11 outubro 2018

[Programação] Filmes em Destaque no Canal Brasil de 15 a 21 de Outubro

Sem Dentes – Banguela Records e a Turma de 94 (2013) (116’) 



Horário:
Segunda, dia 15, às 22h

INÉDITO E EXCLUSIVO

Apresentação: Amir Labaki
Direção: Ricardo Alexandre
Classificação: 12 anos

Sinopse: A coprodução do Canal Brasil, dirigida por Ricardo Alexandre, resgata a memória dessa marca fundamental no apoio a bandas iniciantes. O documentário remonta o cenário musical do Brasil à época, com pouco espaço para guitarras pesadas e em uma espécie de decadência dos grupos mais importantes dos anos anteriores, e o panorama da conjuntura internacional, em burburinhos vangloriados pela imprensa vindos de Seattle (Estados Unidos), berço do grunge de Nirvana, Pearl Jam e Soundgarden, e de Manchester (Inglaterra), cidade natal de Oasis e Stone Roses. Longe dos principais centros urbanos, no entanto, havia uma rica produção cultural, ignorada por grande parte da mídia, como revelado no depoimento do jornalista André Forastieri, companheiro do diretor na redação da revista Bizz, publicação influente no universo musical.

 
Amores de Chumbo (2018) (98’)





Horário: Terça, dia 16, às 22h


INÉDITO E EXCLUSIVO


Direção: Tuca Siqueira
Classificação: 14 anos

Sinopse: Miguel (Aderbal Freire Filho) e Lúcia (Augusta Ferraz) estão prestes a comemorar quatro décadas de casamento em uma festa familiar. Apesar da idade avançada e do longo período juntos, o relacionamento caminha bem, com juras de amor de ares adolescentes e promessas até a eternidade. Tudo parece caminhar bem até o ressurgimento de Maria Eugênia (Juliana Carneiro da Cunha), uma escritora e antiga amiga do casal exilada em Paris devido à sua militância política contra o regime militar recém-chegada a Recife. O reencontro resgata uma questão há anos abafada entre o casal; Lúcia lutou para tirar o marido da prisão após ele enfrentar a ditadura e ficou ao seu lado durante todos esses anos, mas interceptou as cartas da literata endereçadas ao seu cônjuge por saber dos sentimentos de um pelo outro. 


O Outro Lado da Rua (2004) (98’) 




Horário: Quarta, dia 17, às 19:45
Direção: Marcos Bernstein
Classificação: 14 anos

Sinopse:
Regina (Fernanda Montenegro) é uma mulher de 65 anos de sinceridade excessiva e ironia incontida, que vive em Copacabana com sua cachorrinha vira-lata. Para esquecer a solidão e se distrair ela participa de um serviço da polícia, no qual aposentados denunciam pequenos delitos. Em uma noite de abandono, “fiscalizando” com seu binóculo o que acontece nos prédios do outro lado da rua, Regina presencia o que lhe parece ser um homem matando sua mulher com uma injeção letal. Ela chama a polícia, mas o óbito é dado como morte natural. Desmoralizada, Regina resolve provar que estava certa e acaba se envolvendo com o suposto assassino. 


Pelé – O Nascimento de Uma Lenda (2017) (108’) 




Horário: Quinta, dia 18, às 19h
Direção: Jeff Zimbalist e Michael Zimbalist
Classificação: 10 anos

Sinopse: O filme foca sua atenção nos primeiros anos da vida de Pelé (vivido por Leonardo Lima Carvalho, na infância, e Kevin de Paula, na adolescência) na pequena cidade de Três Corações, em Minas Gerais. O pequeno Edson é o filho mais velho de Dondinho (Seu Jorge) e Lucia (Mariana Nunes), um casal humilde com dificuldades para educar outras duas crianças em um pequeno casebre. Nos campos de terra batida do bairro, o menino começa a mostrar seu talento com a bola nos pés e a encantar plateias com dribles cheios de ginga e gols memoráveis. A vontade de se tornar um jogador de futebol, no entanto, esbarra nas amarras sociais – ele é obrigado a trabalhar como engraxate para ajudar na insuficiente renda familiar – e na vontade dos pais, focados em manter o menino na escola e contrários aos seus sonhos nos gramados.


