Novidades

[Programação] Filmes em Destaque no Canal Brasil de 17 a 23 de Dezembro

ZÉ DE JULIÃO, MUITO ALÉM DO CANGAÇO (2016) (72’)


Horário: Segunda, dia 17, às 22h
Direção: Hermano Penna
Classificação: 12 anos

Sinopse: O interesse do cineasta Hermano Penna pelo cangaço e especialmente pela figura complexa de Zé de Julião são de longa data. A história múltipla desse homem multifacetado, que vai desde a sobrevivência do massacre que dizimou o bando de Lampião à construção de Brasília, já havia sido retratada de forma ficcional em Aos Ventos Que Virão (2014). O cineasta continua a explorar essa trajetória, agora em formato documental, a partir de depoimentos de familiares e amigos com quem o protagonista conviveu ao longo dos anos. Longe dos estúdios, o filme vai aos lugares por onde o homem passou, mostrando como seus feitos e suas ideias são lembrados até os dias atuais.

Zé de Julião não era um cangaceiro como os tipicamente retratados no cinema e na literatura brasileiros. Homem de visão, decidiu se dedicar a proteger seu povo das chacinas cometidas pelos grandes proprietários de terra da região de Poço Redondo, no Sergipe. Uma das poucas pessoas alfabetizadas em seu meio, conseguiu ascender a partir do conhecimento e, depois de sobreviver a um massacre, arrumou as malas e encontrou abrigo no Rio de Janeiro. Na cidade maravilhosa, abriu sua casa a outros nordestinos que, como ele, procuravam melhores condições de vida no segundo maior município no Brasil. Das terras fluminenses, viajou para Brasília afim de participar da construção da nova capital do país. 


CANASTRA SUJA (2018) (135’)




Horário: Terça, dia 17, às 22h

INÉDITO E EXCLUSIVO


Direção: Caio Sóh
Classificação: 16 anos

Sinopse: Caio Sóh surgiu como uma das maiores revelações do cinema brasileiro por incorporar influências do realismo teatral, de onde é egresso, em Teus Olhos Meus (2011). Seus trabalhos seguintes – os premiados Minutos Atrás (2013) e Por Trás do Céu (2016) –, no entanto, mostraram a versatilidade do cineasta ao trazer às telas fábulas oníricas e existenciais. Para sua mais recente produção, o diretor retorna às raízes para retratar, de forma crua, o cotidiano de uma família completamente disfuncional, cujos membros parecem habitar em um barril de pólvora de pavio aceso e curto, prestes a explodir. A coprodução do Canal Brasil com a Cinema Bruto Produção Cinematográfica é estrelada por Marco Ricca, Adriana Esteves, Bianca Bin, Pedro Nercessian e Cacá Ottoni.

A câmera passeia pela casa, logo nas tomadas iniciais, apresentando as feições nada agradáveis dos membros desse lar tomado por brigas e sem qualquer perspectiva de um futuro melhor. Batista (Marco Ricca), fio condutor da história, é porteiro de um prédio da Barra da Tijuca, bairro nobre do Rio de Janeiro, e um alcoólatra em busca de recuperação do vício. Com ele, moram Maria (Adriana Esteves), uma mulher infeliz, adepta do uso de esteroides para melhorar seu desempenho na musculação – realizada secretamente – e infiel ao marido com o namorado da própria filha, Emília (Bianca Bin), uma moça focada em conquistar o mundo negociando a própria virgindade. Há ainda Pedro (Pedro Nercessian), um jovem perdido na vida e sem qualquer vontade de conquistar um trabalho decente, e Rita (Cacá Ottoni), uma adolescente autista.


CIDADE DE DEUS (2002) (130’)






Horário: Quarta, dia 19, às 19:20
Direção: Fernando Meirelles
Classificação: 16 anos

Sinopse: Cinco anos depois do lançamento do romance homônimo de Paulo Lins, Fernando Meirelles dirigiu uma das produções brasileiras mais aclamadas de todos os tempos. A obra concorreu, no ano de 2004, a quatro categorias do Oscar: melhor direção, edição, roteiro adaptado e fotografia; recebeu mais de 50 prêmios; e entrou para a lista dos 100 melhores filmes da história segundo a revista Time. O longa conta com a atuação de nomes até então pouco conhecidos pelo grande público, como Alexandre Rodrigues, Douglas Silva, Phellipe Haagensen, Leandro Firmino, Jonathan Haagensen, Roberta Rodrigues, Seu Jorge e Alice Braga, somados à experiência de Matheus Nachtergaele.

Cidade de Deus é um bairro surgido na década de 1960 na zona oeste do Rio de Janeiro após um projeto governamental que visava a remoção de favelas. Duas décadas após sua criação, já era um dos locais mais violentos da cidade. Para contar a trajetória deste lugar, o título mostra a vida de diversos personagens, vistos sob a ótica de Buscapé (Alexandre Rodrigues), menino sonhador atormentado pela possibilidade de se tornar um bandido. No comando das ações criminosas da comunidade estão seus colegas de infância Zé Pequeno (Leandro Firmino) e Bené (Phellipe Haagensen), cuja ascensão e queda são tão rápidas quanto trágicas. Mesmo diante de raras e escassas oportunidades de sobrevivência em seu meio, Buscapé descobre que pode usar o talento para a fotografia para conquistar respeito e dignidade.


