Novidades

[News] Matheus Brant lança clipe de "Abandonado" e se prepara para gravar o próximo disco

Matheus Brant lança hoje, dia 10 de janeiro, mais um clipe do disco “Assume Que Gosta”. A faixa escolhida foi “Abandonado”, uma releitura da música do grupo Exaltasamba. Assista aqui! 
A ideia do clipe foi trabalhar com o ensaio fotográfico do disco “Assume Que Gosta”, no qual Matheus aparece todo pintado com glitter. “A capa ajudou a despertar o interesse para o disco, chamou atenção, então a gente quis explorar mais”, conta Brant.
Ao mesmo tempo, o curta marca a transição do “Assume Que Gosta” para o próximo álbum, com lançamento previsto para este ano e com direção artística de César Lacerda. Por isso, durante as filmagens, a maquiagem vai sendo tirada até que o rosto do cantor fique limpo, que é a ideia estética do próximo disco. “Ao contrário da capa do disco anterior, onde apareço com muita maquiagem, no próximo a ideia é aparecer de cara limpa, no sentido concreto e figurado também, para que a comunicação com o público seja mais direta”, explica Matheus.
O clipe, disponível na página oficial do cantor no YouTube, teve direção de Belle Melo e Vito Soares. A direção de arte e produção é de Camila Buzelin, a direção artística de Cesar Lacerda e o curta conta com a participação especial de Nathália Vieira e Paula Silva. A maquiagem foi feita por A Gliterista.
Criador de um dos principais blocos de Carnaval da capital mineira, o Me Beija que Eu Sou Pagodeiro, Matheus têm dois discos na carreira. A estreia solo foi em 2012, ‘A Semana’ (Independente), álbum que reúne 13 faixas e participação especial de Curumin, José Luís Braga (Graveola e o Lixo Polifônico), entre outros talentos contemporâneos. Em 2016 foi a vez de “Assume Que Gosta” ser apresentado, com produção da dupla Fabio Pinczowski e Mauro Motoki. A turnê do disco acabou em 2018, com o lançamento da versão em vinil, e agora Brant se prepara para gravar o terceiro álbum.
Além dos discos, em 2014, Matheus lançou o livro/cd “A música e o vazio no trabalho: reflexões jurídicas a partir de Hannah Arendt”, pela editora Initia Via, baseado na dissertação de mestrado do autor e que apresenta as múltiplas dimensões do trabalho. O livro traz encartado um CD com cinco canções compostas por Brant e que integram a obra: ao final de cada capítulo, há uma música que busca ilustrar o tema ali tratado.

Nenhum comentário