Novidades

[News] Leve, criativo e com humor: influencer Tati Sincera fala sobre as novas formas de levar conhecimento e criar conteúdo durante a pandemia


Uma coisa é fato: a pandemia do coronavírus já mudou a forma de se comunicar. Presos em casa, preocupados com a saúde e com notícias pouco positivas na TV, muitas pessoas estão buscando conteúdos mais leves para consumir na internet. É pensando nisso que Tati Sincera, a ativista bem-humorada do desenvolvimento pessoal, listou algumas novas maneiras de levar conhecimento por meio das redes sociais. A influencer, que já ultrapassa os 100 mil seguidores no Instagram, acredita que o momento não combina com “conteúdos técnicos, duros e julgadores”.

“Há três anos produzo conteúdo voltado para os temas de saúde, emocional e comportamental. Sempre digo que quem ensina não é aquele que leva a informação de ‘um jeito único’, mas sim quem consegue se adaptar e ensinar de diversas maneiras a mesma coisa. Aí vem aquela frase: ‘Ah, mas não vou mudar meu jeito só para agradar o outro’. Então admita, você está mais preocupado em transformar pessoas em cópias suas do que em personalidades autênticas”, ressalta Tati, que comemora três anos de seu perfil @tatisinceraa neste mês de maio.

A influencer observou que na quarentena não se cabe mais alguns tipos de conteúdo e justifica isso pelo momento delicado que estamos passando: “A vida já se encarrega de trazer problemas. Este é o momento de aprender a sair das crises de forma criativa, leve e sob uma ótica positiva. Por isso tento atrelar um pouco de humor na linguagem, sem perder a importância e a relevância da mensagem. Sei que é uma linha tênue, porém necessária.”

O que não cabe mais na forma de se comunicar

Ao definir que conteúdos ‘duros e técnicos’ não cabem neste momento da quarentena, Tati Sincera exemplifica. “Quando falo em conteúdo 'técnico' estou dizendo aqueles cheio de termos técnicos, com currículo enorme e falas difíceis para provar autoridade. Já conteúdo 'duro' é aquele onde as pessoas se sentem culpadas pelas situações atuais. Aquele conteúdo que diz que se fulano não 'comprar aquilo, não estudar aquilo e não fizer aquilo' não terá vez na vida. Isso não cabe!”

E como posso produzir conteúdo neste momento?

No início da quarentena, Tati Sincera decidiu que seguiria três estratégias na hora de produzir seus conteúdos para o período: 'Criatividade, Leveza e Humor inteligente'.

"É preciso ser criativa para criar possibilidades para o cenário atual, sem negar a realidade, mas construindo uma nova visão com liberdade. É preciso ser leve para trazer mais empatia nas explanações, apontando soluções e compartilhando experiências. E, para finalizar, é preciso ter uma pitada de humor e lembrar que podemos escolher como vamos reagir às coisas que nos acontecem, reforçando o estímulo positivo que nos coloca ativos no processo da resolução. Todos sempre terão desejos de voltar a sorrir", destaca a influencer.

A responsabilidade de um influenciador:

Além de se atentar às novas formas de levar conhecimento, Tati Sincera aponta que o momento pede que influenciadores sejam ainda mais responsáveis na hora de expor uma opinião ou “polemizar”.

Um dos exemplos negativos recentes foi o de Gabriela Pugliesi, influencer que fala sobre vários assuntos de saúde, e se expôs em uma festinha com amigos dizendo ‘Fod… a vida’ em vídeo.

“Todo influencer tem que pensar mil vezes antes de expor uma opinião, falar sobre algo ou polemizar. Não pelo fato de manter a imagem ou sua autoridade, mas por ter responsabilidade de como as suas atitudes podem influenciar de forma negativa a vida das pessoas”, aponta Tati.

O mais importante: princípios e valores morais

Tati finaliza suas dicas de conteúdo compartilhando algo que leva desde o início de sua jornada como influenciadora digital. Ela ressalta que o mais importante é não perder seus princípios.

“Existem técnicas, ferramentas, cursos que te ensinam a ser uma autoridade, a ganhar dinheiro, a ser um influencer, a atuar e a fazer sucesso. Mas, sem uma coisa chamada princípios e valores morais, nada se sustenta. Porque na primeira crise, onde os interesse superficiais são retirados, um buraco negro se abre. A única coisa que nos mantém é a integridade. Então seja você quem for, e o que decidir fazer, não pergunte como pode chegar lá, mas se pergunte do que você tem que abrir mão para se manter lá quando chegar”, conclui.

Saiba mais sobre Tati Sincera:
https://www.instagram.com/tatisinceraa


Nenhum comentário