Novidades

[News] Brinquedoteca de obra social niteroiense é reaberta com lançamento de e-book Escritor Flávio Dana lança obra "Vírus Marvadus" nesta quarta (13), a partir das 10h

 

É possível juntar literatura e motos em um evento? Para Flávio Dana, sim! O escritor e músico participa da reabertura, nesta quarta-feira (13) a partir das 10 horas, da Brinquedoteca do Centro Juvenil Oratório Mamãe Margarida (CEJOMM), em Santa Rosa, em Niterói. O evento terá a doação de livros infantis e o lançamento da versão multimídia do e-book "Vírus Marvadus", lançado pela editora "Dormir Pra Quê?", com direito a trilha sonora, sonoplastia e animação. O patrocínio é da empresa Caminho do Horizonte.

A reabertura também vai contar com a presença de integrantes de vários moto-clubes do Rio (entre eles os Amigos da Prata de Campo Grande, da Zona Oeste) e de Niterói. A proposta é realizar a doação dos livros para as crianças no mesmo local, apenas a partir das 14 horas. O evento estará de acordo com os protocolos sanitários e, por isso, terá somente a participação das crianças que são atendidas pela instituição.

A obra é um projeto multimídia, que reúne na mesma obra um livro objeto ilustrado, um e-book com animações, trilha sonora e efeitos de sonoplastia com a possibilidade de download, do MP3 e das partituras do arranjo que compõem a obra. A edição e a autoria são do compositor e escritor Flávio Dana. As ilustrações são do artista gráfico Felipe Campos e o projeto gráfico é assinado pela dupla de autores. “Vírus Marvadus” inaugura a editora independente “Dormir Pra Quê?”, dirigida por Flávio Dana.

O ano de 2020 chegou pregando um grande susto no planeta. Um vírus surgido na China no fim de 2019 cruzou o ano varrendo os países que via pela frente a provocar estragos, muitos estragos. Em março do ano passado, o temido coronavírus deu as caras por aqui. A coisa começou a ficar feia: a contaminação se espalhando, hospitais lotados, número de doentes e de mortos crescendo, suspende tudo, home office, escolas fechadas. Como lidar com o chamado “novo normal”?

Foi justamente pensando nas crianças, e em como proporcionar a elas o direito e a oportunidade de ver o tema com a leveza e a ludicidade necessária para lidar melhor com seus anseios, medos e eventuais traumas, provocados pela mudança abrupta da realidade de suas vidas, é que o escritor e músico Flávio Dana decidiu resgatar um antigo projeto seu e fazer uma releitura, trazendo a história para os dias atuais.

"Vírus Marvadus” foi todo produzido em poucos meses, num esforço de mutirão criativo. O projeto surgiu da vontade do autor de dar vida às imagens e ir além daquele enredo feito durante a pandemia do H1N1 em 2010, com o objetivo de conscientizar seus alunos a lidar com as dificuldades e mudanças de hábitos impostas por um novo cenário.   

Se na época, o H1N1 (também conhecido como gripe A) já foi assustador, que reação esperar dos pais de hoje frente ao novo coronavírus? Que apoio devemos oferecer para às famílias ainda sem uma vacina para imunizar seus filhos?

A abordagem escolhida pelo autor para apresentar a história é totalmente atemporal e não poderia ser de outra maneira, já que todos os anos nos deparamos com surtos de gripe, dengue e outras enfermidades perigosas, que dependem da higiene pessoal e coletiva adequadas, para que sejam mantidas sob controle.

A história apresenta um vilão sem noção em um diálogo imaginário com uma criança imaginária que pode ou não ser o leitor. O vírus tenta manipular a personagem para levar a melhor. As ilustrações impactantes, de cores fortes, que dão um clima de terror leve e suspense ao enredo, fazendo o leitor entrar naquele cenário, se sentindo parte da história. E do aprendizado que ela se propõe. Afinal, lavar sempre as mãos, manter o corpo higienizado, não é drama nenhum e salva vidas.     

Para a psicóloga e psicodramatista Elaine Holanda, especialista em Educação Social e Saúde Mental infanto-juvenil, o livro “Vírus Marvadus”, de Flávio Dana, pode ser mais que um importante facilitador para o trabalho de prevenção e orientação e, portanto, apoiar ações que diminuam os riscos de contágio provocados pelo novo coronavírus, o que inclui a mudança de hábitos de higiene pessoal.

“Muito além da possibilidade de auxiliar no importante processo educacional de conscientização de riscos, o livro, com a adequada mediação profissional, certamente será um elemento de apoio relevante para uma diferenciada prática terapêutica que preserve a saúde emocional de leitores e seus familiares”, afirma a psicóloga.

Sobre o autor

Flávio Dana é músico, compositor e escritor com livros publicados pela Editora Nacional, e tem como destaque de seu trabalho seus livros e suas músicas infantis, entre elas um xote  que deu origem a um cordel e uma fábula que conta a história do bode “Godofredo, um Craque Caprino”.  É também compositor de sambas e canções de diversos gêneros, repertório que apresenta em shows que mesclam literatura e música.


Serviço

Lançamento do e-book "Vírus Marvadus"

Local: Brinquedoteca do Centro Juvenil Oratório Mamãe Margarida (CEJOMM)

Endereço: Rua Padre Emílio Miotti, 10, Santa Rosa, Niterói

Data: 13 de outubro de 2021

Horário: 10 horas

Entrada franca, mas limitada à presença de 50 crianças





Nenhum comentário