Novidades

[News] O músico português Cristóvam anuncia live que será transmitida pela Cidade das Artes



Nascido na imensidão azul do Atlântico, mais precisamente na Ilha Terceira (Açores), Cristóvam é um grande tesouro português ainda escondido, mas em vias de ser descoberto. Cantor e compositor, ele lançou seu primeiro disco solo em 2018. Intitulado Hopes and Dreams, o trabalho traz faixas cantadas em inglês e com forte característica indie e folk, fruto de suas influências que vão de artistas como Bob Dylan a Ryan Adams ou Gregory Alan Isakov. 

Suas letras, sinceras e profundas, denotam uma maturidade incomum, ilustrando de forma sólida suas composições musicais. Um exemplo disso é a música Walk in The Rain, que integrou a trilha sonora do filme A Canção de Lisboa e foi indicada ao International Portuguese Music Awards (IPMA) na categoria Pop Performance do ano.

Em 2018, Cristóvam tornou-se o primeiro artista nacional português a atingir o primeiro lugar no prestigiado International Songwriting Contest. A canção Faith & Wine, que chegou ao primeiro lugar das paradas no iTunes de Portugal, foi escolhida entre outras 16.000 como vencedora da categoria de artistas independentes (Unsigned Only) com um painel de jurados composto por artistas como Tom Waits, Grant Lee Phillips, Keane, entre muitos outros.

Logo após lançar Hopes & Dreams, Cristóvam saiu em turnê pela Europa em mais de 30 apresentações por países como Portugal, França, Holanda, Alemanha, Polônia e Bélgica. Durante essa caminhada, o artista acompanhou nomes como Stu Larsen, Tim Hart (Boy & Bear) e Scott Matthews, muito conhecidos na cena indie pela pegada folk-rock.

Cristóvam, que se encontra neste momento duplamente nomeado nos International Portuguese Music Awards com a canção Burning Memories, também figura novamente na final do International Songwriting Competition, desta vez com o single Lifeline. Aliado às indicações, o músico viu uma de suas músicas se tornar viral neste último mês.

Andrà tutto bene:

Com lançamento mundial da Universal Music, Andrà tutto bene e seu poderoso e emocionante filme se tornaram um fenômeno global em menos de 48 horas com repostagens e menções de celebridades internacionais e brasileiras como Enrique Arce (Casa de Papel), Katheryn Winnick (Vikings), Daniela Ruah (NCIS Los Angeles), Gregório Duvivier, Marcus Majella, Bruna Lombardi e Carolina Ferraz.

A canção foi composta e gravada na Ilha Terceira (Açores) por Cristóvam, que, ainda nos versos iniciais, a apresentou ao seu amigo e diretor Pedro Varela. Andrà tutto bene era já uma homenagem à luta inglória que se travava nos hospitais Italianos e ao isolamento social que começava a ser uma realidade por toda a Europa, e que agora se faz necessário em todo o mundo.

Cristóvam e Varela começaram então a desenvolver a ideia nos primeiros dias de suas quarentenas. O filme começava a nascer e moldava-se à música e vice-versa. Alguns dias e madrugadas depois, entre sessões solitárias de composição e gravação na Ilha Terceira, ou filmagens dirigidas remotamente por Varela, esta dupla conseguiu completar em tempo recorde a execução desta mensagem em formato de música e filme.

“Nestes tempos estranhos, em que todos nos encontramos um pouco assombrados pela ansiedade, procuramos dentro de nós a melhor forma de o combater. Escrevi e gravei esta canção no meu pequeno estúdio como a minha forma de o fazer. Não é suposto ser nada mais do que a minha pequena tentativa de mandar um grito de esperança aqui do meio do mar para todos aqueles que neste momento mais precisam. Separados lutamos, juntos resistimos”, comenta Cristóvam.

Confira no link da imagem o resultado desse trabalho:


Clique na imagem ou no link a seguir:
 https://www.youtube.com/watch?v=hSH_4xnE76k


Ficha técnica de Andrà tutto bene:

Música & Letra:
Cristóvam

Filme:
Diretor: Pedro Varela | Produtora: Blanche Filme
Mais informações sobre Cristóvam:
http://www.facebook.com/cristovammusic 
http://www.instagram.com/cristovammusic
http://www.youtube.com/.com/cristovammusic 
https://cristovammusic.com/



Nenhum comentário