Quase Memória (2018) (95’)





Horário: Sexta, dia 19, às 19:50
Direção: Ruy Guerra
Classificação: 12 anos

Sinopse: Carlos Heitor Cony conquistou o Prêmio Jabuti, mais importante láurea da literatura brasileira, ao lançar, em 1996, um drama com tonalidades de teatro do absurdo para abordar o tênue limite da realidade e da memória do autor sobre o pai, já falecido. Mais de duas décadas depois da publicação, Ruy Guerra adaptou o texto para as telonas e alcançou o mesmo sucesso do universo das letras. Vencedora do prêmio especial do Júri no Festival do Rio em 2015, a coprodução do Canal Brasil é estrelada por Tony Ramos, João Miguel, Mariana Ximenes, Charles Fricks, Antonio Pedro, Augusto Madeira e Flavio Bauraqui.

O roteiro parte de uma premissa surreal, distante do realismo estético, para explorar as reminiscências de um homem sobre o próprio pai. Carlos (Charles Fricks) se depara, na sala de sua própria casa, com um idoso de mesmo nome (Tony Ramos) com lapsos de memória e feições muito parecidas. Em pouco tempo, no entanto, eles percebem que são a mesma pessoa em estágios diferentes da vida. De início, ambos os personagens são céticos com a possibilidade desse encontro impossível em condições normais, mas logo deixam para trás o estranhamento e começam a explorar detalhes do passado. O principal foco das memórias é o pai, Ernesto (João Miguel), e as histórias vividas ao lado dele. As lembranças, contudo, são recordadas pelo prisma dos próprios protagonistas, sem uma preocupação em serem relatos fieis da realidade.

Vazio Coração (2013) (120’)






Horário: Sábado, dia 20, às 19:25
Direção: Alberto Araújo
Classificação: Livre

Sinopse: Hugo Kari (Murilo Rosa) é um cantor brasileiro nacionalmente famoso. Em um determinado momento de sua carreira, ele decide fazer uma pausa em sua agenda para se encontrar com o pai, o Embaixador Mário Menezes (Othon Bastos), no Grande Hotel Termas do Arazá, lugar onde a família costumava se reunir nas férias. Nesse lugar repleto de memórias e recordações boas, ambos tentaram se reconciliar e concertar uma relação despedaçada pelo tempo e por conflitos, principalmente de ideias, e por uma tragédia que eles nunca conseguiram superar.



La Señora Haidi (2017) (90’) 




Horário: Domingo, dia 21, às 22h

INÉDITO E EXCLUSIVO
 

Direção: Rafael Menéndez e Daniel Alvaredo
Classificação: 16 anos

Sinopse: Pablo (Guillermo Pfening) e Mara (Maria Abadi) sofreram um acidente de carro em uma estrada remota em uma chuvosa madrugada em uma cidade qualquer da Argentina. Com ferimentos causados pela colisão, o casal procura abrigo e bate à porta da Senhora Haidi (María Leal), uma idosa solitária, moradora da única casa da região. À princípio, a recepção é calorosa e a mulher ajuda os visitantes perdidos com os ferimentos, oferece comida e água, roupas limpas e um quarto para passarem a noite até se recuperarem. Aos poucos, no entanto, os hóspedes percebem um comportamento misterioso da anfitriã, desconfiando de algumas atitudes e do discurso religioso quase fanático da hospedeira. Antes do sol raiar, eles vão perceber que estão presos nas mãos de uma perigosa psicopata.

 


Nenhum comentário

Postar um comentário