Novidades

[Crítica] Um Lugar Silencioso Parte II

 

Sinopse:

Em Um Lugar Silencioso - Parte 2, logo após os acontecimentos mortais do primeiro filme, a família Abbott (Emily Blunt, Millicent Simmonds e Noah Jupe) precisa agora encarar o terror mundo afora, continuando a lutar para sobreviver em silêncio. Obrigados a se aventurar pelo desconhecido, eles rapidamente percebem que as criaturas que caçam pelo som não são as únicas ameaças que os observam pelo caminho de areia.




                          O quê eu achei?

Eu gostei muito do primeiro e estava com um certo receio de que a sequência caísse na maldição do segundo filme mas felizmente não foi o que aconteceu.Esse conseguiu ser ainda mais tenso do que seu antecessor! 

A cena de abertura aparenta ser um dia comum na vida de uma comunidade: várias famílias reunidas para assistir um jogo de baseball-como se a realidade do primeiro filme nunca tivesse existido.Mas é claro que tudo muda quando um som estrondoso é ouvido no céu e as criaturas que caçam pelo som retornam. 

Após o sacrifício do pai, Lee (John Krasinski, que apenas dirige e não chega a aparecer em nenhum flashback)Evelyn (Emily Blunt) e seus filhos, Regan (Millicent Simmonds) e Marcus (Noah Jupe) tem que se proteger dos monstros e cuidar de seu irmão-que é o bebê que Evelyn teve na memorável cena no parto da banheira do primeiro filme. 

Como era inevitável,eles acabam se separando e Reagan encontra Emmett (Cillian Murphy) um velho amigo de seu pai, que a ajuda a fugir de humanos selvagens-o tipo que não vale a pena serem salvos, como Lee os havia descrito.

As cenas de tensão são muito bem feitos e para variar,as crianças salvam o dia, especialmente Reagan mas Evelyn também tem seus momentos de destaque.Abre uma brecha para um terceiro filme e mal posso esperar para conferir!

                        Trailer:





Nenhum comentário