25 agosto 2018

[Resenha] Mulheres e o poder

Sinopse:
Uma aula sobre empoderamento feminino. Uma das mais respeitadas e conhecidas historiadoras contemporâneas, Mary Beard escreve um verdadeiro manifesto feminista. Baseado em duas palestras proferidas por ela nos últimos anos, O poder das mulheres traça as origens da misoginia desde os tempos antigos e mostra que esse ódio continua tendo voz. A autora apresenta inúmeros exemplos de como as mulheres sempre foram proibidas de terem um papel de liderança na vida civil. De Medusa a Filomena(que teve a língua cortada) passando por Hillary Clinton, Angela Merkel e Dilma Rousseff, Mary Beard faz reflexões inclusive sobre a sua própria trajetória para discutir como o papel feminino precisa ser redefinido na estrutura de poder da sociedade atual.

O que eu achei?
O livro é uma junção de 2 palestras da historiadora e feminista Mary Beard, uma época em que necessitamos entender e principalmente aceitar o feminismo.

A autora passeia por diversos momentos históricos que vão da época do livro Odisséia, onde Penélope tinha sua voz calada por seu filho Telêmaco que não permitia que a mesma falasse em público. Certa vez a humilhou perante a um grupo, apenas por ela tentar opinar e assim mais uma vez fica explícito o ato de que apenas homens tem voz na vida pública e política de uma época.
Partindo do princípio de fazer comparações entre as diversas situações em que mulheres foram caladas perante toda a história até os dia atuais, Beard explica de forma simples e bastante atual que ainda há muito o que lutar. Mulheres precisam e devem ter mais lugares nos meios em que vivem.

O livro atua de forma sucinta a explicar sobre uma sociedade machista e que sempre fez questão de excluir a mulher de todos os meios sociais.
No livro é mostrado uma imagem de Hillary Clinton como a medusa sendo degolada pelo Trump, enquanto a mesma disputava a presidência pelos EUA. Podiam falar de todas as formas incríveis que é uma mulher concorrer a presidência, mas mais uma vez escolheram denegrir a imagem de uma mulher pelo simples fato de ser do sexo feminino.
Não muito longe pudemos ver como Dilma Roussef teve sua imagem denegrida e tantas vezes chamada por apelidos ofensivos por ser mulher. 

O livro é mais um manifesto exemplificado de como desde o primórdio da humanidade o sexo feminino sempre foi tratado com descaso e muitas vezes a beira da sociedade. 
Todas mulheres precisam ler e entender sobre o feminismo, este livro pode abrir a mente de algumas mulheres que não entendem o motivo de o feminismo existir.

Nenhum comentário

Postar um comentário