[Resenha] Duas vidas


Sinopse:
Uma história tocante, cheia de emoção e humor. Uma reflexão sobre o sentido da vida, do mesmo autor de Não era você que eu esperava. 
Baudouin e Luc são irmãos, mas não poderiam ter vidas mais diferentes. Baudouin leva um dia a dia sufocante em um emprego monótono como jurista e com um chefe detestável. Luc, por outro lado, é um espírito livre, que viaja o mundo praticando medicina. Quando Luc volta a Paris por alguns dias, ele faz de tudo para tirar o irmão mais novo da inércia e mostrar a ele o que a vida tem a oferecer. Mas o que finalmente convence Baudouin é a descoberta de um tumor e a perspectiva de que lhe restam apenas poucos meses de vida. Baudouin, então, resolve deixar tudo para trás e parte com o irmão em uma jornada de autodescoberta.

O que eu achei?
Baudoin é um jovem- senhor que sempre sua vida pré moldada sobre as expectativas dos outros ao seu respeito. Quando jovem tinha o desejo de ser um músico e viver de sua arte, mas sempre foi podado por seus pais que desejavam que o filho tivesse uma vida mais certinha e regrada. Aos poucos Baudoin deixou de fazer suas vontades e começou a viver um ciclo vicioso de corresponder as expectativas das pessoas ao seu redor. Mas tudo irá mudar após a descoberta de um tumor maligno e sua decisão em mudar sua vida por completo.

Nesta HQ vemos a desconstrução de um personagem apático e acostumado a fazer tudo o que esperam dele para um homem de meia-idade que tem pouco tempo de vida e que irá tentar de todas as formas reconquistar para si sua própria vida.
Enquanto Baudoin é tímido e retraído, Louc é extremamente feliz cm sua vida, e de uma forma incrível Fabien mais uma vez conseguirá resgatar a dignidade e os sonhos de um alguém sem expectativas.

A transformação do personagem é gradual e um misto de emoções muitas vezes sentidas em cada atitude do personagem que irá redescobrir os pequenos prazeres de sua vida. Ele decide largar tudo e acompanhar seu irmão a África para poder se reencontrar e viver seus últimos dias.
Mais uma vez o autor foi de uma sensibilidade extrema ao tratar a vida cotidiana. A hq é escrita de forma simples tocante e que certamente te dará uma lição de vida.

Postar um comentário

0 Comentários