiro.

Xande de Pilares, cria do Morro da Chacrinha, encontrou na música em família uma a forma de se manter preservado da criminalidade. Originário de uma família de músicos, suas influências vem desde Roberto Carlos, passando pela nata do samba até as referências de música internacional. Já Tássia Reis também bebe de referências parecidas: ouvia Clara Nunes por influência da mãe, Jackson 5 por influência do pai e os raps de Sabotage, RZO, Expressão Ativa e Racionais MCs por influência do irmão.

O cantor faz parte de uma geração que era lançada na rádio, enquanto Tássia já está associada aos lançamentos pela internet e com forte apelo audiovisual. Sobre isso, os artistas também debatem o direcionamento comercial dos meios tradicionais de comunicação e o espaço que tem sido ocupado pelo samba, rap e funk na TV, rádio e internet.


A perseverança para o lançamento de discos e DVDs, o posicionamento feminista e libertário contra toda forma de intolerância, o antirracismo, as políticas públicas e culturais aplicadas em empresas para proporcionar empregabilidade à população preta e também mensagens dedicadas aos alunos do Descomplica – que estão iniciando seus estudos – são alguns dos pontos altos do episódio.


"Nesta primeira temporada do Seguindo a Canção, trouxemos o diálogo entre artistas de diferentes gerações e gêneros musicais, que têm em comum a busca por igualdade e diversidade em seus discursos e através de suas obras", conta Michelly Mury, responsável pela curadoria do projeto.

 

Sobre o projeto

 

A Faculdade Descomplica e a Casa Natura Musical se uniram na criação desse projeto autoral por acreditarem que a educação e a cultura, por meio da música, são importantes aliadas para a transformação da sociedade.

 

Através dessa co-realização,  a Faculdade Descomplica, primeira EdTech brasileira a ingressar no mercado de ensino superior com cursos 100% online, defende  a música como um veículo para ampliar o repertório de seus alunos e acredita que juntas, educação e cultura podem transformar a vida de pessoas de todas as classes sociais, auxiliando inclusive na entrada no mercado de trabalho e que portanto, é essencial que esse conhecimento seja acessível.

 

A Casa Natura Musical reforça sua atuação como um equipamento cultural que preza por uma programação plural e acredita no poder da geração de conteúdos que informem e entretenham.  

 

“A Faculdade Descomplica defende que educação é muito mais do que habilidades técnicas. Para promover um ensino de qualidade, que prepare os alunos para o mercado de trabalho, é preciso incentivar debates sociais e culturais”, comenta Daniel Pedrino, Presidente da Faculdade Descomplica. “A música é democrática, inclusiva e promove formação de opinião, temas alinhados à proposta da Faculdade de uma formação moderna, permeada por cultura e soft skills”.

 

“A Casa Natura Musical acredita na música como agente de transformação. Por meio da diversidade de sons, ritmos e identidades buscamos amplificar a voz de artistas e movimentos, propondo diálogos e reflexões”, diz Suyanne Keidel, diretora executivas da Casa Natura Musical.  “Com a parceria, vamos evidenciar narrativas inspiradoras e alcançar um público aberto a novas experiências e em um momento de vida fundamental para a formação do seu pensamento crítico. Contribuir nesse processo é importante para nós”.

 

Sobre o Descomplica 

Fundado em 2011, o Descomplica tem a missão de democratizar o acesso à educação em todas as fases da vida. A startup, primeira EdTech brasileira a ingressar no ensino superior, oferece cursos online preparatórios para o Enem e para vestibulares, concursos públicos, reforço escolar e mercado de regulados - graduação e pós-graduação. Alcançando 5 milhões de usuários por mês em todas as plataformas, o Descomplica possui 300 mil alunos pagantes por ano e é responsável pela educação de 80% do público que se prepara para o Enem de forma online. Com o lançamento da Faculdade Descomplica em 2020, a EdTech vai investir R$ 55M no setup inicial durante os três primeiros anos de atuação da instituição, que atingiu nota máxima no MEC (5) - conquista que somente 6% das mais de 2.500 instituições de ensino brasileiras possuem.


Casa Natura Musical

Inaugurada no bairro de Pinheiros, em São Paulo, em Maio de 2017, a Casa Natura Musical já recebeu mais de 400 shows e 200 artistas em seu palco e mesmo durante o período de isolamento social provocado pela crise do novo coronavírus, segue usando suas redes para dar voz a diferentes ritmos, movimentos e artistas por meio de uma programação pulsante e plural. Assim, seja online ou off-line, a empresa vem se preocupando cada vez mais com a renovação da música brasileira bem como com a preservação de sua memória e atuando não só como uma casa de shows, mas como um equipamento cultural que promove diálogos e reflexões com o público em busca de um mundo mais diverso, inclusivo e sustentável através de shows, eventos especiais, mostras de arte digital e conteúdos diversos em seus canais de comunicação. 



 

Nenhum comentário