Novidades

[Programação] Teatro de 6 a 13 de agosto

                                                          Teatro da Gávea
Só de Amor,sextas às 21:30,sábados às 21h e domingos às 20h. Até 20 de outubro.80 a inteira e 40 a meia.

Mariana Santos, que já tinha escrito algumas esquetes, volta aos palcos, após 4 anos dedicados à televisão, assumindo a função de dramaturga em seu primeiro monólogo, SÓ DE AMOR. “O teatro é meu lugar. O processo de escrita é muito instigante. É uma independência artística falar para o público o que realmente quero comunicar”, conta a nova escritora.  Completando 20 anos de produção teatral, Rodrigo Velloni, marido de Mariana, estreia como diretor. “Eu e Mari nos conhecemos há sete anos, começamos a namorar e casamos. Toda vez que tínhamos uma diferença de opinião, durante os ensaios, a gente se escutava e chegava a um denominador comum. É um trabalho feito por nós dois, a 4 mãos”.  SÓ DE AMOR estreia em 02 de agosto, para uma curta temporada, no Teatro dos 4, Shopping da Gávea.

Malu, a personagem de SÓ AMOR, é uma cantora que está no camarim se preparando para o show. Antes da apresentação, a artista sofre uma crise de pânico, quando revela seus maiores medos, visita o passado e infância. Nos bastidores, bebe e fuma compulsivamente. O texto é marcado pelo humor e quebra da quarta parede, com números de plateia e muita música. Aos 42 anos, Mariana já revelou publicamente que, desde criança, lida com as dificuldades da síndrome do pânico. Apenas a vocação foi capaz de fazer o medo diminuir. “Sofri a vida inteira com isso e foi o teatro que me libertou. Tinha muita dificuldade em sair de casa, mas como a vontade de estar em cena e a necessidade de trabalhar eram maiores, fui levando adiante e vencendo aos poucos os meus fantasmas”, revela a atriz e dramaturga.

Mariana e a diretora musical Fernanda Maia fizeram uma releitura de cantigas de roda, com arranjos e letras originais, que ganharam estrofes sobre solidão, uso excessivo de remédios, frustrações com relacionamentos, ansiedade, enfim, os males do século XXI. Os arranjos ganharam uma roupagem urbana e contemporânea. “O texto determinou a escolha das músicas”, detalha Fernanda. “Escolhi as cantigas de roda porque elas falam de tudo que eu gostaria de falar. A peça tem uma pegada um pouco nostálgica, às vezes volto para a fase da adolescência, da infância e, por isso, achei que elas iam costurar bem o espetáculo”, explica Mariana.

Há no texto vivências pessoais e situações completamente fictícias. O objetivo é falar sobre a complexidade da mente humana e da variedade de sentimentos. A peça estreou em 2018 em São Paulo e fez viagens por algumas capitais. “Sinto que as pessoas se identificam com vários momentos do espetáculo, seja nas partes cômicas ou nas mais delicadas. Falo de amor, humor, angústias, perdas e relacionamento com pai e mãe. Tudo que faz parte da vida de todo mundo. É tão libertador colocar para fora, através da arte, coisas tão pessoais. Melhor ainda é fazer humor com isso. Acredito que todos nós precisamos rir um pouco das nossas próprias tragédias”, comenta Santos.

O cenário de Chris Aizner é composto por 50 pedestais, de tubos de led, distribuídos no palco, configurando as asas de um avião. A iluminação de Domingos Quintiliano parte da configuração cenográfica, que ambienta inúmeras possibilidades, utilizando recursos de luz proporcionados pelos movimentos das cores. O figurino de Fábio Namatame retrata uma estética não realista, uma roupa azul com brilhos.


O fato de ser dirigida pelo marido facilitou o processo artístico. “Cada coisa que eu escrevia ia dividindo com o Rodrigo, que sempre me encorajava a produzir mais. Quando terminei, ele disse que queria me dirigir. Essa conexão entre diretor e atriz, sobretudo em um projeto solo, tem que ser muito íntima. É um prazer enorme estar com ele na vida e no trabalho. Ele é o grande amor da minha vida”, declara-se. O casal se conheceu trabalhando, em 2012, na peça “Atreva-se”, dirigida por Jô Soares.

Musicalmente,de 1 a 29 de agosto, quintas às 21h. Preço sob consulta.

Diferente de tudo que você já viu o musical “MusicalMente” vem com uma proposta inovadora no mundo dos musicais. O musical trata a história de um músico em seu processo criativo, seja ele na escrita musical, na interpretação musical e todos os dilemas que cerceiam esse processo. A ideia é levar o público para uma viagem dentro da cabeça do músico. Durante esse processo, o público irá ver as diversas vertentes musicais e batalhas internas que existem dentro de um músico, passando por clássicos da MPB, músicas de musicais renomados, pop internacional, ópera e muito mais, o que torna o espetáculo um verdadeiro musical. Tudo isso com uma dose de humor.


