Novidades

[Crítica] New Life S.A

 

Sinopse:

New Life S/A” conta a história de Augusto, um jovem arquiteto bem-sucedido que planejou um grande condomínio em Brasília no qual seus habitantes viveriam um novo tipo de vida. O lugar deveria contemplar as virtudes de um homem renovado. No entanto, a utopia de Augusto se choca com a realidade ao seu redor.





O quê eu achei?

Quando recebi o release desse filme, achei que fosse ser um documentário mas é de fato um filme- e que encompassa outros gêneros como drama e docuficção.

New Life S.A. marca a estreia de André Carvalheira na direção de longa-ele só tinha atuado e dirigido um curta antes- e conta a história de Augusto (Renan Rovida,de Arábia) um arquiteto que recebe a oferta de trabalhar na idealização de um projeto inusitado:o condomínio New Life S.A, um lugar utópico destinado ao crème de la crème da sociedade.

O filme já começa com um candidato à senador, o candidato Valter (André Deca. de O homem cordial) filmando uma campanha política em um local carente e até usa uma menina pedindo esmola como artifício para angariar votos.Ele faz algumas aparições ao longo da narrativa e representa o desespero que os candidatos fazem para convencer as pessoas a votarem-inclusive tirando vantagem de seus eleitores.

A questão central é a desigualdade social, que fica bem evidente nas várias situações como a relação sexual despreocupada de Augusto com sua esposa e quem cuida do bebê é a empregada e os funcionários da obra fazendo planos para o futuro com condições mínimas.

Em apenas 1h e 18 min, Carvalheira consegue traçar um panorama e ao mesmo tempo fazer uma crítica da realidade da desigualdade social brasileira estrutural.


               Trailer:




Nenhum comentário