02 junho 2018

[Crítica Musical] Lungs

"Lungs" é o primeiro album de estúdia da banda Florence and the Machine, onde se encontra o maior hit da banda. Mas chegaremos lá.
O album serve como uma apresentação da banda ao mundo, e para mim é quase impossível (se, de fato, não for) escolher um estilo musical para ele, que apresenta um grande leque de estilos e sonoridas. É possível observar essa diferenciação musical interna entre faixas como o punk de "Kiss With a Fist", o blues sinistro de "Girl With One Eye", o goth rock de "Howl", entre outras faixas únicas.
As letras são um show a parte neste album, uma viagem na poesia, na dor e nas sombras, cheio de sangue e mistério, além de muitas referências mitológicas e religiosas (o que é marca registrada da banda), mostrando o quão longe Welch vai por uma boa música.
O álbum é bem versátil em sua abordagem, e as faixas, tão únicas em conteúdo e sonoridade, possuem a magia hipnotizante de Welch. "Dog Days Are Over", faixa que abre o álbum e que colocou a banda aos olhos de todo mundo, possui uma pegada quase religiosa em sua composição total. "Rabbit Heart (Raise It Up)" é carregada nas referências bíblicas e aborda tanto o lado ruim quanto o lado bom da fama. Além da harpa usada intensamente no álbum, percussões são também muito exploradas.
No geral, relacionamentos e emoções são levados ao extremos nas composições, e a sonoridade exagerada cria um produto absolutamente novo e inigualável no cenário musical.
Ouvir "Lungs" é quase um ritual no meio de uma floresta, ao redor de uma fogueira, numa noite de lua cheia. Ele não apenas se expõe, mas faz com que você queira seguir o mesmo caminho em plena comunhão.
Não se pode deixar de lado os video-clips, que dão um charme a mais em todo o trabalho. O aspecto mais marcante dos vídeos dessa era é o uso da feminilidade e do glam. Brilhos, cores e luzes são utilizadas a todo o tempo. Nesse ponto, deve-se dar uma grande enfase aos vídeos de "Cosmic Love" e de "You've Got The Love", que são hipnotizantes, estonteantes... simplesmente lindos em todos os aspectos.
É até interessante ver como é possível notar algumas similaridades dos álbuns seguintes com faixas deste. Algumas faixas como "Blinding" lembram muito o estilo sombrio do álbum "Ceremonials", enquanto "Rabbit Heart (Raise It Up)" também tem uma certa semelhança a faixa "Heartlines" do mesmo álbum, mostrando o link sonoro, mas longe de se repetir: aprimorando-se.
"Lungs" definitivamente é um ótimo meio de conhecer a banda e começar a entender sua base e suas inspirações, e adentrar as obras seguintes prontos para serem arrebatados.

Tracklist:
01. Dog Days Are Over
02. Rabbit Heart (Raise It Up)
03. I'm Not Calling You a Liar
04. Howl
05. Kiss With a Fist
06. Girl With One Eye
07. Drumming Song
08. Between Two Lungs
09. Cosmic Love
10. My Boys Builds Coffins
11. Hurricane Drunk
12. Blinding
13. You've Got The Love


Florence + The Machine - Dog Days Are Over (2010 Version)

Nenhum comentário

Postar um comentário