Novidades

[News] "Café com Leite", o novo livro de Vicentini Gomez, retrata a chegada dos imigrantes italianos

 "Café com Leite", o novo livro de Vicentini Gomez,  retrata a chegada dos imigrantes italianos 




"- Com a chegada da pandemia, retornei a um projeto antigo, dos anos 70, de fazer um texto, inicialmente teatral, sobre a chegada dos imigrantes italianos ao Brasil. Acabou virando livro", esclarece Vicentini Gomez. A narrativa, iniciada no ano da execução de Sacco e Vanzetti, 1927,  estabelece como ponto de partida o porto de Nápoles,  indo em direção ao porto de Santos,  e tendo sua conclusão em uma fazenda de Itu. Os  32 dias de viagem do personagem "Stefano", que chega ao país em busca de liberdade e sustento, são narrados,  segundo as palavras do historiador  Jonas Soares de Souza como  ..."de suor, carne e sangue,  uma história que conhecemos em linhas gerais, a das razões da imigração e as agruras e sucessos do imigrante em nossas terras".&nb sp; Já a historiadora e escritora Ana Luiza Martins, ao assinar o prefácio, sinaliza:-"A rica abordagem contempla a conjuntura da imigração e os demais registros a ela pertinentes, que vão dos percalços da substituição da mão de obra escrava pela livre, da questão de gênero à exploração do trabalho, das formas de tratamento na sociabilidade da época às práticas culturais em voga, a exemplo das festas mencionadas e dos instrumentos musicais afetos a etnias e ritmos diversos".

"Café com Leite", a nova obra de Vicentini Gomeznarrada em português e parte em italiano (sua ancestralidade ficou latente),  é um lançamento da Editora Laços, SP. 

Vicentini Gomez é um homem das artes: ator, diretor, mímico, cineasta, escritor. Escreveu dezenas de peças para o teatro, destacando-se "Picardias do Picadeiro", "Tal pai, tal filho", "A invenção da terra do jeitinho", "As maluquices do picadeiro" e "O vendedor de Sacis e outras lorotas". Escreveu dezenas de roteiros para o cinema e a televisão, com destaque para "Justiça!Uma história", "Porto das Monções", "Histórias & estórias",  série "Consciência na Cultura" e "Doutor Hipóteses - Uma alma na pandemia".

Vicentini atuou em dezenas de telenovelas, com destaque para "Joia Rara" (Delegado Cavalcante), "Avenida Brasil" (Serjão, o sequestrador da Carminha) e "Cúmplices de um resgate" (Giuseppe). Em  diversos espetáculos teatrais, como "Confidências de um espermatozóide careca""Picardias do Picadeiro", "O analista de Bagé", "Três homens baixos" e "Eles não usam black-tie". Gomez é membro da UBE - União Brasileira de Escritores, e ganhador de inúmeros prêmios em todas as suas áreas de atuação. 
As premiações mais recentes conquistadas pelo  artista foram  durante o FICOCC - Five Continents International Film Festival deste ano,  na Venezuela, e nas categorias de "Melhor filme" e "Melhor Ator Protagonista" (Vicentini Gomez). 

Nenhum comentário