Novidades

[Crítica] Feliz Aniversário

Sinopse:
No aniversário de 70 anos da mãe, toda a família se reúne para celebrar junta. Com a presença de filhos, noras, marido e uma câmera para registrar todos os momentos, o evento estava pacífico e feliz. Quando uma inesperada visita chega na festa, a harmonia do ambiente está prestes a acabar. A irmã mais nova, que estava desaparecida há quatro anos, retorna trazendo problemas junto com a sua bagagem.





    


                            O que eu achei?
O título original francês é Fête de Familie (Festa em família)e isso não é uma mera coincidência. 
Explico: esse é o título do filme de estreia do movimento Dogma 95 (movimento criado por Thomas Vinterberg e por Lars Von Triers com o intuito de criar uma cinema mais realista e menos comercial do diretor dinamarquês Thomas Vinterberg. 
Tudo começa quando a matriarca da família, Andreia (a grande Catherine Deneuve)resolve organizar uma festa para comemorar seus 70 anos.Ela chama a família toda e quem aparece de surpresa é sua filha caçula,Claire (Emmanuelle Bercot, hilária no papel, rouba a cena)que não visitava a família há cerca de 4 anos.
A situação só é agravada quando ela dá um ultimato para a venda de sua casa no interior da França, localizada num daqueles cenários idílicos.
Além do marido de Andreia,há os dois filhos, um com a mulher e os dois filhos,o outro com a namorada,uma adolescente de 18 anos e uma câmara para registrar tudo.
Claire é completamente surtada e há dois temas principais na trama nas conturbadas relações familiares: os transtornos mentais e o racismo velado com o namorado negro da adolescente.
Feliz Aniversário¨ é um daqueles filmes de família em que percebemos o quão complexos os laços fraternais podem ser mas no final tudo dá certos e todos se amam. 
Tem seus momentos tristes,cômicos e complexos mas o que triunfa é a capacidade da família de superar as dificuldades através da união.

                 Trailer:



Nenhum comentário