Novidades

[Resenha] Feitos de Sol, de Vinícius Grossos

Sinopse:
Final da década de 90... Cícero é um nerd de quinze anos, fã de quadrinhos e que acredita que o mundo vai acabar na virada de 1999, por causa do bug do milênio ― quando os computadores de todo o planeta iriam se descontrolar por não terem sido programados para entender a mudança das datas. Hoje pode parecer loucura, mas muita gente acreditou nesse risco. E ele não estava sozinho. Na busca pela última edição da revista do seu herói favorito, ele conhece Vicente, um garoto de família religiosa com quem ele logo se identifica. Vicente também acredita no fim do mundo, mas por outro motivo: o Apocalipse. Com suas diferenças, crenças e afinidades, Cícero e Vicente vão juntos desbravar um mundo além do que conheciam e, no caminho, descobrir mais sobre si mesmos. Dois jovens com histórias de vida cheias de adversidades e reviravoltas, numa época em que tudo era ainda mais complicado... É quando aparece, sem avisar, o amor...


                        O que eu achei?
 De vez em quando encontramos um livro capaz de despertar inúmeras emoções no leitor, que nos apresenta a personagens que poderiam muito bem ser pessoas reais e que abordam temáticas super pertinentes.

Eu já tinha ouvido falar bastante do Vinícius Grossos mas ainda não tinha tido oportunidade de ler algum título dele e quando vi que esse (que é o último dele) poderia ser pedido para fazer resenha, não hesitei um momento e pedi.E não me arrependi nem um pouco porque é um dos melhores livros nacionais que já tive o prazer de ler.

Tudo começa no ano de 1999.Cícero é um adolescente de 15 anos que mora com sua mãe-seu pai havia abandonado-os anos antes- e é um nerd de carteirinha:coleciona histórias de quadrinhos do Under Hero,seu herói favorito e mal pode esperar para saber o desfecho da história na última edição,vive alugando filmes e tem poucos amigos. Ele ocasionalmente fica com uma amiga chamada Karol;pode-se dizer que ambos tem uma amizade colorida mas Cícero nunca esteve em um relacionamento sério. Ele teme que o mundo irá acabar na virada para o novo milênio;havia uma teoria na época conhecida como o bug do milênio, em que alguns acreditavam que a humanidade seria extinta após as máquinas ficarem confusas com a mudança do milênio e lançariam mísseis que acabariam com todo mundo.

Um dia, quando ele vai na Taverna Medieval, o ponto de encontro dos geeks da época para tentar comprar o volume final de sua HQ favorita e fica desesperado porque descobre que ela fechou;é aí que ele conhece Vicente, um garoto de sua idade que compartilhava dos mesmos gostos que ele como ouvir música, ler Under Hero, etc.Mas havia um detalhe:ele vinha de uma família super religiosa e por causa disso, precisava fazer tudo escondido como fumar,sair com os amigos, porque eles achavam que essas atividades iriam desvirtuá-lo. 

Uma amizade logo desabrocha entre eles e logo eles se apaixonam.Diferentemente de Cícero, que se descobre gay, Vicente já sabia.Os dois garotos não demoram a perceber que embora pertençam a dois mundos diferentes,têm muita coisa e comum.Porém, o mundo não será exatamente receptivo com a ideia de dois adolescente se apaixonando.Eles têm que enfrentar as barreiras do preconceito para provar que o amor é a força mais poderosa de todas.

"Naqueles instantes mágicos, deixamos de ser dois garotos preocupados com o fim do mundo e vibramos com o ritmo de um Universo em que nada, absolutamente nada, era impossível." p. 66

"O meu quarto, o meu corpo e os meus sentidos pareciam novos. Até respirar estava diferente. Será que era isso o que as pessoas sentiam quando estavam apaixonadas? Apaixonado?! Eu?!" p. 85

Quando os garotos planejam fugir para um festival para encontrar o autor de Under Hero e curtir a música passando uns dias na casa da avó de Vicente, uma senhora super descolada chamada Emir-uma das melhores personagens do livro-eles têm que correr contra o tempo para voltar para suas respectivas casas antes que seus pais descubram. Mas é claro que nem tudo corre planejado...

Temas como o direito de amar, igualdade, respeito, liberdade, amadurecimento e tolerância são discutidos com profundidade mas a narrativa flui super bem e Vinícius constrói personagens encantadores que nos ensinam a importância desses tópicos e encantam por suas personalidades. Você irá sorrir, irá ficar triste,irá aprender e acima de tudo, se emocionar com a história de Cícero e Vicente. 

Altamente recomendado.




Nenhum comentário