Novidades

[News]Caixas "David Bowie 5. Brilliant Adventure (1992-2001) - Boxset" e "Toy (Toy:Box) - O lendário box de álbuns inéditos" retomam o foco em Bowie

 

 

 

CAIXAS “DAVID BOWIE 5. BRILLIANT ADVENTURE (1992 – 2001) – BOXSET” e “TOY (TOY:BOX) -  O LENDÁRIO BOX DE ÁLBUNS INÉDITO” RETOMAM FOCO EM BOWIE
 
“You’ve Got a Habit of Leaving (Radio Edit)”, retirada do álbum “TOY”, está disponível agora como single digital

 

 

Parlophone Records/ISO Records está orgulhosa em anunciar "DAVID BOWIE 5. BRILLIANT ADVENTURE (1992 – 2001)", o quinto de uma série de boxes contando sua carreira desde 1969 e em 8 de janeiro de 2022, no dia do aniversário de David, "TOY (TOY:BOX)" irá receber sua tão aguardada estreia oficial,  tornando o lendário álbum inédito disponível em versões de três CDs / seis vinis 10”.
 
O mais recente de uma série de boxes premiados e aclamados pela crítica, incluindo DAVID BOWIE 1. FIVE YEARS (1969 – 1973), DAVID BOWIE 2. WHO CAN I BE NOW? (1974 – 1976), DAVID BOWIE 3. A NEW CAREER IN A NEW TOWN (1977 – 1982) and DAVID BOWIE 4. LOVING THE ALIEN (1983-1988), DAVID BOWIE 5. BRILLIANT ADVENTURE (1992 – 2001) é um box com onze CDS, um conjunto de dezoito vinis e um box padrão para download digital. A coleção leva o nome da penúltima faixa instrumental com base de Koto do álbum “hours…”. O box inclui novas versões remasterizadas, com contribuições dos produtores e colaboradores originais de alguns dos materiais mais subestimados e experimentais de Bowie:  “Black Tie White Noise, The Buddha of Suburbia” (disponível em vinil pela primeira vez em quase 30 anos),  ”Outside Earthling” e “hours…”,  junto com o álbum ao vivo expandido “BBC RADIO THEATRE, LONDON, JUNE 27, 2000”, a compilação de não-álbum / versão alternativa / lados B e trilha sonora “RE:CALL 5” e o lendário “TOY”, inédito.

“TOY foi gravado após a performance triunfante de David em Glastonbury em 2000. Bowie entrou no estúdio com sua banda, Mark Plati, Sterling Campbell, Gail Ann Dorsey, Earl Slick, Mike Garson, Holly Palmer e Emm Gryner, para gravar novas interpretações de músicas gravadas entre 1964 a 1971. David planejou gravar o álbum de modo old school, com a banda tocando ao vivo, escolher as melhores versões e então lançá-lo o mais rápido possível, humanamente falando, de modo notoriamente presciente. Infelizmente, em 2001, o conceito de lançamento surpresa de um álbum e a tecnologia para apoiar isso ainda demorava alguns anos, tornando impossível o lançamento imediato de “TOY, como o álbum agora era chamado, para os fãs como David queria. Entretanto, David faria o que fez de melhor: prosseguiu para algo novo, que começou com um punhado de novas músicas das mesmas sessões e por fim acabaram se tornando o álbum “Heathen”, lançado em 2002 e agora conhecido como um de seus melhores momentos.
 
Agora, vinte anos depois do lançamento planejado originalmente, o co-produtor de David, Mark Plati diz, “Toy é um momento no tempo capturado em um âmbar de alegria, fogo e energia. É o som de pessoas felizes em estarem tocando música. David revisitou e reexaminou seus trabalhos de décadas anteriores através de prismas de experiência e novas perspectivas - um paralelo que não passou despercebido por mim, pois agora o revisito vinte anos depois. Às vezes, ele dizia: ‘Mark, esse é o nosso álbum’ - Acho que por saber que eu estava profundamente envolvido com ele naquela jornada. Estou feliz de finalmente poder dizer que agora o álbum pertence a todos nós.”

 

Clique aqui e confira o lyric vídeo de "You've Got A Habit Of Leaving (Radio Edit)":

 

Disponível em 3 CDs ou formatos de vinil de 6x10”, “TOY (TOY:BOX)” é uma edição especial do álbum “TOY”. A abordagem “capture o momento” das sessões de gravação se extendem à arte do encarte projetada por Bowie com uma foto dele de quando era bebê com um rosto contemporâneo. O pacote também contém um livro colorido de 16 páginas apresentando fotos inéditas por Frank Ockenfels 3.