Toda essa diversidade serve também para mostrar para o público que hoje em dia, essa mistura que nos cerca no mundo é boa, e a única mensagem que deve prevalecer é a mensagem do amor.

Rei Leão, o musical,sábados e domingos,até 18 de agosto. 60 a inteira e 30 a meia.

O espetáculo conta a história de Simba, um leãozinho que vive as aventuras e as dificuldades de ser o futuro Rei. Com a ajuda dos famosos Timão e Pumba, ele terá que descobrir o Rei que há dentro de si e enfrentar uma batalha contra seu malvado tio Scar.


Com músicas cantadas ao vivo e com uma mistura de cenário virtual e físico, o espetáculo traz uma nova linguagem nesta releitura inédita sobre o clássico que atravessa gerações.

Andança-Beth Carvalho, o musical.sextas e sábados ás 21h, domingos às 20h, até 1 de setembro. Sextas e domingos por 70 reais e sábados por 80 reais.


Um casamento feliz,quintas e sábados às 21h e domingos às 20h, até 18 de agosto.R$70,00 (Quinta) | R$80,00 (Sexta e Domingo) | R$90,00 (Sábados)

Henrique (Fábio Villa Verde), um heterossexual e solteirão convicto. Recebe uma herança milionária da sua Tia Carola, mas no testamento consta a condição que ele precisa se casar, e ficar bem casado por um período mínimo de um ano.

Durante esse período, ele receberá visitas esporádicas de um oficial de justiça, para avaliar se realmente ele está vivendo “Um Casamento Feliz”.

Para não deixar de receber a herança, Henrique aceita a proposta de seu advogado e amigo Roberto (Juno Andrade ), em realizar um casamento GAY com Dodô (Renato Rabelo). Que além de ser o seu melhor amigo, é ator e também heterossexual.

A partir dai, inúmeras situações inusitadas e divertidíssimas acontecem, quando o lar cor de rosa do falso casal GAY é visitado por vários personagens, tais como o Pai de Henrique (Marcos Wainberg), um viúvo extremamente religioso e aparentemente sisudo. O advogado Roberto, que é um homem estressadíssimo com sua futura ex-esposa. E a nova namorada de Henrique (Regiane Cesnique), que é uma especialista em farejar e detectar homens casados.

Uma Comédia com diálogos precisos, onde a trama construída com inteligência e conteúdos faz com que todo elenco brilhe por igual, e transforme seu público em cumplice das diversificadas e engraçadíssimas situações criadas em cena.


O Oráculo,quartas às 21h, de 7 a 28 de agosto.80 inteira e 40 a meia, na bilheteria do teatro com dinheiro. 

A peça foi montada e dirigida, pela primeira vez, por Ana Miranda, em 2016, durante a defesa da tese final do curso de licenciatura em teatro. “Decidi defender como diretora e queria algo que eu pudesse trabalhar com quatro atores e companheiros de faculdade. Me apaixonei por essa obra do Arthur Azevedo. Como é uma peça pequena, para aumentar o tempo de duração, precisei adaptar nas marcações, mas sem mexer no texto original, já que se trata de uma história antiga. O objetivo era fazer algo diferente do que a gente vê e que segurasse o público. O retorno foi maravilhoso e surpreendente porque é difícil fazer uma comédia de época. Agora, com mais recursos, resolvi fazer uma nova montagem, que está muito rica, com cenário e figurino do século XIX, aonde os quatro personagens são os protagonistas. Não tem um maior ou melhor que o outro.

Pinocchio, o musical,sábados, domingos e feriados às 18:30, de 3 de agosto a 1 de setembro.60 inteira e 30 a meia.

Estreia no Rio de Janeiro peça infantil musical com cenário virtual!”PINOCCHIO, o Musical”inicia temporada no Rio de Janeiro, a partir de 03 de agosto de 2019, sempre aos sábados, domingos e feriados, às 18h30,no Teatro Vannucci, Shopping da Gávea –Rio de Janeiro/RJ.Com roteiro adaptado de um dos maiores clássicos de todos os tempos, o espetáculo teatral infantil “PINOCCHIO, o Musical” traz uma releitura contemporânea,que despertará interesse das crianças pela abordagem de temas relacionados a educação, respeito, obediência aos pais, tudo de uma forma lúdica, bem humorada e emocionante.“Como inovação no mercado de peças infantis, trouxemos toda a ambientação em projeções com realidade virtual, desenvolvidas por um dos profissionais mais renomados do mercado”, salienta o diretor Luiz Marcelo Legey.”Após uma extensa pesquisa, estamos produzindo um musical com roteiro adaptado de um dos mais tradicionais contos infantis, trazendo cenas e diálogos contemporâneos, além de reunir uma equipe comprometida com o objetivo da peça, trazendo muita diversão e uma experiência audiovisual incrível”, reforça mas diretoras e roteiristas Ana Ferguson e Solange Bighetti.



Nenhum comentário