AOS TEUS OLHOS (2018) (75’) 



Horário: Quinta, dia 20, às 22h
Direção: Carolina Jabor
Classificação: 16 anos

Sinopse: Rubens (Daniel de Oliveira) é um professor de natação de uma turma infantil em um tradicional clube de esportes. O protagonista é amado pelos alunos devido ao seu jeito extrovertido e simpático com todos, querido por Ana (Malu Galli), diretora da associação, e conta com a confiança dos pais dos pequenos membros de sua equipe. Toda a segurança de seu trabalho, no entanto, é posta em xeque quando Alex (Luiz Felipe Melo), um de seus pupilos, o acusa de ter lhe beijado à força. Indignada com o suposto assédio sofrido pelo filho, a mãe do guri divulga a denúncia em um grupo de uma rede social formado pelos pais dos demais membros da turma. Automaticamente, sem qualquer prova do acontecido além da palavra do menino, tem início o linchamento virtual do professor, com protestos veementes e agressivos de todos.


SERGUEI – O ÚLTIMO PSICODÉLICO (2016) (103’)



Direção:
Ching Lee e Zahy Tata Pur'gte
Classificação: 14 anos

Sinopse: Sérgio Augusto Bustamante é um dos personagens mais irreverentes e transgressores da história do rock brasileiro. Conhecido popularmente como Serguei, o músico lutou por liberdades individuais em praças públicas durante o período da ditadura militar, transitou dos pequenos cabarés da noite carioca até o gigantesco palco do Rock in Rio, se relacionou com alguns dos maiores ícones do gênero e viveu de forma fiel aos ideais hippies e libertários por eles defendidos. Aos 83 anos, esse ícone da música nacional ganha uma homenagem, dirigida por Ching Lee e Zahy Tata Pur’gte, no mesmo moldes de sua carreira: irreverente, excêntrica e repleta de fãs e famosos que reverenciam sua trajetória.

O documentário passeia pela biografia de Serguei intercalando depoimentos do protagonista, entrevistas com grandes nomes da música nacional e muitas imagens de acervo de shows e entrevistas concedidas pelo rockeiro ao longo da carreira. Serguei fala da audácia de se assumir homossexual em plena ditadura militar, os encontros lisérgicos com Janis Joplin e Jimi Hendrix, os ideais hippies de amor livre e contra a opressão do governo, a relação de carinho e admiração pelos pais e a entrada na terceira idade. Comentários de artistas como Alcione, Ney Matogrosso, Tico Santa Cruz, Frejat, Angela Ro Ro e Erasmo Carlos reforçam a relevância de seu comportamento libertário e alguns curiosos episódios vividos ao lado do homenageado. Ao fim, uma verdadeira ode a uma personalidade revolucionária e anárquica, completamente alheia aos padrões sociais.

ESTÔMAGO (2008) (112’) 

 


Horário: Sábado, dia 22, às 22h
Direção: Marcos Jorge
Classificação: 16 anos

Sinopse: Raimundo Nonato (João Miguel) mudou-se para a cidade grande na esperança de ter uma vida melhor. Trabalhando como faxineiro em um bar, ele descobre que seu talento é mesmo na cozinha. Raimundo transforma o bar em um sucesso e acaba sendo contratado para trabalhar em um restaurante italiano da região como assistente de cozinheiro. A cozinha italiana é uma grande descoberta para Raimundo, que agora tem uma casa, roupas melhores, relacionamentos sociais e um amor, a prostituta Iria (Fabiula Nascimento). 


UN AMOR (2011) (99’) 



Horário: Domingo, dia 23, às 22h

INÉDITO E EXCLUSIVO

Classificação: 16 anos

Sinopse: O escritor e dramaturgo argentino Sergio Bizzio narrou, nas páginas de Un Amor para Toda la Vida, a história de três adolescentes, amigos inseparáveis, cujas trajetórias se distanciaram após enfrentarem as agruras do primeiro coração partido. Pouco depois de publicado, o livro chamou a atenção da cineasta Paula Hernandez, responsável por assinar direção e roteiro – em parceria com Leonel D’Agostino – da adaptação da publicação para as telonas. Estrelada por Diego Peretti, Luis Ziembrowski e Elena Roger, o drama conquistou o troféu Mucuripe de melhor ator (Luis Ziembrowski) na edição de 2012 do Cine Ceará, além de prêmios da Academia Argentina de Ciências Cinematográficas e da Associação Argentina de Críticos de Cinema.

Bruno (Alan Dalca, na adolescência, e Diego Peretti, na maturidade) e Lalo (Agustín Pardella, quando jovem, e Luis Ziembrowski, quando adulto) são dois amigos inseparáveis cujos dias de verão em uma pequena cidade nos arredores de Buenos Aires são passados em total monotonia. O cotidiano de total marasmo é repentinamente mudado com a chegada de Lisa (Denise Groesman, na juventude, e Elena Roger, na meia-idade), uma jovem tida como libertária para o contexto da época – a primeira parte da história se passa no início da década de 1970, quando o regime militar estava prestes a ruir na Argentina. Sua presença revoluciona o comportamento dos meninos e eles descobrem, ao mesmo tempo, o amor – e suas dores e seus dilemas – ao se apaixonarem pela menina.




Nenhum comentário