25 novembro 2018

[Programação] Filmes em Destaque no Canal Brasil de 26 de Novembro a 02 de Dezembro

EX-PAJÉ (2018) (82’) 


Horário:
Segunda, dia 26, às 22h

INÉDITO E EXCLUSIVO

Apresentação: Amir Labaki
Direção: Luiz Bolognesi
Classificação: Livre

Sinopse: Perpera Suruí tornou-se um pária de seu próprio povo após o pastor evangélico Martin A. Bleck propagar a ideia de sua ligação com o diabo. Essa exclusão só deixou de existir quando o antigo líder começou a frequentar a igreja e se converteu aos ideais cristãos. O pajé passou, então, a viver em reclusão e a temer sua espiritualidade. O registro passeia pela rotina dos Paiter, evidenciando a influência cada vez mais intrínseca desses novos preceitos em seus costumes. Quando um acidente ocorre com a matriarca Kabena Cinta Larga, seu filho Ubiratan Suruí parece encontrar esperanças apenas no poder dos espíritos da floresta evocados pelo xamã.

O longa é uma denúncia à descaracterização cultural dos índios, proporcionada por uma evangelização agressiva e fundamentalista. Os planos abertos, muito utilizados, evidenciam as profundas mudanças naquela sociedade. Além disso, Ex-Pajé (2018) chama a atenção para a invasão não autorizada de madeireiros e garimpeiros, atuando no desmatamento de terras reservadas, poluição de rios e violência armada. “O etnocídio não é a destruição física dos homens, mas do seu modo de vida e pensamento”. A frase do antropólogo francês Pierre Clastres sintetiza bem a obra, escancarando a fragilidade da democracia no país e a ineficiência das agências governamentais.

 

AS BOAS MANEIRAS (2018) (135’)



Horário: Terça, dia 27, às 19:40

INÉDITO E EXCLUSIVO

Sinopse: Ana (Marjorie Estiano) vive sozinha em seu apartamento após ser abandonada pela família e amigos por engravidar fora de seu então noivado. Ela contrata Clara (Isabél Zuaa), uma mulher negra e pobre para ajudar quando o neném nascer. A partir daí, o roteiro dá sinais a respeito da natureza intrigante do bebê. Os tons azulados e as imagens noturnas prevalecem na tela, ampliando o clima de mistério, ao mesmo tempo em que a gestante exibe uma drástica mudança comportamental. A jovem dá a luz uma criança em uma das cenas mais impressionantes da película. A história inicia um novo capítulo alguns anos depois, acompanhando a saga dessa criatura (interpretada por Miguel Lobo).

 

EU RECEBERIA AS PIORES NOTÍCIAS DOS SEUS LINDOS LÁBIOS (2012) (100’)





Horário: Quarta, dia 28, às 22h
Direção: Beto Brant e Renato Ciasca
Classificação: 12 anos

Sinopse: Adaptação para o cinema do romance homônimo de Marçal de Aquino, que também assina o roteiro da produção, “Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios” conta a história de um triângulo amoroso formado pelo fotógrafo Cauby (Gustavo Machado), a ex-prostituta Lavínia (Camila Pitanga) e o pastor Ernani (Zecarlos Machado) no interior do Pará. A trama não linear mostra como Ernani tira Lavínia das ruas e como, já casados, os dois agem em defesa da comunidade na Amazônia – onde, morando a trabalho, Cauby se encanta pela moça.


CAMPO GRANDE (2016) (108’)



Horário: Quinta, dia 29, às 22h
Direção: Sandra Kogut
Classificação: 14 anos

Sinopse: Certo dia, Regina (Carla Ribas) encontra na porta do apartamento onde mora, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, Rayane (Rayane do Amaral), uma menina de cinco anos que claramente não é da região, e Ygor (Ygor Manoel), seu irmão mais novo. A garota explica que a mãe pediu que eles a esperassem no mesmo lugar até ela voltar. Sem saber o que fazer, Regina pensa em levá-los a um abrigo, mas é convencida pela filha adolescente de deixá-los passar a noite. Assustados com a imensidão da casa, os dois ficam juntos e Regina percebe que eles só possuem um ao outro. Decidida a ajudá-los a encontrar a família, Regina tem contato com um mundo que não conhecia. 




FLORES RARAS (2013) (118’)


Horário: Sexta, dia 30, às 22h
Direção: Bruno Barreto
Classificação: 14 anos

Sinopse: 1951, Nova York. Elizabeth Bishop (Miranda Otto) é uma poetisa insegura e tímida, que apenas se sente à vontade ao narrar seus versos para o amigo Robert Lowell (Treat Williams). Em busca de algo que a motive, ela resolve partir para o Rio de Janeiro e passar uns dias na casa de uma colega de faculdade, Mary (Tracy Middendorf), que vive com a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (Glória Pires). A princípio Elizabeth e Lota não se dão bem, mas logo se apaixonam uma pela outra. É o início de um romance acompanhado bem de perto por Mary, já que ela aceita a proposta de Lota para que adotem uma filha.

ÚLTIMA PARADA – 174 (2008) (108’)



Horário: Sábado, dia 01, às 22h
Direção: Breno Barreto
Classificação: 16 anos

Sinopse: Rio de Janeiro, 1983. Marisa (Cris Vianna) amamenta o pequeno Alessandro (Marcello Melo Jr.), em sua casa na favela. Viciada em drogas, assiste impotente seu filho ser retirado de suas mãos pelo chefe do tráfico local, devido à uma dívida não paga. Dez anos depois Sandro (Michel Gomes), filho único, vê sua mãe ser morta por dois ladrões. Apesar de ficar sob os cuidados da tia, ele decide fugir e passa a conviver com um grupo de garotos que dorme na igreja da Candelária, onde tem acesso ao mundo das drogas. Apesar de não saber ler ou escrever, Sandro sonha em ser um famoso compositor de rap. Para tanto ele espera a ajuda de Walquíria (Anna Cotrim), que realiza um trabalho voluntário junto a meninos de rua. Só que Sandro testemunha mais uma tragédia, a chacina da Candelária, onde oito meninos de rua foram mortos pela polícia. Este evento aproxima Sandro e Alessandro, que passam a ter um forte convívio.
 


KEYLA 


Horário: Domingo, dia 02, às 22h

INÉDITO E EXCLUSIVO

Direção: Viviana Gómez Echeverry
Classificação: 14 anos

Sinopse:
A adolescente Keyla (Elsa Whitaker Sanchez) está prestes a completar 18 anos quando seu pai, Breggie (Anthony Assaf Howard), some no mar após uma saída às águas em busca de comida. Apreensiva, a jovem passa os dias a esperar, ao lado de Richard (Felipe Cabeza), seu tio, o retorno do ente. A rotina pacata da vila não oferece muitas oportunidades para a moça, cujo cotidiano se resume a manter a casa e a alguns encontros com Sony (Norvel Walters), seu namorado. A espera é pelo pescador, mas outro membro de sua família ressurge inadvertidamente. Helena (Mercedes Salazar), a mãe que a abandonou para voltar à Espanha quando a personagem responsável por batizar o filme ainda era uma criança, desembarca na ilha ao lado de Francisco (Sebastián Enciso), um irmão até então desconhecido pela protagonista. 








Nenhum comentário

Postar um comentário