Books Brasil Books

Novidades

[News] Globo Filmes assina 20 novos contratos de filmes brasileiros

 


Em entrevista à revista americana Variety, a head da Globo Filmes, Simone Oliveira, confirmou que a empresa assinou 20 novos contratos de filmes brasileiros para o período de 2022 até 2025. O investimento total é de 50 milhões de reais. Entre as aquisições estão longas-metragens de nomes como Zelito Viana e do finalista ao Oscar Cao Hamburger, além de novas e premiadas cineastas como Beatriz Seigner e Juliana Rojas. Também se destacam os nomes de Jeferson De, Grace Passô e Sabrina Fidalgo.  

Entre os projetos anunciados estão “Dois Verões e Uma Eternidade”, de Sandra Kogut; “Viva Marília”, de Zelito Viana; “Amores Surdos 1500”, de Grace Passô; “Carolina”, de Jeferson De; “O Flamingo Solitário”, de Beatriz Seigner; a comédia “Tô de Graça, o Filme”, de César Rodrigues, e a continuação da franquia infantil “DPA”. 


“Estamos tentando ter mais diversidade em nossa lista de projetos. Temos alguns filmes muito comerciais, baseados em IPs da Globo, como 'DPA4', e filmes de arte, com talentos em ascensão e diretores aclamados”, disse Simone Oliveira, head da Globo Filmes, à Revista Variety, durante o Festival de Cannes. E acrescentou: “Queremos fazer filmes relevantes, sejam comerciais, sejam arthouse, e garantir que eles realmente impactem nas salas de cinema, assim como nas demais janelas”. 

 

Sobre a Globo Filmes:  

A Globo Filmes atua como produtora e coprodutora de filmes brasileiros com foco na qualidade artística e na diversidade de conteúdos que valorizam a nossa cultura, maximizando a audiência no cinema e demais janelas.  

Desde 1998, participou de mais de 400 filmes, levando ao público o que há de melhor do cinema brasileiro; comédias, romances, documentários, infantis, dramas e aventuras. Fazem parte de sua filmografia recordistas de bilheteria, como ‘Tropa de Elite 2’ e ‘Minha Mãe é uma Peça 3’ – ambos com mais de 11 milhões de espectadores –, sucessos de crítica e público como ‘2 Filhos de Francisco’, ‘Aquarius’, ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘O Palhaço’ e ‘Carandiru’, e longas premiados no Brasil e no exterior, como ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar – e 'Bacurau', que recebeu o prêmio do Júri no Festival de Cannes.  




Nenhum comentário