30 novembro 2018

[News] Primeiro remix oficial da banda Skank ganha vida pelas mãos dos produtores D-Groov e Lacosh

Bandas, grupos e cantores de diversos gêneros têm encontrado na música eletrônica uma forma de expandir seus horizontes e alcançar outros públicos através de novas versões para suas músicas, nomes como Jota Quest, Lagum, Vitor Kley, Natiruts, Vanessa da Mata e Silva recorreram a artistas da cena eletrônica para a produção de remixes que fizeram sucesso e tocaram nas pistas de todo o Brasil.
Desta vez, uma das maiores bandas de rock do Brasil, o Skank, se rendeu à música eletrônica e ganhou um remix para a faixa “Algo Parecido”. A versão foi produzida pela dupla D-Groov, em parceria com o Lacosh, e chega neste 23 de novembro pela Sony Music. Essa é a segunda parceria do D-Groov com o Lacosh: “Lose Control”, lançada em setembro, atingiu a marca de mais de 400 mil plays nas plataformas de streaming.


A versão original faz parte do álbum “Os Três Primeiros (Ao Vivo)”, lançada em agosto de 2018, se tornou uma das músicas mais escutadas no Brasil durante os últimos meses. O remix promete manter a vibe da música e trazer uma pegada mais pop para a track, um desafio para os produtores do D-Groov: “conversando com nosso amigo Rafael Lacoste (Lacosh), ele nos propôs de tentarmos uma pegada mais ´pop´ para a música, buscando sair um pouco da nossa própria zona de conforto, do que estamos acostumados a produzir”.
Apesar da grande responsabilidade que o trio de produtores carrega, foi necessária uma certa maturidade para entender o que melhor se encaixaria e respeitaria a versão original para agradar tanto a eles, como aos integrantes do Skank. “O processo criativo fluiu com muito mais naturalidade, e consequentemente, o resultado da track foi melhor do que esperávamos” comenta Daniel Ibeas e Rafael Waddington, do D-Groov.
Recentemente, Lacosh produziu - em parceria com o Manimal - o remix de “A Gente Nunca Conversou (Ei Moça)”, do Lagum, e foi sucesso nas plataformas digitais. Desta vez, ele acredita que dá um passo ainda maior na carreira: “cresci ouvindo Skank e considero uma das minhas bandas brasileiras favoritas. Então poder remixar uma música para eles significa muito. É o meu primeiro remix para uma banda desse porte, então minha expectativa está altíssima. Além disso, fiquei muito satisfeito com o resultado final e estou curioso para saber o que as pessoas vão achar”, conta Rafael Lacoste, nome por trás do Lacosh.

Essa é o quarto lançamento seguido do D-Groov com a Sony Music, uma das maiores gravadoras do mundo. Apesar de jovem, a dupla acumula fãs em todo o Brasil e vem, cada vez mais, conquistando seu espaço no cenário eletrônico nacional. Passando pelos principais clubs e festivais da cena, como Ultra Music Festival, Rio Music Carnival, Privilège Búzios e Juiz de Fora, entre outros. Sucessos como “Se A Gente Pode Sonhar (Remix)”, “Waiting For The Sunrise” e “Lose Control” colocaram a dupla entre os 150 DJs e produtores musicais brasileiros mais ouvidos do Spotify.
Com menos de um ano com o projeto Lacosh, Rafael Lacoste atingiu a marca de 340 mil ouvintes mensais no Spotify com apenas quatro músicas lançadas. Entre elas, parcerias com o Manimal, D-Groov e LeDib e, sem se preocupar com estilo, suas músicas misturam influências do House ao EDM. Produzindo sempre em busca da perfeição - tanto que já conta com alguns lançamentos em grandes gravadoras como Sony Music Brasil, Lacosh é uma das grandes promessas da música eletrônica brasileira para 2019.

Nenhum comentário

Postar um comentário