Books Brasil Books

Novidades

[News] Teatro Sérgio Cardoso recebe temporada do espetáculo O Lago dos Cisnes com montagem da São Paulo Companhia de Dança

 Teatro Sérgio Cardoso recebe temporada do espetáculo O Lago dos Cisnes com montagem da São Paulo Companhia de Dança




 

Crédito: Silvia Machado 


O Teatro Sérgio Cardoso, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerido pela Amigos da Arte, recebe o espetáculo O Lago dos Cisnes, de Mario Galizzi, criado especialmente para a São Paulo Companhia de Dança, a partir do dia 9 de junho. O balé, criado com músicas especialmente composta por Tchaikovsky, estreou em 1877 no Teatro Bolshoi, mas somente se tornou um enorme sucesso em 1895, com nova coreografia de Marius Petipa e Lev Ivanov para o Teatro Mariinsky, em São Petersburgo. 


O Lago dos Cisnes é feito sob medida para os artistas da companhia. A coreografia de Galizzi - atualmente diretor do balé do Teatro Colón, na Argentina - dialoga com a tradição e se renova nas relações dos personagens, no detalhe das pantomimas e nos desenhos das cenas, em sintonia fina com a música emblemática de Tchaikovsky. Em 2018, foi eleito o segundo melhor espetáculo pelo Guia da Folha de S.Paulo (voto do público e também do júri) e também recebeu o Prêmio APCA – Prêmio Técnico para o trabalho de Vivien Buckup como professora de dramaturgia da obra.


As apresentações de O Lago dos Cisnes da São Paulo Companhia de Dança integram a Temporada 2022 da SPCD e são viabilizadas via Lei de Incentivo à Cultura, Patrocínio Prata de Itaú e Eurofarma, Copatrocínio de Deloitte e Sodexo, apoio de CPF, parceria institucional com Amigos da Arte e Teatro Sérgio Cardoso e contam com realização da Associação Pró-Dança, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.


Serviço
Temporada 2022 - SPCD - O Lago dos Cisnes, de Mario Galizzi
Datas: 09, 10, 11 e 12 de junho de 2022
Horários: Quinta e sexta, às 20h | Sábado, às 16h e 20h | Domingo, às 17h
Local: Teatro Sérgio Cardoso (r. Rui Barbosa, 153 – Bela Vista, São Paulo/SP)
Preço: R$ 70 (plateia central) | R$ 60 (plateia lateral) | R$ 45 (balcão)
Venda: Sympla (a partir de 10 de maio)
Classificação: Livre | Duração: 2h30 


Ficha Técnica – O Lago dos Cisnes | São Paulo Companhia de Dança

Coreografia: Mario Galizzi, a partir de Marius Petipa (1818-1910) e Lev Ivanov (1834-1901)
Música: Piotr Ilitch Tchaikovsky (1840-1893) com partitura revisada por Riccardo Drigo (1846-1930)
Iluminação: Wagner Freire
Cenografia: Marco Lima
Figurino: Fábio Namatame| 1ª e 3ª cenas, todos | 2ª cenas, homens Tânia Agra | 2ª e 4ª cenas, tutus e bruxo | 3ª cena, Odille
Adereços: Robson Rui (Bestas) | Américo Corrêa (Machados, Trompetas e Cetro)
Assistente de coreografia: Sabrina Streiff
Assistente de cenografia: César Bento
Visagismo: Augusto Sargo
Professora de Dramaturgia: Vivien Buckup
Duração/elenco: 112 minutos
Estreia pela SPCD: 2018 | Teatro Sérgio Cardoso, São Paulo/SP – Brasil



SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA

Direção Artística e Educacional | Inês Bogéa

Criada em janeiro de 2008, a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) é um corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, doutora em Artes, bailarina, documentarista e escritora. A São Paulo é uma Companhia de repertório, ou seja, realiza montagens de excelência artística, que incluem trabalhos dos séculos XIX, XX e XXI de grandes peças clássicas e modernas a obras contemporâneas, especialmente criadas por coreógrafos nacionais e internacionais. A difusão da dança, produção e circulação de espetáculos é o núcleo principal de seu trabalho. A SPCD apresenta espetáculos de dança no Estado de São Paulo, no Brasil e no exterior e é hoje considerada uma das mais importantes companhias de dança da América Latina pela crítica especializada, tendo recebido cerca de 40 premiações e indicações nacionais e internacionais. Desde sua criação, já foi assistida por um público superior a 865 mil pessoas em 18 diferentes países, passando por cerca de 150 cidades em mais de 1.060 apresentações e acumulando mais de 40 prêmios nacionais e internacionais. 


Por meio do selo #SPCDdigital, criado em 2020, realizou mais de 40 espetáculos virtuais e transmissões de apresentações que somam quase um milhão de visualizações. Além da Difusão e Circulação de Espetáculos, a SPCD tem mais duas vertentes de ação: os Programas Educativos e de Sensibilização de Plateia e Registro e Memória da Dança.


INÊS BOGÉA - Direção Artística e Educacional | É doutora em Artes (Unicamp, 2007), bailarina, documentarista, escritora, professora nos cursos de especialização Arte na Educação: Teoria e Prática da Universidade de São Paulo (USP) e Pós-Graduação em Linguagem e Poética da Dança: Documentário, Memória e Dança da Universidade Regional de Blumenau (FURB) em parceria com a Fundação Fritz Muller (FFM). É autora do “Por Dentro da Dança” com a São Paulo Companhia de Dança na Rádio CBN. De 1989 a 2001, foi bailarina do Grupo Corpo (Belo Horizonte). Foi crítica de dança da Folha de S. Paulo de 2001 a 2007 e integrou o júri técnico/crítico do quadro Dança dos Famosos do programa Domingão do Faustão/TV Globo de 2016 a 2021. É autora de diversos livros infantis e organizadora de vários livros. Na área de arte-educação foi consultora da Escola de Teatro e Dança Fafi (2003-2004) e consultora do Programa Fábricas de Cultura da Secretaria de Cultura do Estado (2007-2008). É autora de mais de quarenta documentários sobre dança.
 

Sobre a Amigos da Arte

A Amigos da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão dos teatros Sérgio Cardoso e de Araras e diversos programas de difusão cultural e economia criativa, trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos. Em seus 17 anos, a entidade desenvolveu 12 mil ações culturais, atingindo mais de 25 milhões de pessoas.


Sobre o Teatro Sérgio Cardoso

Localizado no boêmio bairro paulistano do Bixiga, o Teatro Sérgio Cardoso foi inaugurado em 13 de outubro de 1980, com uma homenagem ao ator. Na ocasião, foi encenado um espetáculo com roteiro dele próprio, intitulado “Sérgio Cardoso em Prosa e Verso”. No elenco, a ex-esposa Nydia Licia, Umberto Magnani, Emílio di Biasi e Rubens de Falco, sob a direção de Gianni Rato. A peça “Rasga Coração”, de Oduvaldo Viana Filho, protagonizada pelo ator Raul Cortez e dirigida por José Renato, cumpriu a primeira temporada do teatro.



Redes Sociais TSC

Instagram | Facebook | Site
 


Nenhum comentário