Novidades

[News] Um Pedaço da História do Circo no Brasil, do Circo Marambio, propõe resgate clássico da arte circense

Em agosto, a EMEM Desembargador Amorim Lima (dias 10 e 11/8) e a Casa de Cultura Chico Science (dias 23 e 24/8) recebem apresentações gratuitas do espetáculo Um Pedaço da História do Circo no Brasil, reunião de 14 números circenses executados por artistas de três diferentes gerações da trupe do Circo Marambio.  Ao estilo dos circos clássicos, a estrutura do evento será composta por pano de roda, sendo o cenário representado pela própria estética do recinto - com o picadeiro ao centro - e a parede de acrobacias ao fundo fazendo às vezes de cortina. Este projeto foi realizado com apoio da Secretaria Municipal de Cultura no âmbito do Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Circo.

Na apresentação, os nove artistas em cena apresentam-se números de palhaçaria, tecido, lira, tramp wall, báscula, maca russa, arame, cordas, bambolê, trança e contorção. Além da estrutura física do espaço, o figurino também remete aos clássicos do circo, com peças coloridas e vibrantes.

“Os artistas circenses que vinham de navio da Europa para o Brasil se apresentavam em praças, feiras e espaços abertos. Num determinado momento, começaram a fechar o recinto com pano de roda com a intenção de delimitar os espaços em que iam acontecer as apresentações – esse é um tipo de circo que durou muito tempo no Brasil e, de certa forma, caiu no esquecimento”, conta o diretor artístico Ramon Marambio.

A trupe composta por integrantes de três gerações – entre artistas e equipe de montagem, irá apresentar ao público números coletivos, como os de gangorra, e individuais. “Parte do espetáculo é previamente coreografado, mas também abriremos espaços para que alguns artistas improvisem em números solos, fazendo com que cada espetáculo seja diferente do outro”, adianta Ramon.

Os números solos têm a ver com a proposta do grupo de tornar os espetáculos mais fluidos e interativos, oferecendo ao artista a possibilidade de sentir o que funciona melhor com o público.

Outro diferencial do espetáculo é que, como nos circos clássicos, o público poderá acompanhar todo processo de preparação dos artistas antes do início da apresentação, que inclui aquecimento, maquiagem e troca de figurinos.

Sobre o Circo Marambio
Os irmãos Marambio (Ramon e Paulo) são a quarta geração de artistas circenses que compõem o Circo Marambio. Nascidos e criados em circo, passaram a residir em São Paulo na década de 90 e, em 2002, decidiram formar uma trupe para trabalhar em espaços alternativos às lonas de circos.
O Circo Marambio trabalha há anos com tradicionais espetáculos circenses, desejando manter viva a arte e o modo clássico do circo. Apesar disto, incorporando elementos cênicos e propostas atuais, já realizou montagens contemporâneas de espetáculos temáticos como o Wall Street Acrobatics, Urbanus Circus Band, Soyuz, Ilha dos Macacos e Volatinero.

A trupe é composta pelos irmãos e diversos artistas circenses que faziam parte do grupo quando tinham espetáculos fechados e formaram outros artistas, oriundos de escolas de circo, que juntos aprenderam os detalhes do tradicional circo, além de clássicos números como báscula, barra Russa, canastilha, paradas de mão, malabares, palhaços, entre outros.

Serviço

Um Pedaço da História no Brasil – Circo Marambio

Livre. Grátis. 80 minutos (com intervalo de 15 minutos)

EMEF Desembargador Amorim Lima (Rua Professor Vicente Peixoto, 50 - Vila Gomes, São Paulo - SP).

10/8, sábado, às 17h (uma sessão)

11/8, domingo, às 10h, 15h e 17h (três sessões)

Casa de Cultura Chico Science (Rua Abagiba, 20 - Vila Moinho Velho – Ipiranga - São Paulo - SP).

23/8, sexta-feira, às e 16h (uma sessão)
24/8, sábado, às 14h, 16 e 18h (três sessões)


Nenhum comentário