Books Brasil Books

Novidades

[News] NOVO PODCAST CAMINHOS POSSÍVEIS ABORDA A PATERNIDADE ATRAVÉS DE CONVERSAS COM PERSONALIDADES E SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO

 

A paternidade tem se tornado um tema cada vez mais em voga, trazendo questões profundas sobre a readequação do papel do pai dentro de novos acordos e equilíbrios familiares. Mas, existe um único padrão de paternidade no século XXI? Uma cartilha que dita regras de como ser um bom pai? Para Rodrigo Sarti Werthein, Walter Figueiredo De Simoni,  Aaron Fernández e Rune Tavares, responsáveis pelo podcast CAMINHOS POSSÍVEIS, a resposta é não. Essa questão e muitas outras, não apenas referentes ao assunto, serão discutidas no programa que chega às plataformas de podcast no próximo dia 14, Dia dos Pais. O podcast Caminhos Possíveis foi produzido dentro do escopo do Projeto Planos Primeira Infância (executado pelo IFAN com o apoio da Fundação Bernard van Leer).

“Antes de sermos pais, temos toda uma vida que nos antecede. Esse podcast conversa com personagens interessantes de todo o Brasil que são destaque em suas áreas de atuação, e que também são pais. Como diferentes histórias e caminhos levam a diferentes paternidades?”, dizem os criadores.


O programa conta com especialistas em várias áreas, como o cientista Sidarta Ribeiro, o ator Carmo Della Vecchia, o músico Zeca Baleiro, o psicanalista Christian Dunker e os escritores Jeferson Tenório e Antonio Prata. As conversas seguem por caminhos construídos pelo próprio entrevistado, seguindo meandros relacionados às suas áreas de atuação, suas visões de mundo e como estas se entrelaçam com a sua paternidade. Serão ao todo 9 episódios com 30 minutos cada,  focados em um tema, e serão lançados 3 a cada semana.


 


 “Acho interessante ter pessoas de diversas áreas e que elas falem de suas experiências, o que permite diversas conexões. Quero saber como uma pessoa relaciona todos esses fios: sua visão de mundo, sua área de atuação, a sua paternidade. Como falar com os filhos? Como combinar o trabalho, um dom, com a paternidade?”, explica o produtor audiovisual Rodrigo, que criou o programa com Walter.


 


Há vários caminhos, daí o nome do programa, para a paternidade, para a criação de filhos e filhas. “Existem caminhos e possibilidades. O caminho se faz ao caminhar. Por um lado, é importante entender estas pessoas que já têm uma longa trajetória em seu campo. Por outro lado, a paternidade acaba sendo muito mais um verbo do que um substantivo, algo que só se aprende na prática. Trouxemos essa ideia de processo e trajeto para cá, e a mão dupla de ser um pai e especialista”, conta Walter.


 


Cineasta experiente, o mexicano Aaron chegou para ajudar a encontrar a melhor forma de conduzir as conversas, e se valeu de sua experiência com cinema para isso. “Minha ideia era fazer uma espécie de documentário de áudio. Para isso, fomos à casa ou ao trabalho da maioria dos participantes. E todos se engajaram de forma profunda em explorar suas áreas, sua paternidade, mostrando de fato uma série de paternidades diferentes.”


 


A equipe também conta que prezou pela espontaneidade. Com perguntas exploratórias, as conversas fluíram mais naturalmente, cada episódio contando com a participação e visões de mais de um entrevistado, o que trouxe agilidade à dinâmica de cada programa. Episódios e diálogos se constroem ao redor de ideias concretas e os título de cada um são Cérebro, Natureza, Cidades, Livros, Criatividade, Prato, Imagem, Raízes e Família.


 


“Nossas experiências de paternidade são muito diferentes, se complementam. Cada um tem uma visão. Cada convidado tem uma visão diferente. Não queríamos estabelecer padrões. Trouxemos intimidades junto com o tema. O papel da comida na vida de um chef de cozinha tem origens profundas, que fala sobre sua relação com seus pais, e claro, isso afeta a forma de se relacionar com seus filhos”, fala Walter, se referindo à conversa com o chef Rodrigo Oliveira.


 


Além de Carmo Della Vecchia, Zeca Baleiro, Christian Dunker, Jeferson Tenório,  Antonio Prata e Rodrigo Oliveira, o podcast tem em seus episódios o músico Hamilton de Holanda, o neurocientista Sidarta Ribeiro, o arquiteto José Bueno, André Fernando Baniwa, professor, escritor, político e liderança do povo Baniwa, o agricultor e consultor florestal Namastê Messerschmidt, o arquiteto Guilherme Ortenblad, o médico Paulo Saldiva, o mestre brincante Roque António Soares Jr, o "Roquinho", e os chefs Edgar Villar e Talal Al Tinawi.