As sementes de TOY foram plantadas pela primeira vez em 1999 durante a produção de um episódio de VH1 Storytellers. David queria performar algo de sua carreira pré-“Space Oddity”, então ele voltou a 1966 e tirou o pó de  “Can’t Help Thinking About Me” pela primeira vez em trinta anos. A música permaneceu na setlist da curta turnê promocional do álbum “hours…” e, no início dos anos 2000, David e o produtor Mark Plati compilaram uma lista de algumas das primeiras músicas de Bowie para regravação.

“TOY” termina com uma nova música que deu nome ao título do álbum, “Toy (Your Turn To Drive)” que foi construída de um improviso no final de uma das versões ao vivo de “I Dig Everything”. A faixa é baseada em seções rearranjadas da bateria de Sterling Campbell, o baixo de Ann Dorsey e seções de piano de Mike Garson, repetidas junto com uma linha de guitarra de Earl Slick que foi sampleada, esticada no tempo e usada como figura repetitiva. Por último, alguns dos vocais de Holly e Emm do corpo de “ I Dig Everything” foram cortados e ressignificados. O produtor Mark Plati diz: “Como a música foi selecionada de ‘I Dig Everything’ fez sentido adicionar esta faixa ao álbum - também é um pós-escrito perfeito para a era ‘TOY’”.
 
 Está incluído no “TOY:BOX” um segundo CD/conjunto de vinis 10” de mixagens e versões alternativas, incluindo lados B propostos (versões do single de estreia de Bowie, “Liza Jane” e “In The Heat Of The Morning” de 1967), mixagens posteriores por Tony Visconti e a “Versão Tibetana” de “Silly Boy Blue” gravada no The Looking Glass Studio na época do show de 2001 no Tibet House em Nova Iorque, com a participação de Philip Glass no piano e Moby na guitarra.

 O terceiro CD/conjunto de vinis 10” traz mixagens acústicas e ligeiramente elétricas de treze faixas do “TOY”. O produtor Mark Plati diz: "Enquanto estávamos gravando as faixas básicas, Earl Slick sugeriu que ele e eu fizéssemos um overdub de guitarras acústicas em todas as músicas. Ele disse que esse era um truque de Keith Richards, às vezes essas guitarras seriam uma parte presente da faixa, e em outras seriam mais subliminares. Mais tarde, enquanto mixávamos, David ouviu uma das músicas tornar-se apenas vocais e guitarras acústicas; e isto deu a ele a ideia de que deveríamos fazer alguns mixes despojados como aquele e que um dia eles seriam úteis. Quando colocamos alguns outros elementos no pote, pareceu que poderia ser uma gravação completamente diferente. Eu fiquei muito feliz em finalizar aquele pensamento após duas décadas depois do fato”.

Exclusivas no box “DAVID BOWIE 5. BRILLIANT ADVENTURE (1992 – 2001)” estão as performances no BBC RADIO THEATRE, LONDON, JUNE 27, 2000 e RE:CALL 5. A primeira foi gravada dois dias depois da famosa performance em Glastonbury para 500 fãs sortudos no teatro em art déco da BBC no centro de Londres. As seleções do show estavam disponíveis como o terceiro CD numa edição muito limitada de 3 CDs de “Bowie At The Beeb”, em setembro de 2000, mas o show completo nunca esteve disponível em vinil. “RE:CALL 5” apresenta 39 músicas fora de álbums / versões alternativas / lados B e músicas de trilhas sonoras em 3CDs e 4 LPs.
 
O livro que acompanha o box físico, com 84 páginas no box de CDs e 128 no conjunto de vinil, irá trazer fotos raras e nunca publicadas feitas por fotógrafos que incluem Frank W. Ockenfels 3, Nick Knight, John Scarisbrick e Nina Schultz Terner, entre outros, bem como recordações, notas técnicas dos produtores/engenheiros Brian Eno, Nile Rodgers, Reeves Gabrels e Mark Plati sobre os álbuns, assim como uma nova entrevista com o colaborador de “The Buddha of Suburbia”Erdal Kizilçay.

O box de CDs inclui versões em mini-vinil fielmente reproduzidas dos álbuns originais, quando aplicável, e os CDs terão a cor dourada em vez do prata de sempre.

 

Créditos da imagem: Archive

 Redes Sociais:

Twitter: twitter.com/davidbowie

Instagram: instagram.com/davidbowie

Facebook: facebook.com/davidbowie

YouTube: youtube.com/davidbowie

Site: davidbowie.com

PR/WMG

Nenhum comentário