29 novembro 2018

[News] Conexidade ocupa a Praça XV em dezembro com arte, esporte e tecnologia

Evento conecta manifestações de diferentes pontos da cidade e eventos de fora do Rio, estimulando a pluralidade, a diversidade de olhares e o acesso descentralizado

O Rio de Janeiro é plural. Cada região tem suas manifestações culturais mais autênticas, seja na música, nas artes visuais, na gastronomia, nos esportes ou na tecnologia. No fim de semana de 15 e 16 de dezembro, a Praça XV receberá um raro encontro de várias dessas tribos cariocas no encerramento da primeira edição do Conexidade. A rede construída ao longo de meses culmina em um grande espetáculo distribuído por dois palcos com shows, arenas de experimentação e oficinas, performances, desafios de skate, espetáculos de luz, arte digital, espaços de convivência e ainda um circuito de gastronomia que irá apresentar os sabores de rua do Rio.

Artistas de diferentes estilos e origens da capital, da Baixada e convidados de outros estados vão ocupar a Praça XV a partir das 16h, numa programação que segue até a madrugada. Desde cedo, o skate vai interagir com as atividades artísticas, numa curadoria realizada em parceria com Bob Burnquist e o Coletivo XV. À noite, terá início um espetáculo único com música, tecnologia, arte e luz criado em rede especialmente para o evento final do Conexidade. Dez profissionais talentosos reunidos numa residência artística sob a curadoria de Batman Zavareze serão responsáveis pelas artes digitais. Pretinho da Serrinha fará a direção musical.

Lançado em agosto no Oi Casagrande com a participação de Gilberto Gil, o Conexidade busca, através de um processo em rede, conectar iniciativas, pensadores, profissionais talentosos, influenciadores e público. A Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e a Oi são patrocinadoras do Conexidade por acreditarem que o papel de ambas é romper barreiras, aproximar e conectar pessoas em todo o Rio de Janeiro e também no Brasil.

- O que veremos em dezembro na Praça XV é fruto de muita troca, imersões criativas e paixão de artistas, curadores e realizadores – explica Diogo Castelão, sócio da Rio de Negócios, realizadora do Conexidade. – O Rio é uma cidade muito diversa e com fortes conexões com o que é produzido em outros grandes centros. A ocupação irá refletir essas conexões. Somos só o fio condutor, estamos criando a rede e ela está gerando soluções incríveis que vão surpreender o público.

Enquanto dezembro não vem, o Conexidade realiza oito encontros abertos ao público, com temas que apontam para o que o público poderá experimentar na ocupação em dezembro, como “Esporte que Transforma”, “Produzir e Consumir Cultura na Era Digital”, “Sagacidade – Mídia e Comunicação Alternativa na Cultura Urbana”, “Interações Reais Movem o Mundo” e “Convivência: A Pluralidade de Saberes”. 





Nenhum comentário

Postar um comentário