 


Entendendo que não há como fazer prescrições de como ser um pai presente, CAMINHOS POSSÍVEIS, explora os desafios e alegrias da paternidade, mas, como deixam claro os criadores, vai muito além desse público-alvo. “É um podcast feito para qualquer pessoa que se interesse pelo assunto, mas também pelas pessoas que se interessam pelo trabalho dos participantes. Vai além do público masculino, pais, pois mulheres também podem ouvir para saber mais sobre seus maridos, companheiros, ou filhos escutarem para saberem sobre seus pais. Enfim, é para todo mundo”, conclui Rodrigo.


 


A EQUIPE


Rodrigo Sarti Werthein, idealizador do podcast, pai da Maia e padrasto do Nicholas, cineasta, é sócio da produtora audiovisual paulista ACERE e já produziu diversos longas e séries e mais de uma centena de vídeos educativos.   Desde o nascimento de Maia vem discutindo, sempre que possível, diversos caminhos da paternidade.


 


Walter Figueiredo De Simoni é pai do Miguel e do Francisco, mineiro, economista e especialista em políticas públicas e mudanças climáticas. Tem uma carreira em desenvolvimento sustentável e políticas públicas que perpassa os setores público, privado e terceiro setor. Hoje é Diretor de Articulação e Diálogos do Instituto Talanoa. 


 


Aaron Fernández é um diretor de cinema mexicano, formado em estudos cinematográficos e audiovisuais na França. Dirigiu Partes usadas, Las horas muertas e Um Filósofo na Arena.


 


Rune Tavares é padrasto do Julio e pai do Antônio. É economista, e produtor executivo de audiovisual há 15 anos, com experiência em longas e séries, além de sócio da produtora Acere.


 


 


CRIADORA E APOIADORES


ACERE: Produtora audiovisual independente, A ACERE tem como vocação à criação de conteúdos originais e nasceu da reunião das expertises de seus sócios, visando o desenvolvimento e realização audiovisual. Acere é uma palavra africana que define as pessoas com quem se mantém uma relação de amizade, companheirismo e irmandade. Em português é o verbo que descreve a transformação de ferro em aço. A Acere acredita na amizade como a energia para transformar vida em arte. Desde 2007 produz longas e séries de ficção e documentário em parceria com os principais nomes do audiovisual brasileiro.


 


FBVL: A Fundação Bernard van Leer é uma fundação holandesa que trabalha globalmente para garantir que todos os bebês e crianças pequenas - especialmente os mais vulneráveis - tenham um bom começo de vida. Ela desenvolve e compartilha o conhecimento de experiências que funcionam no desenvolvimento da primeira infância. Também fornece apoio financeiro e expertise para parceiros de governos, sociedade civil e privada para ajudar no teste e ampliação de serviços que efetivamente melhorem a vida de crianças pequenas e suas famílias


 


 


IFAN: Desde 1999, o Instituto da Infância - IFAN, organização da sociedade civil, atua com a missão de produzir e disseminar conhecimentos inovadores sobre as infâncias, sob a visão de se estabelecer como um centro de referência na área da infância no nordeste brasileiro. O IFAN prioriza como eixo central de suas estratégias a Gestão de Conhecimentos, a qual se baseia na interface das lições aprendidas com a prática em projetos e programas operacionais, além de ações de advocacy, contribuindo, assim, para o desenho de tecnologias sociais inovadoras e fomentadoras de novas políticas públicas na área das infâncias.  


 


 


SERVIÇO


Lançamento do Podcast Caminhos Possíveis


Data: 14 de agosto (Dia dos Pais)


Local: Plataforma de streaming Spotify / Deezer / Apple Podcast


 


 


Cronograma:


Dia 14 de Agosto:


Cérebro (Christian Dunker e Sidarta Ribeiro)

Criatividade (Roquinho, Hamilton de Holanda e Zeca Baleiro)

Imagem (Humberto Baltar, Jefferson Tenório)


 


Dia 21 de Agosto:


Livros (Antonio Prata e Jefferson Tenório)

Prato (Edgar Villar e Rodrigo Oliveira)

Natureza (André Baniwa, Namastê Messerschmidt e José Bueno)


 


Dia 28 de Agosto:


Cidades (Guilherme Ortenblad, José Bueno e Paulo Saldiva)

Raízes (Talal Al Tinawi e Edgar Villar)

Família (Humberto Baltar, Christian Dunker e Carmo Della Vecchia)

Caminhos Possíveis é um podcast produzido dentro do escopo do Projeto Planos Primeira Infância (executado pelo IFAN com o apoio da Fundação Bernard van Leer),





Nenhum comentário