[News] Favores Vulgares: A história real do homem que matou Gianni Versace - Reino Literário Br

Recentes

Home Top Ad

Anuncio aqui

11 janeiro 2019

[News] Favores Vulgares: A história real do homem que matou Gianni Versace

Sinopse: Em 15 de julho de 1997, Gianni Versace foi morto a tiros nos degraus da entrada de sua mansão em Miami Beach pelo serial killer Andrew Cunanan. Mas, meses antes do assassinato de Versace, a premiada jornalista Maureen Orth já vinha investigando a história de Cunanan para a revista Vanity Fair. Escrito a partir de uma seleção de entrevistas com mais de 400 pessoas e insights obtidos de milhares de páginas de relatórios policiais, Favores vulgares conta a história completa de Andrew Cunanan, suas vítimas inadvertidas e o mundo opulento em que elas viveram… e morreram. Orth revela como Cunanan conheceu Versace e a razão pela qual a polícia e o FBI falharam repetidamente em capturá-lo. Esta é uma odisseia impossível de largar, que atravessa os Estados Unidos desde a rica comunidade gay da Califórnia aos modestos lares do Meio-Oeste, onde famílias se condoíam pela perda de seus filhos, chegando a uma decadente South Beach, na Flórida.

O que eu achei?
"Favores Vulgares" nos apresenta a trajetória de mentiras e mortes de Andrew Cunanan, o serial-killer que assassinou o estilista Gianni Versace. O livro detalha não só os crimes cometidos por Cunanan, mas também toda a sua vida antes de se tornar um dos criminosos mais procurados.
O trabalho da jornalista Maureen Orth é extremamente minucioso, destrinchando quem foi Andrew Cunanan desde sua vida em família até sua vida adulta. Somos apresentados a sua família, e nos deparamos com um ambiente tóxico e cheio de ambições, que logo se refletiriam fortemente na personalidade de Cunanan.
Da infância até a vida adulta, Cunanan viveu cercado de mentiras e segredos, incluindo sobre sua sexualidade - uma parte importante para compreender parte do seu comportamento. Vemos como sua personalidade vazia é preenchida por mentiras cada vez mais faraônicas, demonstrando uma necessidade de ser aquilo que ele não conseguia ser naturalmente - mas que ninguém sabia, e podia ser facilmente escondido por camadas de mentiras.
A vida dupla - ou tripla, ou sei lá quantas vidas Andrew criou para si - o colocou nos mais altos níveis em termos de contatos no meio gay, o que servia a ele apenas para seus desejos materiais.
A história mostra não somente a mente e as atitudes de uma pessoa totalmente perdida e sádica, mas também como a caçada e a investigação dos assassinatos feitos por Cunanan - cinco, no total. É aterrador ver como toda a investigação foi marcada por palavras desacreditadas, pistas ignoradas e um total despreparo pericial dos envolvidos. Mesmo sofrendo pressão após o caso O.J. Simpson, a força policial e o FBI se mostraram totalmente perdidos, ineficazes e despreparados para o trabalho, que envolvia tantas camadas complexas de investigação. E para piorar, temos a mídia como abutres, o que dificultou e atrapalhou ainda mais o trabalho da polícia. Fica nítida toda a falta de experiência da polícia em lidar com as famílias das vítimas, com a mídia, com as cenas dos crimes... às vezes dá idéia de que são amadores tentando fazer o trabalho de profissionais.
Enquanto a policia seguia as cegas por pistas que não eram conectadas - e algumas ignoradas -, Cunanan seguia impune e livre, até o seu fim.
O livro se torna um relato impressionante e preciso, com um trabalho cuidado e impecável de investigação jornalística - que se mostrou até mais eficaz que o da polícia. Para os fãs de historias incriveis sobre crimes e serial-killer, esse livro é um prato cheio.
Além disso, a história foi adaptada em série, na segunda temporada de "American Crime Story", vencedora do Emmy de 2018.


 

American Crime Story - Temporada 2 - The Assassination of Gianni Versace - Trailer Legendado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Pages